Inovação em pequenas empresas: 7 aplicativos que podem fazer o seu negócio gerar mais lucro

João Gobira

Por João Gobira

13 de Maio de 2020 às 16:48 - Atualizado há 4 meses

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Um aumento significativo em seu faturamento pode estar a alguns apps de distância.

aplicativos para ajudar na gestão

Quando se fala sobre inovação em pequenas empresas, pode ser que você pense em grandes investimentos financeiros para que seja possível obter um aumento no faturamento, nem sempre tão grande quanto se espera. Felizmente, essa é uma afirmação equivocada.

Os aplicativos são capazes de revolucionar sua realidade através de novas funcionalidades, técnicas, práticas e maneiras de fazer com que sua empresa aumente o faturamento, com um retorno muito maior do que o investimento que foi realizado.

O mercado de apps movimenta cifras bilionárias. De acordo com a SensorTower, os usuários de todo o mundo gastaram US$ 39,7 bilhões na App Store e no Google Play no primeiro semestre de 2019, o que equivale a US$ 219,337 milhões por dia, US$ 9,139 milhões por hora, US$ 152.317 por minuto e US$ 2.538 por segundo.

Além de serem números surpreendentes, eles foram 15,4% maiores que os resultados do mesmo período de 2018, quando os gastos foram de US$ 34,4 bilhões.

Há que se considerar que esses números representam as despesas feitas pelos usuários, não todo o faturamento gerado pelos aplicativos, que também se baseiam na exibição de anúncios, por exemplo. Por isso, os valores tendem a ser bem maiores.

De acordo com estatísticas do portal Statista, o faturamento global de aplicativos móveis de 2014 a 2018 foi o seguinte, acompanhado do respectivo crescimento em relação ao ano anterior:

  • 2014: US$ 97,7 bilhões
  • 2015: US$ 152 bilhões (+55,58%)
  • 2016: US$ 218,2 bilhões (+43,55%)
  • 2017: US$ 285,3 bilhões (+30,75%)
  • 2018: US$ 365,2 bilhões (+28,01%)

Além disso, a pesquisa também estimou qual deve ser o faturamento deste mercado entre 2019 e 2023. Confira os valores, também acompanhados do crescimento em relação ao período anterior:

  • 2019: US$ 461,7 bilhões (+26,42%)
  • 2020: US$ 581,9 bilhões (+26,03%)
  • 2021: US$ 693 bilhões (+19,09%)
  • 2022: US$ 808,7 bilhões (+16,69%)
  • 2023: US$ 935,2 bilhões (+15,64%)

Se as estimativas estiverem certas, o crescimento no faturamento entre 2014 e 2023 será de 957,2%, número que mostra bem como é grande o impacto dos aplicativos no mundo em que vivemos.

Certamente, o meio corporativo é um dos impactados pelo uso de aplicativos, os quais já passaram a fazer parte do cotidiano dos colaboradores em maior ou menor escala, em um movimento que veio para ficar.

O estudo “Businesses @ Work 2019”, elaborado pela Okta, Inc., uma plataforma de gestão de acesso para profissionais e clientes, traz insight bastante interessantes sobre o tema, como os seguintes:

  • Os apps mais populares entre seus usuários são, na ordem, Microsoft Office 365, Salesforce, Amazon AWS, G Suite, Box, Slack, SAP Concur, Jira, e Zoom.
  • O número médio de apps usados por cliente foi de 83 em 2018, contra 77 em 2017, 72 em 2016 e 58 em 2015.
  • Conforme aumenta o tempo que as empresas são clientes da Okta, aumenta também o número de apps que elas implantam. Empresas que estão com ela há um ano usam, em média, 52 apps, contra 112 apps usados pelas que já estão há 3 anos.
  • Em relação às empresas de pequeno e médio porte, o número médio de apps usados em 2018 foi de 73, contra 68 em 2017, 65 em 2016 e 53 em 2015.
  • Entre os clientes da Okta, os apps de gestão de projetos mais usados são Trello, Asana, Basecamp, Smartsheet, e Wrike.

Ainda que tenha sido um estudo focado nos clientes dessa empresa, fica evidente como o uso de aplicativos está crescendo, inclusive no meio corporativo, e é aí que você tem muito a ganhar.

Para ajudá-lo, nós separamos 7 aplicativos, conjuntos de aplicativos, produtos e serviços que podem fazer toda a diferença em seu desempenho, e o melhor de tudo, com investimentos menores do que você poderia imaginar. Continue conosco!

