Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Por que o Cabify deixou o Brasil?

Entenda o motivo de encerramento das operações no país.

Por que o Cabify deixou o Brasil?

Cabify (foto: divulgação)

, jornalista

4 min

23 abr 2021

Atualizado: 4 jan 2023

Por Sabrina Bezerra

Cerca de cinco anos depois de chegar ao Brasil, o Cabify — aplicativo de mobilidade — encerrou suas operações no país em junho de 2021.

"Com tristeza comunicamos que este será o último mês que nos moveremos pelas cidades do Brasil. A partir do dia 14 de junho deixaremos de transportá-los de Cabify", disse a empresa em post no Facebook.

Em comunicado oficial enviado à StartSe, a empresa disse que o motivo é o impacto negativo causado pela crise do coronavírus. “A empresa de mobilidade ressalta que o mercado brasileiro ainda é muito afetado pela grave situação sanitária do país e pela crise sócio-econômica local causada pela covid. Este contexto dificulta a criação de valor e tem levado a empresa a parar sua operação no Brasil”.

No entanto, a empresa destacou que, a operação continuará em todas “as cidades da América Latina e da Espanha onde Cabify está presente”, pois “mostram bons índices de recuperação em comparação com o nível de atividade anterior à pandemia e, em média, a demanda global de viagens da Cabify se recuperou em 75% até o final de 2020. Além disso, em alguns mercados, 100% da demanda foi reativada durante os primeiros meses de 2021”.

App Cabify (foto: divulgação)

Cabify, Uber e 99

Foi em 2016 que o Cabify — startup espanhola — chegou ao Brasil para competir num mercado em que Uber e 99 estavam em explosão. No ano seguinte, ela comprou a Easy Taxi no país. Embora estivesse presente nas cidades de Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Santos e São Paulo, o Cabify não ganhou destaque. As taxas — muitas vezes — superiores às cobradas pelas concorrentes inibiram o crescimento — e o impacto foi ainda maior com a chegada da pandemia de coronavírus.

MERCADO DE APPS DE MOBILIDADE 

Sem dúvida, o mercado de aplicativos de mobilidade foi um dos mais afetados pela crise causada pelo coronavírus. Não à toa: com as regras de isolamento social, houve queda dos usuários do app. No pico da covid-19, por exemplo, os negócios de mobilidade do Uber reduziram entre 80% e 90%. A 99táxi teve queda de mais de 70%. No entanto, para driblar a crise, as empresas apostaram no mercado de delivery e de fintechs. 

 

Sua empresa está realmente preparada para disputar espaço com as empresas que já nasceram ou se tornaram digitais? Conheça o programa Transformação Digital para Empresas e construa seu plano de Transformação Digital para o próximo trimestre - antes de você gastar dinheiro com Tecnologia.


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Jornalista especializada em carreira, empreendedorismo e inovação. Formada em jornalismo pela FMU e pós-graduada em marketing pelo Senac, atua na área de negócios há quatro anos. Passou por veículos como Pequenas Empresas e Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS.

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo