Ford anuncia compra de robôs inteligentes para explorar entregas autônomas

Com o Digit, a companhia espera coletar dados, aprimorar sua logística interna e realizar entregas com empresas parceiras

Isabella Carvalho

Por Isabella Carvalho

6 de janeiro de 2020 às 15:01 - Atualizado há 2 meses

Ford

Em breve, a Ford terá novos ajudantes em sua área de logística. A companhia divulgou, nesta segunda-feira (6), a compra de dois robôs Digit produzidos pela startup Agility Robotics. Com a aquisição, a montadora espera explorar novas maneiras de integrar tecnologias avançadas com operadores humanos, trazendo eficiência para diversos processos.

Anunciado em fevereiro de 2019, o Digit tem tamanho e formato semelhante ao corpo humano. Equipado com câmeras, sensores LIDAR (os mesmos utilizados por carros autônomos) e algoritmos de inteligência artificial, ele é capaz de transportar caixas de até 18kg enquanto caminha de pé. Com “articulações”, o robô pode subir e descer escadas e andar em superfícies irregulares. 

Segundo a Agility Robotics, o Digit pode ser usado para transporte em armazéns, carga e descarga de mercadorias e outras funções. Além do uso para logística interna, a Ford espera conectar os robôs, futuramente, com serviços autônomos de entrega realizados em parceria com outras empresas — como o Walmart. Na prática, a companhia planeja usar o Digit nas rotas finais (ou last mile).

“À medida em que o varejo online continua crescendo, acreditamos que os robôs ajudarão nossos clientes comerciais a construir negócios mais fortes, tornando as entregas mais eficientes e acessíveis para todos nós”, disse Ken Washington, diretor de tecnologia da Ford, em um comunicado.

Os testes com os robôs devem começar no primeiro trimestre de 2020. “O Digit representa um marco importante para a Agility”, disse Damion Shelton, CEO da startup. “Pela primeira vez, um robô humanoide completo – com recursos de mobilidade e manipulação – estará disponível para clientes em uma ampla variedade de indústrias, internas e externas. Estamos ansiosos para mostrar nosso trabalho em tarefas de logística e não logística nos próximos meses.”