7 aplicativos, produtos e serviços ideais para inovação em pequenas empresas

7 aplicaativos de gestão para pequenos negócios

Faça o teste com todas as opções, veja quais são as melhores para o que sua empresa precisa e, então, confira como os resultados só tendem a melhorar a curto, médio e longo prazo:

1 – Zoom

Zoom app para gestão de times

Aproveitando o período de distanciamento social que estamos vivendo, vamos abrir a lista com o Zoom, um dos melhores aplicativos para pequenas empresas que querem manter as reuniões em dia, mesmo que cada colaborador esteja em suas casas.

Inclusive, a pandemia do novo Coronavírus, que fez com que muitos trabalhadores passassem a ficar em casa, trouxe mais novos usuários mensais ativos do início de 2020 até o final de fevereiro do que em todo o ano de 2019, de acordo com analistas da Bernstein Research: 2,22 milhões contra 1,99 milhão.

Basicamente, o Zoom é uma sala de reuniões virtual. O organizador cria uma sala, que passa a ter um ID e uma senha (opcional). Então, basta que os outros convidados acessem a sala com essas informações para que também estejam presentes na reunião, bastando que o organizador libere seu acesso.

É possível ter até 1.000 participantes de vídeo e 10.000 visualizadores simultâneos. Embora essa seja a solução mais conhecida, porém, o Zoom também oferece webinars de vídeo, salas de conferência, sistemas de telefonia e mensageiros para negócios.

2 – Microsoft Office 365

Office365-para gestão dos seus times homeofice

É claro que o aplicativo mais usado pelos clientes da Okta, como vimos na pesquisa acima, não poderia estar de fora no que se trata de inovação em pequenas empresas: o Office 365.

O Office é uma suíte de aplicativos que nasceu em 1989 (embora o Word já existisse desde 1983). Em outubro de 2010, o Office 365 foi lançado como um beta privado para algumas empresas; em abril de 2011 veio o beta público; e, finalmente, em junho de 2011, ele passou a estar disponível para todos.

A maior diferença do 365 para o Office tradicional é que ele se consolidou como uma suíte de serviços por assinatura, com todos os planos tendo acesso a atualizações automáticas, diferente do que acontecia com as versões adquiridas até então. Além disso, também há versões na nuvem dos apps.

O Office 365 contempla Outlook (e-mail), OneDrive (armazenamento em nuvem), Word (editor de texto), Excel (editor de planilhas), PowerPoint (editor de apresentações), OneNote (anotações), SharePoint (gestão de documentos e colaboração), Teams (chat para empresas) e Yammer (rede social para comunicação interna nas empresas).

Com tantos apps, fica evidente porque ele merece um lugar de destaque na inovação tecnológica, com recursos essenciais para companhias de todos os portes e segmentos.

3 – Trello

Trello App para agestão de times

Saber como gerenciar um projeto é uma das principais atribuições procuradas atualmente para quem deseja trabalhar no meio corporativo. Em um mundo de inovação disruptiva, é claro que não poderia deixar de existir uma série de serviços para tal, sendo o Trello o principal.

Muito além de ter organização visual, a gestão de projetos é capaz de fazer com que eles possam ser realizados de uma maneira bem mais controlada, o que impacta positivamente em vários aspectos da empresa, inclusive no financeiro. Logo, projetos bem gerenciados trazem economia à empresa.

Criado em 2011, ele se baseia no paradigma Kanban, que se tornou popular por seu uso na Toyota, cuja aplicação se deu em 1953. Inicialmente, o objetivo era de controlar o estoque de materiais para não faltar e nem sobrar produtos, mas a metodologia permite fazer muito mais que isso.

A organização se dá em quadros, dentro dos quais há listas de tarefas. Conforme a tarefa avança, ela pode ser direcionada para quadros posteriores, até chegar o momento em que ela estiver concluída. O Trello faz isso com maestria, o que resulta em organização visual e praticidade em uma interface simples, mas eficiente.

Seu funcionamento intuitivo permite que os colaboradores da empresa se habituem rapidamente a ele, o que, por consequência, ajuda os projetos a serem executados dentro do planejado, sem perda de informações e com tudo devidamente documentado e acessível.

4 – Salesforce

salesforce para potencializar os seus resultados-compressed

Você já deve ter visto a sigla CRM. Seu significado é Customer Relationship Management (gestão de relacionamento com o cliente), e ela consiste em serviços que visam trazer tal possibilidade para as empresas. Quando se fala sobre CRM, é quase que automático lembrar-se da Salesforce.

Não é à toa que ele aparece na segunda posição da lista que vimos anteriormente. De acordo com a companhia, das 100 maiores empresas dos Estados Unidos pela Fortune, 99 são parceiras da Salesforce, o que ajuda a entender o tamanho da qualidade que é entregue por este serviço.

A Salesforce visa conectar empresas aos seus clientes, com produtos poderosos para os setores de marketing, vendas, atendimento ao cliente, TI, commerce e afins, que certamente podem levar o seu negócio para um patamar bem mais elevado.

