Sou Aluno
Formações
Imersões
Eventos
Tools
Artigos
Sobre Nós
Para Empresas

Conheça 3 estratégias de marketing do filme da Barbie

Entenda como marcas dos mais variados segmentos usam a estratégia para chamar a atenção de consumidores

Conheça 3 estratégias de marketing do filme da Barbie

Ken, personagem do filme da Barbie (Foto: divulgação Facebook Barbie)

, jornalista

9 min

11 abr 2023

Atualizado: 17 jul 2023

newsletter

Start Seu dia:
A Newsletter do AGORA!

Nostalgia, tecnologia e muito marketing. Esse é o combo da Warner Bros. Pictures ao lançar o filme Barbie. Para você ter uma noção, o termo “Barbie Filme 2023” dobrou em volume de buscas no Google nos últimos dias. Nas redes sociais, pôster online ― feito por inteligência artificial ― inspirado no filme virou até trend. Você, com certeza, deve ter visto alguns deles passando pela sua timeline.

Quando vai ser lançado o novo filme da Barbie?

O longa-metragem será lançado no Brasil em 20 de julho de 2023. Mas, antes veio com um show de marketing envolvendo: 

  • ESG: traz uma crítica social. Se antes a Barbie era uma personagem branca, magra e sem a opção de ter uma carreira. Agora, a história é outra: existem várias versões da Barbie e do Ken ― todas diversas, levantando a importância da diversidade em todas as esferas, incluindo no entretenimento.
  • Inteligência Artificial: a Warner Bros lançou uma ferramenta de IA para interação com o público e estimular o compartilhamento nas redes sociais.
  • Nostalgia: os três pontos, juntos, têm tudo a ver com marketing de nostalgia (entenda mais adiante)  ― tocar a emoção das pessoas. No caso do ESG tem um quê de trazer a personagem Barbie, agora muito mais diversa ― causa que virou chave na Nova Economia.

Falando em nostalgia, o mesmo acontece com o filme Super Mario Bros., lançado no início de abril, superou as expectativas, tornando-se a segunda maior bilheteria de 2023.

E o assunto não está limitado ao cinema. A Nokia, empresa de tecnologia, também resolveu surfar a onda do retrô e relançou o famoso celular tijolão ― e com direito ao clássico jogo da cobrinha, famoso nos anos 2000.

Quer mais exemplos? a Kodak (que não morreu) tem lançado novos produtos com o logo vermelhinho famoso das câmeras analógicas; e a Sega anunciou um novo Mega Drive (como era conhecido em 1998 no Brasil). 

Qual é a estratégia? Tocar o emocional das pessoas. No plural mesmo. Isso porque, não é algo individual, a nostalgia no mundo dos negócios está virando uma tendência de mercado para abocanhar em cheio toda uma geração.

O que é marketing de nostalgia?

Trata-se de uma estratégia de marketing que usa elementos do passado para despertar emoções positivas e criar uma conexão com o público-alvo. Na prática, o método traz de volta designs, músicas, personagens, slogans, entre outros produtos e serviços que eram populares no passado para criar uma sensação de familiaridade e conforto para as pessoas.

Como funciona o marketing de nostalgia?

Por exemplo, alguma vez você já procurou uma música que fez sucesso no passado, certo? Ao ouvi-la, você “matou a saudade” daquele tempo. De alguma forma, mexeu com a sua emoção.

O mesmo acontece com filmes, séries, serviços e produtos. O Spotify, por exemplo, fez uma pesquisa para entender melhor o assunto e descobriu:

  • 70% das pessoas se lembram de marcas que estiveram presentes em momentos especiais de sua vida no passado

Marketing de nostalgia exemplos

É essa lógica que está acontecendo com os filmes Barbie e Mario, por exemplo. 

Barbie: marketing de nostalgia

No caso do primeiro, a Warner Bros. lançou a Barbie Selfie Generator ― Inteligência Artificial que gera pôsteres do longa-metragem ―, para fazer o marketing de nostalgia.

A lógica: os fãs postam, os seguidores (provavelmente um percentual da mesma geração) visualizam e respostam usando o filtro. Assim, o número de compartilhamentos tende a aumentar cada vez mais.

 “O objetivo é aumentar o número de vendas na bilheteria (estreia)”, diz em rede social a empreendedora Camila Farani. 

Mario: marketing de nostalgia

Uma propaganda viral ― de comerciais de TV, campanhas na internet a panfletos offline ― do Super Mario Bros. O Filme aconteceu antes do lançamento. O resultado foi positivo: já tem a segunda maior bilheteria de 2023 e arrecadou US$ 377,6 milhões no final de semana de abertura. 

POR QUE O MARKETING DE NOSTALGIA É IMPORTANTE?

Para as empresas, é uma oportunidade para atrair consumidores. Afinal, mexe com a emoção das pessoas trazendo elementos do passado que, de alguma forma, marcaram a vida delas. Além disso, pode reforçar a imagem da marca, criando uma sensação de tradição e autenticidade. 

POR QUE O MARKETING DE NOSTALGIA TAMBÉM É IMPORTANTE PARA A GERAÇÃO Z?

A Geração Z tem feito barulho nas redes sociais sobre produtos e serviços nostálgicos. Nativa digital, que busca autenticidade e transparência das empresas, está buscando conexão e experiências passadas nas redes sociais.

Para você ter uma noção, a hashtag nostalgia tem mais de 81 bilhões de visualizações no TikTok, rede social que tem como público-alvo a Geração Z. Os vídeos tem milhares de curtidas e vão de produtos a filmes nostálgicos dos anos 1990 e 2000.

COMO FAZER MARKETING DE NOSTALGIA?

Para lançar ou relançar produtos nostálgicos, você deve primeiro conhecer o seu público: qual tema eles procuram? Qual mexeria com as emoções a ponto de fazê-lo consumir?

Além disso, a ideia é sempre pensar em uma releitura. Algo do passado, mas que de alguma forma seja útil nos dias atuais. Por exemplo, a Nokia relançou o “tijolão”, certo? Mas a nova versão tem câmera e conexão à internet, algo que não tinha no anterior. Ou seja, vai agregar valor.

Por fim, use as redes sociais para fazer o marketing do seu serviço ou seu produto. Selecionei 3 links para inspirar você. Confira:

Por que importa?

O marketing de nostalgia virou mais do que hype, e sim um comportamento de se conectar com tempos antigos. Aproveite a tendência para entender como a sua marca pode surfar essa onda.

LEITURA RECOMENDADA

Acesse o app da StartSe e confira conteúdos exclusivos. Baixe gratuitamente o novo app StartSe e tenha acesso a conteúdos exclusivos: Android | iPhone

Gostou deste conteúdo? Deixa que a gente te avisa quando surgirem assuntos relacionados!


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Sabrina Bezerra é jornalista especializada em carreira e empreendedorismo. Tem experiência há mais de cinco anos em Nova Economia. Passou por veículos como Pequenas Empresas e Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS.

Leia o próximo artigo

newsletter

Start Seu dia:
A Newsletter do AGORA!