Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Unboss: você está preparado para trabalhar sem chefe?

Em tempos de Great Resignation e Quiet Quitting, conceito que ficou popular por causa do livro “unboss”, pode ser uma alternativa para a empresa atrair e reter talentos. Entenda!

Unboss: você está preparado para trabalhar sem chefe?

Homem chegando de bicicleta no escritório (Foto: Getty Images)

, jornalista

6 min

29 set 2022

Atualizado: 15 dez 2022

Por Sabrina Bezerra

A pergunta pode parecer incomum, mas à medida que o mercado de trabalho evolui para um ambiente com menos controle, mais autonomia e segurança, faz muito sentido. Você está preparado para trabalhar sem chefe?

Foi-se o tempo em que assumir posições de liderança era o sonho dos profissionais. Hoje não mais.

Um dado revelado em uma pesquisa feita pela Harvard Business Review apontou que 66% dos trabalhadores abrem mão do cargo de chefia.

Assim, o chefe sai do papel de comando e controle e entra para um caminho de diálogo, incentivo e colaboração entre os funcionários. Esse é um dos pilares do conceito de unboss (sem chefe). Entenda:

O QUE É UNBOSS?

É quando todos trabalham juntos, ao invés de ter uma pessoa liderando outras. Se concentra em mudar a experiência prática do ambiente de trabalho, eliminando o microgerenciamento e estabelecendo uma equipe transparente e orientada por propósitos.

O conceito ficou popular por causa do livro “unboss” escrito em 2012 pelos empreendedores Lars Kolind e Jacob Bøtter.

Segundo eles, as empresas que se baseiam em uma cultura corporativa em que a equipe tem propósito e clareza sobre o papel de cada um e colaboração, ao invés de hierarquia e foco apenas nos resultados, são mais bem-sucedidas.

Em outras palavras, ao invés de ter uma equipe de apoio ao chefe, tem um chefe para apoiar a equipe.

Na Novartis, que adotou o modelo unboss, não há ausência de líderes, mas eles ganham esse novo papel, mais humanizado. Neste caso, não apenas direcionam as pessoas, como engajam em prol de um objetivo em comum. Ou seja, “compõe time eficiente a partir da diversidade e o empodera”, diz a empresa.

Startup

UNBOSS: COMO TRABALHAR SEM CHEFE?

Segundo Rafael Barbosa, psicólogo e coordenador de recrutamento e seleção na EmpregueAfro, a cultura com o conceito unboss exige que as pessoas tenham uma boa autogestão.

“Isso porque, em alguns casos, não existe líder que vai ditar as regras. Cabe a pessoa definir metas e organizar-se diariamente”, diz.

Uma boa dica, segundo o especialista, é usar ferramentas de gestão como Trello e anotar o nível de prioridade para cada tarefa. 

“Além disso, lembre-se de reservar um tempo para imprevistos. Eles sempre acontecem. Assim, você evita atrasar a entrega de algum projeto”, aconselha.

Nesse conceito, a comunicação é uma soft skill que se destaca. “É importante que você tenha uma interação com a equipe para que vocês construam o projeto em conjunto — e trazendo bons resultados”, afirma Barbosa.

“Capacidade de pedir ajuda, pesquisar de forma autônoma e ir atrás de pessoas que vão te conectar com o que você precisa também são pontos imprescindíveis", completa.

POR QUE IMPORTA?

O unboss oferece mais autonomia para os funcionários. Desta forma, as pessoas sentem-se engajadas para criar soluções inovadoras — sem medo de errar. Apesar de não ser novo, o conceito faz com que as pessoas assumam o comando e se sintam responsáveis ​​pelos resultados. Para as empresas, pode ser uma forma de atrair, engajar e reter talentos, principalmente em tempos de movimentos como Great Resignation e Quiet Quitting.

Banner XBA setembro 2022


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Jornalista especializada em carreira, empreendedorismo e inovação. Formada em jornalismo pela FMU e pós-graduada em marketing pelo Senac, atua na área de negócios há quatro anos. Passou por veículos como Pequenas Empresas e Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS.

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo