Conheça a Transsion, empresa que vende smartphones de US$ 15 e é líder na África

Fabricante chinesa supera concorrência da Samsung e Huawei e mira mercados emergentes com produtos de baixo custo, personalizados para o público-alvo

0
shares

A fabricante chinesa Transsion é a criadora das linhas de smartphones Tecno, Itel e Infinix. A empresa tem em seu portfólio produtos como o Phantom 9, o Camon 11 e o P33. Além, é claro, do sistema operacional TRANSSION OS, que é baseado na plataforma do Android.

É provável que todos estes nomes sejam novidades para você. Apesar de pouco conhecida no continente americano, na Europa e até na China, sua terra natal, a Transsion é, desde 2017, a maior vendedora de smartphones na África. Além disso, a empresa é também a quarta maior exportadora de celulares do mundo, apenas atrás da Samsung, Huawei e Apple.

Segundo levantamento da consultoria IDC, a fabricante chinesa conta com 34% do mercado de smartphones no continente africano, seguido pela Samsung, com 23%. A Transsion tem dispositivos com preço a partir de US$ 15, sendo que o valor médio de seus produtos é de US$ 96. Em comparação, os celulares da Huawei custam em média US$ 176 e os da Samsung US$ 235, na África.

O Itel It6910 custa cerca de US$ 20 na Nigéria. O Itel It6910 custa cerca de US$ 20 na Nigéria.

No entanto, a estratégia de mercado no continente não fica restrita ao baixo custo. Pesquisas sobre o comportamento do consumidor da África ajudaram a empresa a desenvolver produtos personalizados para esta demanda, com espaço para mais de um chip, baterias de longa duração e câmeras otimizadas para tons de peles escuras.

Transsion em crescimento

A Transsion tem sua sede em Shenzhen, capital mundial de indústrias de hardware, mas já montou fábricas para produzir smartphones na Etiópia e em Bangladesh. A empresa conta com mais de 1.500 colaboradores na área de pesquisa e desenvolvimento, em centros especializados para este fim na sede e também em Xangai.

Não é só hardware: a Transsion já desenvolve softwares pensando em seu público consumidor de países emergentes. Por exemplo, o serviço de streaming de músicas Boomplay Music é líder do segmento no Quênia, na Tanzânia e na Nigéria.

Em março deste ano, a Transsion fez um pedido para sua oferta pública inicial de ações na bolsa de tecnologia de Xangai. Segundo a consultoria Kapronasia, a empresa espera levantar ao menos US$ 80 milhões com o IPO.

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários