Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


"Idade não deveria ser um critério de contratação"

Neste episódio do Mulheres do Agora, Neivia Justa, jornalista e fundadora da Justa Causa, conta como as empresas podem promover um ambiente de trabalho mais diverso. Confira!

"Idade não deveria ser um critério de contratação"

Neivia Justa (Foto: divulgação)

, jornalista

30 min

4 out 2021

Atualizado: 3 jan 2023

Por Sabrina Bezerra

Você deve saber que a pandemia causada pelo coronavírus afetou muitas empresas. Para evitar a falência do negócio, algumas precisaram demitir parte de seus funcionários — muitos deles com mais de 50 anos. 

A consequência? Falta de diversidade dentro das companhias. De acordo com uma pesquisa, cerca de 67% das pessoas com mais de 50 anos foram demitidas durante a covid-19. 

Para Neivia Justa, jornalista, especialista em diversidade e empreendedora, isso é um risco para as empresas. Se não existe um time diverso, logo, não existem ideias, pensamentos e modo de trabalho diferentes. “Todas as gerações precisam estar dentro das empresas”, conta ela em entrevista ao podcast “Mulheres do Agora”.

Por exemplo, de acordo com Neivia, muitas companhias que trocaram um profissional sênior por um júnior durante a pandemia, não tiveram bons resultados. “Muitos dos mais jovens nunca passaram por uma crise. Não tem resiliência. Não porque são incompetentes, mas porque não têm tempo de vida e experiência suficiente para lidar com isso”, conta.

No episódio abaixo do “Mulheres do Agora”, a especialista conta como as empresas podem promover um ambiente de trabalho mais diverso, por que se tornou uma defensora da causa diversidade e um pouco de sua trajetória profissional. Confira:

O episódio também aborda os temas:

Preparamos uma formação Internacional de Impacto, que desenvolve habilidades, competências e perspectivas necessárias para uma Liderança Feminina Transformadora, em posições estratégicas de mercados altamente competitivos. Conheça o Women's Leadership Program.

Banner Women's Leadership Program StartSe


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Jornalista especializada em carreira, empreendedorismo e inovação. Formada em jornalismo pela FMU e pós-graduada em marketing pelo Senac, atua na área de negócios há quatro anos. Passou por veículos como Pequenas Empresas e Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS.

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo