Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Fila e tumulto na Shein: por que milhares de pessoas lotaram a loja física?

Cerca de 7 mil pessoas enfrentaram filas — que rodeavam quarteirões ao redor do shopping Vila Olímpia, onde está localizada a loja — para visitar o espaço físico da marca chinesa. Entenda o motivo!

Fila e tumulto na Shein: por que milhares de pessoas lotaram a loja física?

Pessoas aglomeradas em shopping em São Paulo para entrar na loja física da Shein (Foto: reprodução)

, jornalista

7 min

14 nov 2022

Atualizado: 4 jan 2023

Em um mundo onde a internet se tornou aliada às compras online, surpreende a superlotação, caos e confusão entre clientes para entrarem na primeira loja física temporária da Shein em São Paulo.

Na inauguração, cerca de 7 mil pessoas enfrentaram filas que rodeavam quarteirões ao redor do shopping Vila Olímpia, onde está localizada a loja.

Mas nem todo mundo conseguiu visitar o espaço. Cerca de mil clientes foram atendidos ao longo do dia. A superlotação foi tanta que a loja foi fechada às 17h30 ao invés de 21h30.

Após a confusão, a marca mudou a estratégia e distribuiu 500 senhas para os clientes, por ordem de chegada. A entrada foi permitida em grupos de 40 pessoas, com limite de 20 minutos dentro do espaço.

Foto: Divulgação/Shein

QUAL FOI A EXPERIÊNCIA NA INAUGURAÇÃO DA SHEIN EM SÃO PAULO?

Nas redes sociais — com destaque para o TikTok —, virou trend. A hashtag #sheinsp ultrapassa 6 milhões de visualizações no app chinês. Nela, as pessoas relatam como foi a experiência:

  • Horas de espera em filas quilométricas para, em alguns casos, não conseguir atendimento
     
  • Distribuição de senha para entrar no espaço
     
  • Tempo limite para permanecer na loja
     
  • Quantidade de peças limitada para provar
     
  • Bate-boca e até agressão física. Algumas pessoas foram retiradas pela segurança do shopping

MAS O QUE FAZ AS PESSOAS ENFRENTAREM HORAS NA FILA PARA VISITAR A LOJA DA SHEIN EM SÃO PAULO?

O curioso é que as peças estão disponíveis no site, com mais opções de estoque e com direito — em alguns casos — a frete grátis e a pontuação de desconto, mas ainda assim, milhares de pessoas passaram horas na fila da loja para ter o gostinho de conhecê-la presencialmente. 

Apesar do rebuliço que marcou a estreia da loja pop-up da Shein em São Paulo, nas redes sociais nota-se comentários como “na próxima inauguração, estamos lá. De novo.” Veja os motivos para atrair essa legião de fãs:

1 - Poder de marca

A Shein se tornou uma marca queridinha pelos clientes principalmente por causa de seu sucesso no marketing digital.

Agora, com a inauguração da loja física em São Paulo, o poder da marca ficou ainda mais explícito: milhares de pessoas mostram-se ser love brands — marca que é amada pelos consumidores.

2 - Imediatismo

Comprar, provar e levar no mesmo dia também é um dos fatores que fizeram milhares de pessoas visitarem a Shein em São Paulo. Em geral, a compra feita pelo site ou app da Shein demora, em média, 15 dias para chegar. 

Na loja física, mesmo enfrentando horas de espera, tem a oportunidade de provar, comprar e levar para a casa no mesmo dia.

3 - Senso de urgência

A loja ficará disponível apenas por cinco dias, de 12 a 16 de novembro. Isso gera o sentimento de urgência nas pessoas — tática usada no marketing de escassez.

Por exemplo, no caso da Shein, a loja tem data limitada para comprar fisicamente, assim o inconsciente das pessoas associa a escassez a algo de valor. O senso de urgência faz com que ajam como um piloto automático — isso porque, o cérebro humano é movido a estímulos que nos incentivam a tomar decisões rápidas.

POR QUE IMPORTA?

Apesar da marca mostrar a sua potência quando o assunto é legião de fãs, a experiência do cliente oferecida principalmente no dia da inauguração não foi a que os consumidores esperavam. A marca também não.

A repercussão não foi boa, mas por outro lado podemos aprender neste caso sobre a importância em focar na experiência do cliente, por exemplo, ao inaugurar um espaço físico, vale traçar planos tanto para casos de superlotação como para baixo movimento. O que fazer? Quais são os planos?

A Shein criou estratégias — como a distribuição de senha e limitação de entrada na loja — já no dia seguinte. Apesar da agilidade na tomada de decisão, será que agradou a maioria dos consumidores? E se de repente, a marca tivesse uma função no app em que as pessoas poderiam agendar o horário de ir à loja, sem enfrentar filas, será que não seria uma boa alternativa? Seguimos acompanhando o varejo físico.

+ COMO OFERECER INOVAÇÕES NO VAREJO FÍSICO?

Outras gigantes do setor estão agora executando outras ideias e obtendo ótimos resultados em vendas e relacionamento com clientes. 

Se você deseja ficar por dentro do que há de inovação no varejo sem perder tempo, a forma mais rápida é estar presente no único local do mundo onde as gigantes do varejo se encontram todos os anos:

Na Retail’s Big Show - NRF 2023, que acontece em Nova York.

Nós, da StartSe, estaremos no evento recebendo e orientando um grupo seleto de altas lideranças.

E esse grupo irá muito além dos três dias de evento, porque iremos nos conectar durante 4 dias com o ecossistema e ver na prática a execução das estratégias inovadoras em vários negócios de varejo.

Para mais detalhes sobre como fazer parte desse seleto grupo, basta tocar neste link.


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Jornalista especializada em carreira, empreendedorismo e inovação. Formada em jornalismo pela FMU e pós-graduada em marketing pelo Senac, atua na área de negócios há quatro anos. Passou por veículos como Pequenas Empresas e Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS.

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo