Walmart e Google fazem parceria para compras com dispositivos de voz

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

3 de abril de 2019 às 15:10 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

“Ok Google, fale com o Walmart”. Essa é a frase que os compradores falarão para adicionar produtos à lista de compras no Walmart através do Google Assistente, serviço de voz com inteligência artificial do Google.

A ideia é que, ao invés de ir anotando na lista da geladeira os produtos que devem ser comprados no supermercado, os usuários possam utilizar comandos de voz pelo Google Assistente para adicioná-los na lista. Depois, eles podem buscar utilizar a lista para comprar online ou para usar o serviço de “pick-up”. Nesse serviço, as compras são realizadas por funcionários do próprio Walmart e apenas retiradas no estacionamento pelos clientes.

A ferramenta é chamada de “Walmart Voice Order” e estará disponível em todos os dispositivos que aceitam o Google Assistente. Dessa forma, é possível utilizar a função desde nos smart speakers do Google até em smartphones Android, iPhones e smartwatches.

Os usuários poderão falar apenas para o Google Assistente adicionar “leite” à lista que o assistente buscará o histórico do usuário para adicionar a marca preferida com base nas compras anteriores. “Quanto mais você utilizar, melhor o serviço irá ficar”, disse Tom Ward, vice-presidente sênior de operações digitais do Walmart nos Estados Unidos. A novidade começará a ser disponibilizada aos clientes do Walmart nos Estados Unidos nas próximas semanas.

A concorrência com a Amazon

Com a novidade, o Walmart aumenta ainda mais sua competição com a Amazon. Isso porque a varejista criada por Jeff Bezos possui iniciativas semelhantes através da Alexa, sua assistente de voz. Diferente do Walmart, que possui apenas o supermercado, a Amazon possui os três agentes para as compras por voz acontecerem: o hardware (com Amazon Echo), a assistente e o Whole Foods.

No entanto, a competição não deverá ficar apenas entre Walmart x Amazon. A tecnologia de voz está começando a ser cada vez mais explorada, a exemplos do Starbucks e até de redes de hotéis. Leia o nosso Especial sobre Voz e entenda porque essa tendência veio para ficar.