Fintech Cora, de contas digitais para pequenas empresas, levanta US$ 10 milhões

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

6 de dezembro de 2019 às 12:19 - Atualizado há 1 ano

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 22 a 25/Fev - 2021, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

A Cora, fintech brasileira que irá começar a operar no primeiro semestre de 2020, recebeu um aporte de US$ 10 milhões. A rodada, do tipo “semente”, foi liderada pelos fundos de investimento Kaszek Ventures e Ribbit Capital. A empresa irá oferecer serviços financeiros para pequenas e médias empresas.

Os fundadores da startup são Igor Senra e Leo Mendes, fundadores da empresa de pagamentos online MOIP, criada em 2007. A MOIP foi vendida para a Wirecard em 2016. Agora, com a Cora, eles planejam oferecer uma conta digital focado em PMEs. O serviço está operando em beta e sendo testado por convidados.

A expectativa é que a conta digital seja lançada no primeiro semestre de 2020. Para o futuro, a fintech deseja oferecer produtos de crédito, gerenciamento financeiro e de pagamentos. “Até agora, as grandes instituições financeiras construíram principalmente produtos focados em pessoas físicas ou grandes clientes corporativos e ignoraram totalmente as pequenas e médias empresas, que são os criadores de valor mais relevantes em nossas economias”, afirma Mendes, líder de produtos e tecnologia na Cora.

Quem deseja testar a conta digital da Cora pode se cadastrar na lista de espera para receber o serviço com antecedência. “Queremos oferecer um conjunto de produtos financeiros de alta qualidade, centrado no cliente, que atenda às necessidades específicas não atendidas das empresas de nossos clientes”, conta Mendes no anúncio do investimento.