Hacker invade câmera de segurança Amazon Ring e conversa com criança

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

18 de dezembro de 2019 às 07:52 - Atualizado há 9 meses

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Uma câmera de vigilância da Ring, empresa comprada pela Amazon, foi invadida por um hacker. Ele acessou as imagens e conseguiu se comunicar com uma criança de oito anos em seu próprio quarto. A família é de Mississippi, nos Estados Unidos.

O primeiro indício de que alguém havia invadido o sistema de vigilância foi a reprodução de uma música no quarto. O aplicativo da Ring permite que os usuários se comuniquem através da câmera. A criança questiona “Quem é?” e uma voz responde: “O seu melhor amigo”.

O hacker ainda afirma que é o “Papai Noel” e incentiva que a criança quebre objetos no quarto. A criança grita, chamando pela mãe, e o pai aparece para verificar o que estava acontecendo. Assista ao vídeo.

De acordo com a WMC, afiliada da CNN que recebeu o vídeo, a família havia comprado a câmera há quatro dias, na Black Friday. A compra foi recomendação de uma amiga. Em resposta, a Ring afirmou que a invasão não foi uma falha de segurança da empresa, mas de uma possível vulnerabilidade na autenticação de login e senha da família.

“Devido ao fato que os clientes frequentemente usem o mesmo usuário e senha para várias contas e inscrições, más influências reutilizam as informações roubadas ou vazadas de um serviço em outras plataformas. Como uma precaução, nós recomendamos abertamente que todos os usuários da Ring habilitem a autenticação de dois fatores em suas contas, adicionem usuários compartilhados (ao invés de compartilhar as informações de login), usem senhas fortes e mudem suas senhas regularmente”, disse um porta-voz da Ring ao WMC.