Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Google cobra mais produtividade dos funcionários

Big tech lançou a campanha "Simplicity Sprint" para coletar feedbacks de como melhorar a eficiência. Entenda a estratégia!

Google cobra mais produtividade dos funcionários

Logo corporativo do Google do lado de fora de seus escritórios na Alemanha (Foto: Sean Gallup / Equipe via Getty Images)

, jornalista

7 min

1 ago 2022

Atualizado: 15 dez 2022

Por Sabrina Bezerra

A produtividade dos funcionários do Google não está dentro do esperado. Foi o que disse Sundar Pichai, CEO do da big tech, para os mais de 174 mil colaboradores.

“Há preocupações reais de que nossa produtividade — mesmo com o número de trabalhadores que temos hoje — não está onde deveria”, disse o executivo na reunião geral da Alphabet, dona do Google, realizada na última quarta-feira.

O alerta surge depois da apresentação do resultado da empresa que, pelo segundo trimestre consecutivo, apresentou números de receita e lucro mais fracos do que o esperado.

Para você ter uma ideia, o crescimento da receita desacelerou 13% no trimestre, comparado com o crescimento de 62% no ano passado, quando a big tech estava apresentando bons resultados no pós-pandemia e os gastos do consumidor estavam em alta.

Mas longe de ser algo particular da companhia. Outras empresas de tecnologia enfrentam uma nova realidade em suas portas: com o mercado desacelerando, congelamento de vagas e demissões em massa se tornaram comuns para manter a sobrevivência e alcançar bons números.

“Está claro que nós estamos enfrentando um contexto macro desafiador com mais incerteza pela frente”, afirma Pichai.

GOOGLE NÃO VAI DEMITIR FUNCIONÁRIOS?

No entanto, no caso do Google, ao menos por ora, Fiona Cicconi, chefe de RH, da big tech descartou demissões. “Atualmente, a empresa não pretende reduzir a força de trabalho geral do Google”, afirma. Mas enfatizou a importância de mais eficiência no trabalho.

Fiona também disse que entende a ansiedade que os funcionários podem sentir [com o receio de demissão], mas ela pediu para lembrar que este ainda é o maior ano de contratações da história da empresa.

A título de comparação, no segundo trimestre de 2022, a Alphabet disse que o número de funcionários aumentou 21% em comparação com o ano passado.

Sundar Pichai, CEO do Google, vestindo terno preto e gravata azul (Foto: Anna Moneymaker / Equipe via Getty Images)

COMO MELHORAR O FOCO E A PRODUTIVIDADE NO GOOGLE?

Como solução, a empresa de tecnologia lançou o “Simplicity Sprint”. Trata-se de uma campanha de pesquisa interna em que os funcionários levam ideias de como melhorar o foco e a produtividade. O deadline de resposta é 15 de agosto.

O objetivo é encontrar boas ideias e melhorar o resultado o mais rápido possível. Algumas perguntas que a CNBC teve acesso são:

  • O que ajudaria você a trabalhar com maior clareza e eficiência para atender nossos usuários e clientes?
  • Como eliminar o desperdício de tempo e nos mantermos empreendedores e focados?

“Vamos criar juntos uma cultura mais focada na missão, mais focada em nossos produtos, mais focada no cliente. Devemos pensar em como podemos minimizar as distrações e realmente elevar o nível da excelência e da produtividade”, diz Pichai.

POR QUE IMPORTA?

O assunto demissão é sempre motivo de tensão nas empresas, principalmente quando o resultado do trimestre fica abaixo do esperado. No caso do Google, a big tech optou pela transparência. Disse que os resultados não saíram como esperado, porém, para mudar o cenário, o objetivo — ao contrário do que tem acontecido em muitas empresas de tecnologia — não é demitir em massa. Mas, sim, o time deve encontrar novas maneiras de focar e ser mais produtivo para alavancar o resultado. Não à toa criaram o “Simplicity Sprint”, em que a ideia é ouvir todas as opiniões. Vale lembrar que transparência e cuidado com profissionais é um dos pilares do ESG.

+ Caso você queira saber mais sobre ESG, participe desse encontro de executivos que sai do discurso para o domínio das práticas sociais, ambientais e de governança que impactam a sua companhia.


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Jornalista especializada em carreira, empreendedorismo e inovação. Formada em jornalismo pela FMU e pós-graduada em marketing pelo Senac, atua na área de negócios há quatro anos. Passou por veículos como Pequenas Empresas e Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS.

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo