Internet Conversacional: dados e soluções para profissionais de tecnologia

Conteúdo Patrocinado

Por Conteúdo Patrocinado

26 de outubro de 2020 às 12:34 - Atualizado há 1 mês

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

*Por Sérgio Passos, cofundador da Take

Internet conversacional: entenda o conceito e sua importância

É fato: hoje nós já incorporamos a tecnologia em todos os âmbitos da nossa vida. Dessa forma, facilitamos processos que anteriormente eram burocráticos e/ou demorados, como pagar contas, comprar serviços, sanar dúvidas, emitir segundas vias, etc.

Por isso, nós ficamos dispostos de uma internet conversacional. Mas, de fato, o que isso significa? Bom, como a demanda dos usuários passaram por transformações, todo o ecossistema da worldwide web também teve que se adaptar, oferecendo produtos cuja a experiência do cliente apareça em primeiro lugar.

As empresas de tecnologia, então, começaram a criar aplicativos com interfaces de conversação prontos para realizar tarefas complexas. A maior finalidade é criar uma interação efetiva e focada em conversões, dessa forma, a jornada do cliente até o seu “alvo final” torna-se muito mais agradável.

A internet conversacional também permite ao usuário a possibilidade de receber atendimento quase instantâneo. Somando a esse fator, ela também tem a capacidade de aprender a partir da própria interação com os consumidores, por meio das informações sobre os serviços e produtos da empresa.

Atualmente os chatbots se destacam como grandes protagonistas dentro da internet conversacional. Para contextualizar, esses “robôs” podem ser definidos como um software capaz de conversar com usuários de forma natural.

Alguns chatbots são mais simples e funcionam a partir de comandos previamente determinados, utilizando apenas algumas respostas padrões. Porém, já há no mercado chatbots sofisticados e com alto poder de automatização que são baseados em Inteligência Artificial.

As vantagens que rodeiam a utilização de chatbots e da aplicação da internet conversacional são inúmeras. Por exemplo, um atendimento em tempo real com a ajuda de bots pode diminuir em 30% a demanda de atendimento via e-mail ou dos formulários de “fale conosco”.

Além disso, essa é uma das melhores formas de identificar e solucionar dúvidas pontuais dos prospects. Com chatbots, 74% das dúvidas dos clientes são respondidas em dois minutos ou menos.

Por agora, podemos afirmar com propriedade que a internet conversacional, por meio da utilização de IA, busca: fidelizar clientes, gerar maior produtividade dentro das empresas, reduzir o tempo de procura/compra dos usuários e otimizar a comunicação entre negócios-usuários finais.

O impacto da crescente de apps de mensagem na vida dos brasileiros

A influência das redes sociais na vida do brasileiro é imensa. Isso é resultado da boa aceitação desses meios de comunicação, seja para tratar de trabalho ou enviar mensagens para entes queridos.

O Brasil, inclusive, é um alto consumidor dessas plataformas. De acordo com um relatório divulgado pelo portal Digital in 2019, nosso país ficou em segundo no ranking de tempo gasto nesse tipo de site, com uma média diária de 3h34 online. No ranking, nós perdemos apenas para as Filipinas.

Mas, acredite, esses números não são tão surpreendentes. Em um país com quase 210 milhões de habitantes, mais de 116 milhões de brasileiros possuem acesso à internet, de acordo com o IBGE.

Essa popularização das redes sociais é causada, principalmente, pela grande quantidade de smartphones ativos no Brasil – mais de 220 milhões, de acordo com a Fundação Getúlio Vargas. Com preços cada vez mais competitivos, esses aparelhos com acesso à internet ganharam o gosto de toda a população, independente da classe social.

Ainda de acordo com o portal Digital in 2019, essas são as redes sociais mais acessadas pelos brasileiros:

No entanto, precisamos citar o WhatsApp como app principal. O mensageiro já é maior opção dos brasileiros para enviar mensagens instantâneas. Além das famosas mensagens de “bom dia”, atualmente é possível contactar empresas de diversos ramos, solicitando serviços e sanando dúvidas.

Para se ter uma ideia da sua proporção, de acordo com o site Mobile Time o aplicativo de mensagens está instalado em 99% dos smartphones ativos no Brasil. Um número mais que impressionante, correto?

Abertura de APIs para redes sociais: aprimorando ainda mais a experiência do usuário

As bem conhecidas APIs (Application Programming Interface, ou Interface de Programação de Aplicativos) possibilitam a integração, acesso e conversação entre duas ou mais plataformas. Para tanto, é necessário que sejam aberto um conjunto de padrões de programação para a integração ocorrer.

Essa abertura, inclusive, já é algo bem visado pelo mercado. De acordo com uma pesquisa realizada pela Sensedia, 57% das grandes empresas e 80% das médias esperam que APIs possam expandir a oferta de valor de produtos e serviços.

Mas qual seria a sua utilidade nas redes sociais? O principal foco seria expandir as possibilidades dos usuários, oferecendo atendimento de qualidade e uma entrega de serviços escalável e interessante para os seus clientes.

Por serem aplicativos que se comunicam entre si, uma empresa pode solicitar o WhatsApp Business API, por exemplo, para automatizar conversas.

A Take possui uma solução exclusiva que conecta distintas APIs, o BLiP! A plataforma possui como principal função a gestão e evolução de chatbot para empresas. Essa integração do WhatsApp API funciona basicamente da mesma forma como já ocorre com outros canais, como o Telegram e o Facebook Messenger.

Contato inteligente: entenda qual é o seu potencial

Quando foi a última vez que você ligou para uma empresa? Ou precisou resolver algum problema
através da ajuda de algum ou alguma representante?

Os contatos inteligentes são uma evolução da comunicação entre marcas e pessoas, com a qual é possível unir o poder da automação (chatbot) ao atendimento humano, trazendo não apenas uma opção para manter um relacionamento próximo aos clientes, mas também abrindo a possibilidade de escalar experiências.

Além disso, os contatos inteligentes permitem a integração a ferramentas de analytics, growth, pagamento, entre outras, o que possibilita que o contato da empresa com seus clientes evolua sempre.

Quando as empresas conseguirem criar uma proposta de valor somada a uma boa automação através das mensagens, elas vão conseguir tangibilizar todo o poder da mensageria através dos contatos inteligentes.

Não significa apenas automatizar conversas ou oferecer um atendimento humano, mas sim proporcionar uma boa experiência que agrade os clientes finais e consiga trazer valor de negócio para a empresa.

Confira no gráfico abaixo como o contato inteligente ocorre de fato:

Dados rápidos: veja cases de sucesso da Take!

A internet conversacional já é realidade e os chatbots demonstram a sua eficácia no dia a dia empresarial.

A Take possui uma série de casos bem-sucedidos que utilizaram do poder do contato inteligente para proporcionar um atendimento e experiência ao usuário extremamente positivos. Veja:

Conheça a Take

A Take quer que você ofereça a melhor experiência aos seus clientes enquanto otimiza seus processos. Para isso, criamos chatbots que automatizam diferentes ações diárias da sua empresa.

▶ presença no WhatsApp, Messenger, Telegram, sites e mais canais;
▶ engajamento e relacionamento com o cliente;
▶ respostas rápidas e automatizadas;
▶ conteúdo para educação e nutrição de leads;
▶ qualificação e apoio para vendas;
▶ alertas e notificações relevantes para os usuários.

>> Entre em contato com um consultor <<

 

*O conteúdo aqui é descrito de responsabilidade do patrocinador.