São vários produtos oferecidos, os quais utilizam a Salesforce Customer 360, uma plataforma de CRM integrada capaz de oferecer experiências personalizadas e que se adequam exatamente ao que cada companhia procura, ou seja, o potencial de sua empresa tende a crescer significativamente.

5 – Amazon AWS

amazon aws para sua empresa vender mais

Não é novidade a relação entre a Amazon e o sucesso. Nascida como uma loja virtual, a marca soube se reinventar para continuar relevante em mercados super competitivos, e o Amazon AWS é uma comprovação da inovação disruptiva pela qual ela passou – e continua passando.

A sigla, correspondente a Amazon Web Services, mostra exatamente qual é a sua proposta: uma plataforma de nuvem com soluções para poder computacional, armazenamento de banco de dados, entrega de conteúdos, Machine Learning, análise de dados, Internet das Coisas, robótica, tecnologia de jogos e muito mais.

O potencial da computação em nuvem já vem sendo comprovado há um bom tempo, e um player do porte da Amazon não poderia trazer outra coisa senão a excelência. Porém, por se tratar de algo escalável e adaptável, o serviço também é ideal para quem busca por inovação em pequenas empresas.

Entre tantas soluções oferecidas, certamente você encontrará pelo menos uma (ou várias, provavelmente) que satisfarão as necessidades do seu negócio e, assim, poderão levá-lo a resultados até então bem distantes de sua realidade.

Confira também: Transformação digital é mais do que iniciativas digitais, diz CEO da 4All

6 – G Suite

google-g-suite para gerenciamento de times e produtividade

Quando se fala em inovação tecnológica e, consequentemente, em inovação em pequenas empresas, é praticamente impossível deixar de falar do Google, que merecidamente aparece aqui com o G Suite.

Como o próprio nome indica, esta é uma suíte de aplicativos do Google, que podemos colocar aqui como um rival do Office 365, embora as propostas sejam um pouco diferentes.

O G Suite tem um pacote que permite à sua empresa se conectar (Gmail, Agenda, Hangouts Chat, Hangouts Meet), criar (Documentos, Planilhas, Formulários, Apresentações, Sites, Apps Script, Keep), acessar (Drive, Cloud Search) e controlar (Admin Console, Vault, Work Insights e soluções para dispositivos móveis).

O resultado de tantos serviços e aplicativos para pequenas empresas é ter agendas compartilhadas, convites automáticos por e-mail, videoconferências, edição colaborativa de documentos, armazenamento na nuvem, atualização automática de arquivos, proteção de dados e dispositivos e muito mais.

Tantos serviços relevantes, com a qualidade e inovação que já são marcas registradas do Google, só podem ser úteis e benéficos à sua companhia.

7 – IBM Watson

lei de dados para gestores de rh

Por último, ainda que não esteja entre os aplicativos para pequenas empresas, ele pode ser utilizado para criar apps, entre muitas outras funcionalidades. Estamos falando do IBM Watson, ideal para quem busca por inteligência artificial para negócios.

Tecnicamente, o Watson é uma plataforma aberta de serviços cognitivos. Em outras palavras, é a inteligência artificial da IBM, empresa com mais de 108 anos de existência, o que é uma bela razão para explicar porque ela é tão associada à tecnologia.

A IA pode ser utilizada para atendimento a clientes, análise de dados, chatbots, automação e uma série de outras finalidades. Em relação ao Watson, Bradesco, Volkswagen e Via Varejo são alguns dos casos de sucesso aqui no Brasil.

Ao ver players desta dimensão, pode parecer que o Watson não está associado à inovação em pequenas empresas, o que felizmente não é verdade, já que é possível utilizá-lo gratuitamente e, caso haja interesse, evoluir posteriormente para planos pagos e mais completos.

A inovação em pequenas empresas está em suas mãos!

A transformação digital para executivos hoje é uma realidade. Com o passar do tempo, ela se aproximará cada vez mais de uma necessidade, a ponto de fazer com que quem não optar por ela fique bem distante no mercado – ou até mesmo deixe de existir nele.

Quando se falava em inovação disruptiva no passado, pode ser que soluções muito caras e fora da realidade viessem à mente. Porém, quem sabe o que é inovação disruptiva entende que vivemos em um mundo bastante acessível neste sentido, o que é excelente para quem deseja crescer.

É fato que investimentos financeiros podem ter de ser feitos, mas ao analisar o potencial retorno que eles trazem, fica evidente o quanto compensa fazer este esforço.

Os aplicativos para pequenas empresas estão à sua disposição, voltados a diferentes necessidades. Se você almeja a inovação em pequenas empresas, considere tomar esta decisão o quanto antes, o que te permitirá adentrar em um mercado cuja competitividade tende a aumentar cada vez mais.