Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Petlove: como a startup que nasceu como petshop online virou sucesso

De petshop a ecossistema do universo pet no Brasil, conheça a história da empresa e seu modelo de gestão.

Petlove: como a startup que nasceu como petshop online virou sucesso

Marcio Waldman, fundador e CEO da Petlove (foto: divulgação/Petlove)

Por Belisa Frangione

A história da Petlove

A história da Petlove começou em 1988 quando o médico veterinário Marcio Waldman abriu uma clínica veterinária e loja de produtos pet na cidade de São Paulo. Para conseguir atender de maneira mais eficiente os clientes que se deslocavam até a clínica apenas para comprar produtos, criou, em 1999, a primeira versão do e-commerce que, atualmente, é o maior petshop online do mercado pet.

Em 2012, a PetSuperMarket (primeiro nome da empresa) se tornou Petlove, mudança que ajudou a deixar mais claro que o maior motivador da empresa é o amor pelos pets. 

Em 2018, a partir de diversas conversas com petlovers de todo o Brasil, a Petlove adotou um novo posicionamento de marca com o objetivo de transmitir melhor aquilo que acredita, além de estreitar o relacionamento com os clientes: pais e mães de pets. Hoje, são mais de 15 anos transformando o amor pelos bichinhos em inspiração para entregar alegria na casa de milhares de famílias.

Possui um portfólio com mais de 15 mil itens do universo pet, incluindo marcas próprias e exclusivas. A Petlove também foi a primeira empresa do segmento a lançar aplicativo para celular e serviço de assinatura que, entre outras comodidades e facilidades, oferece 10% de desconto em todos os produtos, chat online com veterinários e entregas para todo o país.

Em 2020, tornou-se provedora de tecnologia para o mercado pet brasileiro e já conta com cerca de 2500 parceiros, como médicos, clínicas e hospitais veterinários e petshops. Além disso, a empresa se uniu a DogHero para oferecer serviços de qualidade como Veterinário em Casa, Hospedagem e Pet Sitter. No mesmo ano, anunciou o recebimento de um aporte do fundo L. Catterton, grupo de private equity focado em negócios de consumo do mundo. 

Em abril de 2021, a Porto Seguro se tornou sócia da empresa. Com a transação, a seguradora passou a deter 13,5% de participação da startup e transferiu a Health for Pet — operação de seguros para pets da Porto Seguro — para a Petlove, com o nome de Porto.Pet.

Equipe da Petlove (foto: divulgação/Petlove)

O que a Petlove faz?

A Petlove é o maior ecossistema do universo pet do Brasil. Muito mais que um petshop online, a Petlove conta com as empresas VetSmart, Vetus e DogHero – cuja fusão de operações foi anunciada no ano passado. 

A sinergia das empresas do grupo atende todas as pontas da cadeia pet: mães e pais de pets; clínicas, hospitais e médicos veterinários; e petshops.

Como a Petlove inovou?

A Petlove é um e-commerce brasileiro que recebe 5,5 milhões de usuários por mês. 65% da receita da companhia vem da assinatura, na qual os tutores dos animais assinam pacotes para receber ração, vermífugos e outros produtos mensalmente.

A companhia fez um hackathon para criar um programa de indicação em que o indicado ganha 15% de desconto na primeira compra e quem indica recebe 20 reais. A startup também adquiriu a Vet Smart, um app para veterinários, para ajudar na prescrição de remédios e educação clínica continuada online. 

Já com o novo coronavírus, com a diminuição do movimento nos petshops, a Petlove criou um marketplace no qual qualquer petshop ou veterinário consegue se digitalizar em cinco minutos. É gratuito criar seu próprio canal online, utilizando o estoque e operação de entrega da Petlove e ganhando comissões das vendas realizadas. Quer saber como a empresa inovou? Assista essa aula gratuita com o fundador.

Escritório da Petlove (foto: divulgação/Petlove)

Por que a Petlove é case de sucesso?

Com a presença das empresas VetSmart, Vetus e DogHero no ecossistema do Grupo, a Petlove avançou na missão de se tornar a maior plataforma de produtos e serviços para os pets e suas famílias por meio da tecnologia. 

Ao lado de soluções para clínicas e hospitais veterinários, ampliou os benefícios para todos os elos da cadeia do mercado pet.

Como é a gestão na Petlove?

A Petlove atua em sistemas de economia colaborativa, seja por meio do projeto White Label, criado em 2020 para apoiar clínicas veterinárias, petshops de bairros e veterinários autônomos durante o período de isolamento social, ou por meio do trabalho com os heróis que atuam na plataforma DogHero. 

A criação da ferramenta white label permite a negócios de bairro de todo o Brasil vender produtos por meio da Petlove. 

Desde o seu lançamento, mais de 2500 estabelecimentos aderiram ao projeto. No caso dos heróis, o Grupo Petlove oferece a pessoas que amam pets uma possibilidade de complemento de renda ao receber animais de estimação ou ainda ser a principal fonte de renda de uma pessoa.

Petlove (foto: divulgação/Petlove)

O que a Petlove pode te ensinar?

A se reinventar em um momento de caos. No início da pandemia, a Petlove teve apenas algumas semanas para reorganizar seu negócio que, devido ao distanciamento social, viu seu número de pedidos crescer 20%, aproximadamente 6 mil pedidos por dia.

Investir na formação. Formado em medicina veterinária, Marcio Waldman resolveu cursar um MBA em gestão empresarial e conta que aprendeu na base da tentativa e erro.

Auxiliar um colega pode ser um bom negócio. Uma parte da estrutura tecnológica da Petlove vem da VetSmart, que tinha como intuito inicial auxiliar veterinários na venda de remédios prescritos através de um site, mas que hoje é um suporte para estabelecimentos que perderam até 80% do faturamento durante a pandemia, devido à interrupção de serviços como banho e tosa.

Ficha

Nome: Petlove

Ano de fundação: 1999

Origem: De um desejo antigo do CEO de construir um ecossistema que unisse veterinários e petshops

Valor de mercado: Não divulgado

CEOs: Marcio Waldman


Assuntos relacionados

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo