Sou Aluno
Formações
Imersões
Eventos
Tools
Artigos
Sobre Nós
Para Empresas

Conheça 10 profissões inusitadas para trabalhar com ChatGPT

Estudo feito pela consultoria PageGroup mostra as profissões que prometem aquecer o mercado de Inteligência Artificial. Confira!

Conheça 10 profissões inusitadas para trabalhar com ChatGPT

Trabalho (Foto: milan2099 via getty Images)

, jornalista

13 min

27 mar 2023

Atualizado: 19 mai 2023

newsletter

Start Seu dia:
A Newsletter do AGORA!

Você não vai perder o seu trabalho para a inteligência artificial, mas sim para quem sabe usar a tecnologia. Tenho visto essa frase com frequência, e concordo. Em uma aula do Cristiano Kruel, sócio e chefe de inovação da StartSe, ele disse que não saber usar a IA será como não saber enviar um e-mail. A analogia faz sentido à medida que a tecnologia avança ― impulsionada principalmente pela chegada do ChatGPT.

“A rápida adesão de usuários a essa ferramenta [ChatGPT] tem provocado interesse por parte das empresas para implantação de sistemas de Inteligência Artificial. Isso pode impactar diretamente o mercado de tecnologia com o aumento da procura por profissionais especializados na área, que possam atuar no desenvolvimento desses softwares e saibam lidar com linguagens de programação”, diz Lucas Oggiam, diretor-executivo do PageGroup, em comunicado enviado à StartSe.

Tudo indica que o ChatGPT tornará o ambiente virtual totalmente novo e favorável a novas oportunidades de trabalho”, completa.

Assim, já era de se esperar as profissões que prometem aquecer o mercado de Inteligência Artificial. Confira quais são com base no estudo feito pelo PageGroup:

Qual profissão trabalha com inteligência artificial?

1 - Gerente de Chatbot 

O que faz: atua na gerência e no monitoramento da conversação entre o chatbot e o usuário. É responsável pela coleta, análise e melhoria contínua dos dados a fim de aperfeiçoar a experiência do usuário.

Habilidades necessárias: conhecimento técnico em Inteligência Artificial, machine learning e processamento de linguagem natural, experiência em gerenciamento de projetos e boa comunicação.

2 - Desenvolvedor de chatbot 

O que faz: responsável por criar, projetar e implementar chatbots para diversos fins. Trabalha na criação de algoritmos de IA para reconhecer corretamente as intenções dos usuários; na integração dos serviços como APIs, armazenamento de dados e interfaces de usuário; em testes para garantir a segurança, performance e qualidade do conteúdo; e na manutenção regular.

Habilidades necessárias: conhecimento em linguagens de programação (Java, Python, Ruby, entre outras), experiência em desenvolvimento de software e habilidade para entender as necessidades do usuário.

3 - Técnico de Chatbot 

O que faz: realiza ajustes e a manutenção dos robôs de conversação. Geralmente desenvolve o diálogo do robô, programa suas respostas e ajuda a certificar que a ferramenta responde de forma apropriada as mensagens do usuário.

Habilidades necessárias: conhecimento em tecnologias relacionadas a chatbots (machine learning, IA e processamento de linguagem natural), habilidades em programação, ser curioso e criativo.

4 - Analista de Chatbot 

O que faz: responsável por configurar e melhorar sistemas de chatbot para aprimorar a experiência do usuário. Também é encarregado pela análise dos dados gerados pelo chatbot para criar relatórios e detectar oportunidades de melhoria.

Habilidades necessárias: conhecimento técnico em programação e desenvolvimento de chatbots, habilidade para analisar dados dos usuários e identificar padrões para melhorar a experiência do chatbot.


5 - Especialista em Inteligência Artificial 

O que faz: desenvolve soluções para aprimorar a capacidade da máquina de aprender e raciocinar com autonomia. Cria, treina e testa sistemas de Inteligência Artificial para resolver problemas complexos. Sua atuação também envolve a concepção de algoritmos, modelos, protótipos e sistemas inteligentes, além do acompanhamento do progresso dos projetos e desenvolvimento de planos de atualização ou otimização dos sistemas.

Habilidades necessárias: conhecimento avançado em linguagem de programação (Python, R, Java, JavaScript), habilidades em matemática, estatística, algoritmos e estruturas de dados.

6 - Designer de experiência do usuário de Chatbot (UX Designer) 

O que faz: responsável por desenvolver soluções que melhorem a experiência dos usuários e ajudem os clientes a encontrar a informação que procuram de forma fácil e clara, o que inclui navegação intuitiva, fluxos de conversa claros, recursos visuais e jogos.

Habilidades necessárias: conhecimento em design thinking, capacidade de identificar as necessidades e expectativas dos usuários do chatbot através de métodos de pesquisa e análise de dados.

7 - Consultor de Chatbot 

O que faz: ajuda os clientes a desenvolver, implementar e gerenciar bots de chat inteligentes para melhorar a experiência do usuário. Trabalha diretamente com o cliente para compreender suas necessidades, desenvolver processos eficazes e propor soluções para problemas específicos.

Habilidades necessárias: conhecimento profundo das ferramentas e tecnologias necessárias para construir e manter chatbots, capacidade de análise e resolução de problemas.

8 - Engenheiro de Dados para Chatbot 

O que faz: trabalha na construção e manutenção de algoritmos e bases de dados que permitem ao chatbot responder as perguntas do usuário. Cria modelos de aprendizado de máquina para otimizar o comportamento do chatbot e melhorar a experiência do usuário. Também extraem, filtram, limpam e treinam dados para chatbots 

Habilidades necessárias: conhecimentos em Modelagem de Dados, APIs e integrações, além de experiência em linguagens de programação.

9 - Desenvolvedor de Modelos de Aprendizado de Máquina para Chatbot 

 O que faz: cria algoritmos que permitem que os chatbots reconheçam e compreendam o contexto do diálogo entre usuários e robôs. Também é responsável por programar o chatbot para ajustar suas respostas às necessidades de informação dos usuários.

Habilidades necessárias: conhecimento em programação e experiência em Python ou R, estatística e matemática, ciência da computação e engenharia de dados.

10 - Pesquisador de Chatbot 

O que faz: responsável por desenvolver e aprimorar os bots existentes, abrangendo coleta de dados, criação de estratégias para interação, estudo das melhores práticas do setor, aplicação de sistemas de Inteligência Artificial, além de avaliação das respostas e comportamentos do bot. Sua missão é criar um software interativo intuitivo que proporcione experiências agradáveis e relevantes aos usuários.

Habilidades necessárias: conhecimento técnico sólido em áreas como Inteligência Artificial, machine learning e linguagem computacional, habilidades analíticas, comunicação clara e didática.  

Por que importa?

À medida que as empresas adotam a Inteligência Artificial, há uma crescente demanda por profissionais que possam criar, desenvolver e gerenciar essas soluções. Assim, é importante entender quais são as profissões que prometem aquecer o mercado para você ficar um passo à frente.

Afinal, uma pesquisa da Gartner 2022 AI in Organizations descobriu que 80% dos executivos acreditam que a automação pode ser aplicada a qualquer decisão de negócios. Além disso, o estudo mostrou como as organizações estão avançando no uso da IA ​​como parte de sua estratégia de automação de longo prazo e estima que o valor comercial da inteligência artificial ​​chegará a US$ 5,1 bilhões até 2025.

Curso AI for Leaders StartSe

Leitura recomendada 

O que estudar para aprender Inteligência Artificial?

Falando em ficar um passo à frente, a StartSe criou o curso AI For Leaders, para conduzir você e sua empresa a essa nova realidade e extrair o máximo de sua potência. Confira aqui!

Gostou deste conteúdo? Deixa que a gente te avisa quando surgirem assuntos relacionados!


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Sabrina Bezerra é jornalista especializada em carreira e empreendedorismo. Tem experiência há mais de cinco anos em Nova Economia. Passou por veículos como Pequenas Empresas e Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS.

Leia o próximo artigo

newsletter

Start Seu dia:
A Newsletter do AGORA!