Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Meses após adquirir Easynvest, Nubank começa a oferecer investimentos a partir de R$ 1

Entenda como o Nubank está agregando o novo serviço após comprar uma fintech especialista

Meses após adquirir Easynvest, Nubank começa a oferecer investimentos a partir de R$ 1

, jornalista da StartSe

4 min

20 abr 2021

Atualizado: 23 jan 2023

Por Tainá Freitas

A aquisição da Easynvest pelo Nubank, realizada em setembro de 2020, está dando frutos. A fintech está começando a oferecer investimentos aos seus usuários. O valor mínimo a ser investido é de R$ 1 e poderá ser feito dentro do app do banco.

Embora a fusão das operações entre o Nubank e a Easynvest ainda esteja sendo analisada pelo Banco Central, a expectativa é que as fintechs fiquem cada vez mais próximas. Recentemente, a empresa possibilitou que os usuários se cadastrem e criem contas na Easynvest através do próprio aplicativo do Nubank.

COMO IRÃO FUNCIONAR OS INVESTIMENTOS?

A empresa adentra o setor de investimentos oferecendo três opções de fundos, chamados de “Nu Seleção Cautela”, “Nu Seleção Equilíbrio” e “Nu Seleção Potencial”. Eles são compostos por opções de renda fixa, ações do Brasil e Estados Unidos, ouro e dólar. 

Antes de investir, os usuários irão responder questionários para entender seus perfis e facilitar a escolha entre as variáveis de risco e rentabilidade. 

“Atualmente, o Brasil tem mais de R$ 1 trilhão aplicado em poupança e instituições financeiras com atendimento precário”, diz Cristina Junqueira, cofundadora e CEO do Nubank no Brasil. “Esse é mais um passo que damos em direção à democratização das possibilidades de investimento no Brasil, com simplicidade e de forma acessível”.

Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank (Foto: divulgação blog Nubank)

A AQUISIÇÃO DA EASYNVEST

As mudanças pós-aquisição também estão acontecendo na Easynvest. A fintech zerou as taxas de corretagem da maioria das operações de renda variável (ela já oferecia essa condição para a renda fixa). A companhia começa a seguir a política do Nubank de isenção de tarifas.

Atualmente, a fintech de investimentos conta com 1,5 milhões de clientes. A possibilidade de novos usuários se cadastrarem através do Nubank pode aumentar ainda mais este número – há algumas semanas, o banco digital atingiu o marco de 35 milhões de clientes.

Para o Nubank, essa está sendo a oportunidade de integrar um novo serviço ao seu portfólio; já para a Easyinvest, é a possibilidade de escalar de forma ainda mais veloz, com a chancela de um banco digital mais maduro e reconhecido no país.

Para entender como startups podem colaborar entre si através de fusões e aquisições (até mesmo com grandes corporações), assista a essa aula da StartSe.

O Planejamento Estratégico Tradicional se tornou um mecanismo "ingênuo" para acompanhar o ritmo da Nova Economia. Conheça o programa S4D - Strategy for Disruption e veja o inédito Planejamento Estratégico 4D StartSe, único no mundo e capaz de gerar Poder Competitivo e Adaptativo Real para seu negócio.


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero. Apresenta o podcast Agora em 10 na StartSe e também atua na área de Comunidades na empresa. É especialista em inovação, tecnologia e negócios.

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo