Fintech brasileira Omie recebe investimento de R$ 80 milhões

Isabella Carvalho

Por Isabella Carvalho

24 de abril de 2019 às 16:08 - Atualizado há 2 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

A fintech brasileira Omie anunciou, nesta terça-feira (23), que recebeu um investimento de R$ 80 milhões do grupo norte-americano de tecnologia Riverwood Capital. Esse não é o primeiro aporte recebido pela startup. Em setembro de 2018, a Omie recebeu um investimento Série A de R$ 25 milhões do fundo brasileiro Astella Investimentos, totalizando R$ 105 milhões captados em menos de um ano.

Fundada em 2013, a startup oferece um software na nuvem para pequenos e médios negócios que reúne um sistema de gestão, uma plataforma de educação empreendedora e diversos serviços financeiros, como emissão de notas, oferta de créditos, e controle de finanças.

Por outro lado, a Omie integra as informações das empresas com escritórios de contabilidade, que podem fazer parcerias com a startup. Para os contadores, a Omie oferece dashboards financeiros que ajudam a entender a saúde financeira de seus clientes, um acompanhamento mensal das atividades e outros benefícios.

Hoje, a startup possui mais de 13 mil escritórios conectados e 942 mil empreendedores atendidos. Além disso, trabalha com o modelo de franquias, com 110 unidades que auxiliam nas entregas da Plataforma Omie em todo o Brasil.

“Desde 2013, mostramos aos contadores que juntos podemos impulsionar a transformação digital das PMEs brasileiras, tornando-as mais competitivas e integradas. Isso aumenta a eficiência de todo o ecossistema”, explica Marcelo Lombardo, fundador e CEO da Omie.

Nos últimos 12 meses, a empresa emitiu mais de R$ 63 bilhões em notas fiscais. Além disso, saltou de um faturamento de R$ 1.5 milhão em 2015 para R$ 16.4 milhões em 2017; e R$ 23.2  milhões em 2018. Com o investimento, a Omie planeja expandir suas operações e sua rede de franquias, com atendimento comercial local em todos os centros metropolitanos brasileiros.

Foto: Marcelo Lombardo, CEO e fundador da Omie, e Rafael Olmos, CTO e co-fundador da startup.