Wine: a startup que chamou atenção até mesmo de Abílio Diniz

Desde 2008, a empresa tem uma cuidadosa e ampla seleção de rótulos de vinho para todas as ocasiões

Avatar

Por FoodVentures

11 de setembro de 2018 às 08:00 - Atualizado há 1 ano

Fundada por Rogério Salume, a empresa e-commerce de vinhos, Wine, teve faturamento de 400 milhões de reais em 2017, segundo informações da Exame. Sua história lucrativa vem de seu diferencial de negócio, baseado em clubes de assinatura como da Amazon Prime, serviço de qualidade e investimentos importantes.

Em 2016, a Wine recebeu investimentos da empresa de Abílio Diniz, a Península Participações. Com o objetivo de transformar o varejo através dessas oportunidades de negócio, o investimento traz melhorias na gestão e planos de expansão para as lojas físicas, por exemplo.

A Península se tornou um dos principais investidores da empresa. Anteriormente, o principal investidor da Wine era a empresa e.Bricks Digital, da RBS – que agora divide o controle com a Península.

A expansão da Wine está longe de acabar. Além de investir no clube de assinatura, que garante a recorrência de seus clientes, anunciou a aquisição da precursora do setor de clube de assinaturas de cerveja artesanais e especiais no país, a Clubeer.

“O Brasil é um país cervejeiro e construir uma nova cultura e um novo comportamento de consumo leva um tempo. Temos muito a fazer”, disse o CEO Rogério Salume à Exame, quando indagado sobre a cultura dos vinhos no país.

Fonte: Ridofranz/ Thinkstock

A Wine oferece serviços exclusivos para seus clientes, como os Wine Hunters – literalmente, “caçadores de vinho”. Eles acompanham o que os clientes desejam e também o que há de especial no mercado, como novas vinícolas e marcas renomadas, além de garantirem a qualidade de todo o processo de elaboração do rótulo, desde a produção. Também avaliam novos sabores e selecionam os melhores produtos.