Sou Aluno
Formações
Imersões
Eventos
Tools
Artigos
Sobre Nós
Para Empresas

Qual é o perfil da nova geração de CEOs?

Dados da consultoria Spencer Stuart mostram mudanças no perfil de pessoas que assumem cargo de presidência nas empresas. Confira!

Qual é o perfil da nova geração de CEOs?

Pessoas trabalhando (Foto: Getty Images)

, jornalista

3 min

1 mar 2023

Atualizado: 19 mai 2023

newsletter

Start Seu dia:
A Newsletter do AGORA!

Alguma vez você já pensou em assumir a posição de CEO? Me conta aqui. Hoje, pouco antes de escrever esse texto, eu li um relatório sobre o perfil da nova geração de CEOs. Vou trazer alguns highlights, tá? 

Uma das mudanças é que, se até o período do pico da pandemia, eram favorecidos homens com mais experiência no mercado para assumir a cadeira de presidência nas empresas, agora a história está começando a mudar…

Qual o perfil de CEO?

Mais mulheres assumem a posição de CEO
Embora a diversidade de gênero no topo dos negócios ainda esteja longe da igualdade, em 2022 foi identificado um saldo na posição de CEO mulheres: 13% ocupam o cargo, acima dos 6% em 2021. Os dados foram divulgados pela consultoria Spencer Stuart.

CEOs com menos de 60 anos passam a assumir a cadeira da presidência
“A idade média de novos CEOs nas empresas listadas na S&P 500 caiu de 55 anos em 2021 para 53 anos em 2022. É a maior queda ano a ano em mais de duas décadas”, diz a empresa. Quase 30% desses CEOs têm menos de 50 anos.


Por que CEOs renunciam ao cargo?

Tem CEO renunciando ao cargo e, se você acompanha o app da StartSe, está sabendo disso. Agora, você vai descobrir o porquê ― com base nos dados divulgados pela Spencer Stuart:

  • 86% se aposentaram* 
  • 7% por razões de saúde
  • 7% renunciou sob pressão

A grande maioria (86%) das transições de CEO foi atribuída à decisão do ex-CEO de se aposentar ou renunciar, a par de 2021, quando 85% foram atribuídos a aposentadorias. 

As demissões sob pressão permaneceram inalteradas em 7%, em comparação com 6% em 2021. 

“Em meio à incerteza ou às condições desafiadoras do mercado, é menos provável que você veja saídas forçadas, pois os conselhos se concentram em minimizar a interrupção da organização e potencialmente estender mais tolerância ao baixo desempenho”, afirma a consultoria.

“Das transições restantes, 7% dos CEOs saíram por motivos de saúde e, pela primeira vez desde que Spencer Stuart coletou dados de transição de CEO, nenhum foi selecionado como parte de uma transição de M&A”, completa.

PAPO DE VIDEOCAST

😎 Já que estamos falando de CEO, confira este episódio do videocast Mulheres do Agora, com Adriana Aroulho, presidente da SAP Brasil. Conversamos sobre saúde mental, liderança, carreira e muito mais. Assista!

*Esse conteúdo foi publicado primeiro na newsletter Mulheres do Agora, que traz toda sesgunda-feira, às 17h assuntos sobre empreendedorismo, gestão e liderança. Assine gratuitamente aqui para receber as novidades primeiro. Assim, estará sempre um passo à frente.


 

Thumbnail do vídeo

Leitura recomendada

CEOs e Altas Lideranças precisam também de novas habilidades para permanecerem na posição e gerarem resultados. Se você deseja ocupar um alto cargo no futuro, precisa entender esse novo mundo agora. Confira aqui -- e da forma mais prática possível.😉

Gostou deste conteúdo? Deixa que a gente te avisa quando surgirem assuntos relacionados!


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Sabrina Bezerra é jornalista especializada em carreira e empreendedorismo. Tem experiência há mais de cinco anos em Nova Economia. Passou por veículos como Pequenas Empresas e Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS.

Leia o próximo artigo

newsletter

Start Seu dia:
A Newsletter do AGORA!