Sou Aluno
Formações
Imersões
Eventos
Tools
Artigos
Sobre Nós
Para Empresas

Fim do escritório próprio? Hershey’s adota novo modelo de trabalho

A multinacional adotou o modelo de trabalho híbrido em que o local físico é em coworking. Entenda!

Fim do escritório próprio? Hershey’s adota novo modelo de trabalho

Escritório da Hershey em São Paulo (Foto: (Hershey/Germano Lüders/Divulgação)

, jornalista

5 min

4 jul 2022

Atualizado: 8 ago 2023

newsletter

Start Seu dia:
A Newsletter do AGORA!

Fim do escritório da Hershey’s em São Paulo? Quase. A multinacional adotou o modelo de trabalho híbrido em que o local físico é um coworking. O objetivo não é ter lugar fixo, como era comum em muitas empresas antes da pandemia, e sim fazer um rodízio de profissionais.

“Nosso novo espaço reflete nosso novo momento de trabalho híbrido, em que não há dias fixos para ir ao escritório. Estar lá deve estar ligado a um propósito — conectar-se com o time ou estar em um ambiente diferente do de casa”, diz Leticia dos Reis de Paula, analista de recursos humanos na The Hershey Company, em post no LinkedIn.

A estratégia vai na contramão de algumas empresas, como o Google, por exemplo, que tem investido bilhões de dólares na construção de escritórios próprios futuristas. O mais recente foi inaugurado em Mountain View, nos Estados Unidos, para receber 4,5 mil funcionários.

Mas no caso da Hershey’s, optar pelo coworking representa redução de custo, já que na prática, o contrato com espaços de trabalho compartilhados costumam ser flexíveis. 

COMO FUNCIONA O MODELO DE TRABALHO NA HERSHEY’S?

A empresa adotou a regra de remote first — em que a opção do trabalho remoto vem em primeiro lugar. No entanto, segundo uma matéria feita pela Exame, os 150 funcionários podem escolher quando querem trabalhar presencialmente. A única exigência é que façam uma reserva por meio de um aplicativo.

Coworking é o novo escritório
Desde o início de junho de 2022, o escritório físico de São Paulo, por sua vez, está na unidade do WeWork da Vila Madalena e comporta 50 funcionários.

A parceria com o coworking também reforça a tendência que já havíamos comentado aqui, de empresas fecharem parceria com os espaços compartilhados para oferecerem aos funcionários o modelo de trabalho híbrido e, ao mesmo tempo, reduzirem custos.

Para você ter uma noção, em meio a pandemia de Covid-19, os espaços compartilhados tiveram, em média, 75% de queda no faturamento, segundo dados de uma pesquisa feita pela Newmark. No entanto, agora, com o modelo híbrido, o setor tem ganhado força. No ano passado, os coworkings somavam cerca de 1,6 mil unidades no Brasil, de acordo com o estudo.

+ Quer aprender sobre as transformações do RH? Clique aqui e conheça o Gestão Inovadora para RH's

POR QUE IMPORTA?

O modelo de trabalho híbrido tem sido adotado por muitas empresas, mas no caso da Hershey’s, oferecer o coworking para o presencial — e em formato de rodízio — pode ajudar a reduzir os custos e a movimentar o setor de escritórios compartilhados. Vale destacar também a mudança de perfil dos clientes de coworking: se antes era focado em empresas de pequeno e médio porte, hoje tem se tornado cada vez mais disputado por grandes empresas.

Quer saber como montar um escritório focado em reter talentos? A gente te conta aqui!

Gostou deste conteúdo? Deixa que a gente te avisa quando surgirem assuntos relacionados!


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Sabrina Bezerra é jornalista especializada em carreira e empreendedorismo. Tem experiência há mais de cinco anos em Nova Economia. Passou por veículos como Pequenas Empresas e Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS.

Leia o próximo artigo

newsletter

Start Seu dia:
A Newsletter do AGORA!