Softbank cria fundo de US$ 108 bilhões com Apple e Microsoft como investidores

O Softbank, um dos maiores investidores do mundo, cria o Vision Fund 2 para investir em startups - agora com o auxílio de grandes empresas de tecnologia

0
shares

Um dos maiores investidores do mundo, o Softbank, anunciou nesta sexta-feira (26) a criação de um novo fundo. O grupo criou o Softbank Vision Fund 2, focado em inteligência artificial. A iniciativa conta com participação de grandes empresas de tecnologia como Apple, Microsoft, entre outras.

O venture capital número 2 possui o capital ainda maior do que o primeiro, que conta com US$ 100 bilhões. O Vision Fund foi responsável por aportes em empresas como WeWork, Creditas, Gympass, Loggi, Cruise (divisão de carros autônomos da General Motors), entre outras. O investidor é responsável por uma mudança na dinâmica de investimentos em startups e é comandado pelo bilionário japonês Masayoshi Son (em destaque).

Enquanto o Vision Fund possui uma grande participação de capital de investidores da Arábia Saudita, de acordo com documento de anúncio da empresa, a expectativa é que a maioria dos investidores que compõem o Vision Fund 2 sejam gigantes de tecnologia, como Apple e Microsoft. Essa mudança pode trazer grande impacto para startups, que passarão a ter participação de empresas estabelecidas no setor. No entanto, este cenário é passível de mudanças, já que o Softbank ainda não fechou negócio com todos os possíveis investidores.

Além do Vision Fund 2, o Softbank criou, neste ano, o Latin America Fund (antes chamado de Innovation Fund), focado em startups da América Latina. Além das empresas já citadas, o fundo japonês já investiu na colombiana Rappi e há expectativas de que possa apostar no Nubank.

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários