Sou Aluno
Formações
Imersões
Eventos
Tools
Artigos
Sobre Nós
Para Empresas

Trabalhar fora do expediente sabota a sua própria produtividade (e a do seu time)?

Os colaboradores que conseguem se desconectar aos finais de semana tem uma tendência a apresentar desempenho 20% maior. Entenda!

Trabalhar fora do expediente sabota a sua própria produtividade (e a do seu time)?

(Foto: Cecilie_Arcurs via Getty Images)

, Jornalista

7 min

27 dez 2023

Atualizado: 27 dez 2023

newsletter

Start Seu dia:
A Newsletter do AGORA!

Já foi o tempo que um profissional mostrava a sua produtividade por meio das horas de dedicação.

  • Trabalhar em uma jornada de 12 ou 14 horas foi símbolo de status por muitas décadas. 

Atualmente, o efeito é contrário. E isso não é achismo. Quem se sente obrigado a trabalhar após o expediente, tende a ser menos produtivo, segundo dados do Slack Workplace Lab. 

  • Os colaboradores que conseguem se desconectar aos finais de dia de trabalho registram índices de produtividade 20% maiores do que aqueles que se sentem obrigados a trabalhar fora do expediente.

+ A StartSe descobriu diversas aplicações práticas da AI para melhorar a eficiência e a produtividade das lideranças. Confira no AI For Leaders!


Por quê?

Isso porque o cérebro precisa descansar, no sentido literal e no sentido figurado. 

Para você ter uma ideia, o sono permite que as conexões cerebrais memorizem todo o processo vivido durante o dia enquanto descansa os outros órgãos do corpo. 

O lazer, por sua vez, oxigena a mente construindo mais bem-estar e permitindo que insights e parcerias aconteçam.

Geração Z

Outro ponto de grande influência é a Geração Z, a geração que declaradamente quer equilibrar trabalho e qualidade de vida. 

Os seres humanos não querem ascender verticalmente na profissão, mas sim conectarem-se a outras vivências pessoais. 

  • De acordo com uma pesquisa da Gallup, 50% da força de trabalho dos Estados Unidos declara fazer um esforço mínimo. 
     
  • Entre as suas ambições, passar mais tempo com a família, ter saúde (física e mental) e viajar. Não há nenhuma conexão com o trabalho nas primeiras opções. 

O que fazer?

“Identificar e nutrir o potencial dentro da equipe, oferecendo oportunidades de desenvolvimento e crescimento personalizados, é um aspecto chave, especialmente porque as gerações mais jovens tendem a valorizar o desenvolvimento profissional contínuo”, Fábio Salomon, Sócio da BRAVA Executive Search. 


Qual a média de tempo de trabalho?

E quanto tempo é possível ter atenção total? A pesquisa do Slack também tentou resolver esta equação. 

  • Segundo os entrevistados do setor administrativo, entre os mais de 10 mil participantes, acreditam que, em média, quatro horas da jornada seriam o tempo considerado ideal para um trabalho altamente produtivo, sem contar o tempo de reunião. 


Aliás, as reuniões foram um dos pontos de alerta levantados. Um número excessivo de reuniões ou de longa duração podem ser prejudiciais para a saúde da jornada como um todo. 

Sinais de desconexão, cansaço, distração e até ações displicentes acabam sendo recorrentes. Por isso, é importante certificar-se da importância da reunião e otimizar o tempo das equipes para que a performance dos colaboradores não seja afetada.

“Prefere-se um ambiente de trabalho colaborativo e menos hierárquico, onde as ideias possam ser compartilhadas livremente e onde haja um espírito de equipe”, diz Salomon.

Thumbnail do vídeo

4 dicas para aumentar a produtividade

1 - Seja uma liderança participativa

Ser uma liderança participativa e atenta aos seus interesses e dos colaboradores, pensando, inclusive na divisão de tarefas. Se for necessário, faça uma revisão.

2 - Ofereça flexibilidade

Flexibilizar, sempre que possível, horários, formatos de trabalho. Afinal, cada um tem uma rotina e formas de organizar as tarefas e isso pode ser muito benéfico para a produtividade e bem-estar geral.

3 - Ofereça prazos realistas

Trabalhar com prazos realistas. Estar atento em pontos de dificuldade e orientar o time a pedir ajuda evita retrabalhos. 

4 - Use ferramentas de inteligência artificial

As ferramentas de IA podem ajudar a automatizar tarefas, melhorar a tomada de decisões e fornecer insights valiosos.

Por que importa?

Há uma pesquisa recente da OMS (Organização Mundial da Saúde), que aponta a ligação de jornadas longas de trabalho com aumento de riscos de doenças de saúde. De acordo com o estudo, colaboradores que dedicam mais 55 horas semanais têm risco maior de 35% de ter um AVC e 17% de ter doenças cardíacas. 

Assim, crie uma rotina para você e para o time que evite jornada excessiva de trabalho. Saiba mais aqui!

Leitura recomendada

Conheça o xBA, formação Executiva de Alto Impacto para você aprender diretamente com experts internacionais do Vale do Silício e Europa nas principais empresas da atualidade os conceitos e aplicações de um Gestão Exponencial de Alta Performance. Confira!

Para empresas

Transforme conhecimento em resultado. Com os experts da StartSe você encontra o assunto certo  e o formato ideal para abrir o novo capítulo de aprendizado e prática na sua empresa. Saiba mais!

Gostou deste conteúdo? Deixa que a gente te avisa quando surgirem assuntos relacionados!


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Simone Coelho é jornalista com especialização em roteiro e storytelling. Começou a sua carreria no mercado editorial escrevendo sobre temas variados, mas durante anos trabalhou também no mercado empresarial, com a construção de conteúdos segmentados e treinamentos. Hoje, divide o seu tempo entre os dois cenários e segue apaixonada pela escrita.

Leia o próximo artigo

newsletter

Start Seu dia:
A Newsletter do AGORA!