Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Nathalia Arcuri: “vamos seguir daqui para frente com inteligência artificial, ChatGPT e Web 3.0”

Fundadora da Me Poupe! diz em suas redes sociais que, a partir de agora, o foco da empresa deixa de ser conteúdo e produtos de educação e passa a ser tecnologias, como inteligência artificial. Entenda!

Nathalia Arcuri: “vamos seguir daqui para frente com inteligência artificial, ChatGPT e Web 3.0”

Nathalia Arcuri (Foto: reprodução LinkedIn)

, jornalista

5 min

26 out 2022

Atualizado: 2 fev 2023

A Me Poupe!, empresa fundada por Nathalia Arcuri, está se direcionando para um outro caminho. “Nós viemos até aqui com conteúdo e produtos de educação e nós vamos seguir daqui para frente com tecnologia, inteligência artificial, Web 3.0, ChatGPT e tudo aquilo que existe de mais novo no mercado”, diz a empreendedora em suas redes sociais após a demissão da Me Poupe! de cerca de 70 pessoas.

“E em qualquer reestruturação nós precisamos rever quem são as pessoas que vão fazer parte deste futuro. Nós estamos saindo de um modelo onde a nossa receita vinha de cursos”, completa. Nathalia ainda disse que, neste caso, faria sentido rever quem serão os funcionários que continuarão com a empresa.

Quantas pessoas foram demitidas na Me Poupe!, empresa de Nathalia Arcuri em 2023?

A Me Poupe!, empresa de Nathalia Arcuri, entrou na lista das startups que estão demitindo. Segundo o Estadão, foram 70 pessoas desligadas.

“Esse movimento exige outras formações e competências técnicas do time, o que motivou a difícil decisão de realizar os desligamentos mencionados”, diz a empresa em comunicado enviado à StartSe.

“A companhia continuará trabalhando na sua missão de colocar o poder econômico nas mãos de todos os indivíduos, mas agora, escalando soluções para tornar esse processo mais ágil e com resultados a curto prazo, usando tecnologia e inovação. O anúncio oficial da nova estrutura e modelo de negócios acontecerá em breve”, completa.

Nathalia Arcuri, fundadora da Me Poupe (Foto: divulgação)

Mas afinal, o que faz a Me Poupe!?

A Me Poupe!, plataforma de entretenimento financeiro que se tornou um fenômeno, entrou este ano no LinkedIn Top Startups. A lista traz as empresas mais promissoras que estão chamando a atenção por atrair e reter os melhores talentos.

Para você ter uma ideia, a companhia tem mostrado tanta força no mercado que recebe, em média, 1400 pessoas interessadas por vaga.

“Isso mostra o desejo que as pessoas têm de desfuder (jargão usado como sinônimo de sair do sufoco) a nação. Isso, para mim, é um baita reconhecimento, não só de mercado, mas das pessoas quererem fazer parte disso”, diz Nathalia Arcuri em entrevista à StartSe.

Como a Me Poupe! consegue atrair e reter esses talentos?

Com uma boa cultura. Algo que se tornou ainda mais importante em tempos de demissão voluntária em massa e demissão silenciosa.

“Nada vem do dia para noite. Muitas pessoas que começaram [na Me Poupe!] já não estão mais lá. A gente foi entendendo qual é o tipo de cultura que a gente precisa, da velocidade que a gente precisa”, afirma a empreendedora da plataforma de entretenimento financeiro.

Como é a cultura organizacional da Me Poupe!?

“A maior parte das pessoas vem de culturas top down [quando as decisões são tomadas pelo alto escalão], e lá não existe top down, lá é tudo descentralizado [em que os times trabalham com mais autonomia na tomada de decisão]”, conta Nathalia Arcuri.

Os profissionais têm metas e cada um deles, independente do setor, sabe o que fazer — sempre analisando os dados. “Eu não acredito no Business Intelligence centralizado — que é uma única área da empresa que gera insight —, o insight tem que estar na ponta, o insight tem que estar no atendimento, tem que estar no social media, tem que estar no videomaker”, diz a empreendedora.

Segundo ela, não existe a possibilidade de algum funcionário da Me Poupe! não saber dado de curto prazo na cabeça. “É importante você capacitar 100% do time, caso contrário, tem uma centralização de decisões. E o que eu mais quero é que o time também seja livre, se eu o prego a liberdade, como eu posso ser uma líder centralizadora?"

Por isso, a empresa foca nas soft skills (habilidades comportamentais). “O conhecimento técnico é menos importante. Não que ele não seja importante, mas o mais importante hoje é a pessoa ser resiliente às mudanças e ter letramento em dados. Ele é mais importante do que o inglês”, afirma Nathalia Arcuri.

“Se você não sabe interpretar um dado e tomar uma decisão a partir dele, volte a algumas casas e comece a aprender a fazer isso”, completa.

Assista a entrevista completa neste episódio do videocast Mulheres do Agora:

Thumbnail do vídeo

O EPISÓDIO TAMBÉM ABORDA OS TEMAS:

  • Trajetória profissional de Nathalia Arcuri
  • Por que Nathalia Arcuri decidiu empreender
  • Como manter o time engajado
  • Quais são as dicas de investimento para 2023, segundo Nathalia Arcuri
  • Machismo no mercado de trabalho

+ Quer saber mais como se tornar uma liderança reconhecida e disputada no mercado? No Exponential Business Administration (xBA) você aprende as 8 principais habilidades do AGORA, com + de 30 referências mundiais do Vale do Silício e da Europa. Demais, né? E spoiler: saiba como aprender as competências desejadas pelas principais empresas do mercado, mas que poucos profissionais possuem. Clique aqui!

Banner XBA setembro 2022


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Jornalista especializada em carreira, empreendedorismo e inovação. Formada em jornalismo pela FMU e pós-graduada em marketing pelo Senac, atua na área de negócios há quatro anos. Passou por veículos como Pequenas Empresas e Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS.

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo