Sou Aluno
Formações
Imersões
Eventos
Tools
Artigos
Sobre Nós
Para Empresas

WhatsApp libera função de pagamentos; saiba o que está por trás desse mercado bilionário

O recurso vai aparecer de forma gradual nas próximas semanas para todos os usuários do aplicativo. No entanto, é preciso atualizá-lo na loja de apps. Saiba o que é, como funciona e por que a empresa, que faz parte do conglomerado Facebook, está apostando nesse setor.

WhatsApp libera função de pagamentos; saiba o que está por trás desse mercado bilionário

WhatsApp (Foto: Pexels)

, jornalista

9 min

5 mai 2021

Atualizado: 19 mai 2023

Receba conteúdos exclusivos do AGORA

Fique por dentro das últimas novidades e tendências do mercado com nossos conteúdos exclusivos!

Por Sabrina Bezerra

Brasil. Junho de 2020. E uma notícia que fez barulho em todo o noticiário do país: o Facebook, dono do WhatsApp, iniciaria o serviço de pagamento e transferência de dinheiro por meio do aplicativo de mensagem. Transações rápidas e sem taxas. Uma revolução no sistema financeiro. Mas cerca de uma semana após o anúncio, o Banco Central (BC) e o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) suspenderam a operação. Na época, a instituição financeira disse em nota: “a motivação do BC para a decisão é preservar um adequado ambiente competitivo, que assegure o funcionamento de um sistema de pagamentos interoperável, rápido, seguro, transparente, aberto e barato.”

Agora, quase um ano depois — e após a aprovação do BCa funcionalidade está disponível para os usuários do app. O comunicado foi feito pela empresa na última terça-feira (04/05) — entenda abaixo como funciona. “Este é um dos primeiros países do mundo a ter pagamentos no WhatsApp. Isso porque sabemos o quanto o WhatsApp é importante para o Brasil”, anunciou Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook.

WhatsApp Pay (Divulgação: WhatsApp Pay)

COMO FUNCIONA O FACEBOOK PAY

O recurso é habilitado pelo Facebook Pay, serviço financeiro do conglomerado Facebook, dono do WhatsApp; e a operação é feita pela Cielo. A liberação aos usuários será feita de forma gradual. No entanto, é preciso seguir algumas regrinhas, como: atualizar o mensageiro na loja de apps e ter um número de telefone do Brasil. Após ter acesso à função, a pessoa poderá convidar amigos. Além disso, os bancos parceiros também podem convidar seus clientes. Segundo a empresa, não serão cobradas taxas e as transações só serão feitas dentro do país e em moeda local. Por enquanto, será possível fazer transferências apenas entre pessoas físicas. Os pagamentos às empresas ainda dependem da aprovação do Banco Central. 

“Estamos animados com a disponibilização desse serviço. Facilitar o envio e o recebimento de dinheiro de maneira segura não poderia ser mais importante neste momento, já que não só diminui a exposição das pessoas à pandemia, mas também as ajuda a se manterem conectadas com entes queridos, expande o acesso a serviços financeiros e possibilita que mais pessoas participem da economia digital”, disse em comunicado Matt Idema, diretor de operações do WhatsApp.

Como a transferência pode ser feita
Segundo a empresa, as transferências podem ser feitas por meio de cartões de débito, pré-pagos ou combo participantes (exceto cartões de crédito). Funciona assim: o usuário adiciona o cartão de um banco parceiro (saiba mais abaixo), escolhe a pessoa para enviar o dinheiro e clica em adicionar transação. Após a transferência, o recebedor verá o pagamento na própria conversa dentro do app. 

Limite de transferência
Os usuários podem transferir até R$ 1 mil por transação e receber até 20 transferências por dia, com um limite de R$ 5 mil por mês. No entanto, os bancos parceiros podem estabelecer um limite menor.

Bancos parceiros
As instituições parceiras são Banco do Brasil, Banco Inter, Bradesco Cartões, Cielo, Itaú Unibanco, Mastercard Brasil e Cone Sul, Mercado Pago no Brasil, next, Nubank, Sicredi e Visa.

COMO ENVIAR E RECEBER DINHEIRO PELO WHATSAPP 

  • Abra o aplicativo;
  • Acesse a conversa (com a pessoa) que você gostaria de transferir o dinheiro;
  • Clique no ícone (o mesmo que você acessa para enviar fotos e vídeos) e selecione a opção “pagamento”;
  • Insira o valor a ser transferido;
  • Aperte “pagar” e coloque o PIN (senha) ou biometria que você cadastrou no Facebook Pay;
  • Prontinho. A transação vai aparecer em forma de mensagem e a outra pessoa terá a opção de aceitar ou recusar o pagamento. Se aceitar, o dinheiro cairá na conta dela.

Facebook Pay (Foto: divulgação pay.facebook.com)

O QUE ESTÁ POR TRÁS DESSE MERCADO BILIONÁRIO

O mercado de transações online no Brasil é bilionário — e esse número tem aumentado ainda mais com a chegada da pandemia. No ano passado, por exemplo, o cartão de crédito foi responsável por movimentar R$ 1,18 trilhão; o cartão de débito R$ 762,4 bilhões; e o cartão pré-pago R$ 45,3 bilhões. É o que mostra o levantamento realizado pela Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs). Os números apresentam uma alta de 8,2% comparado com 2019.

Além disso, embora o WhatsApp ainda não tenha a liberação para oferecer pagamentos às pessoas jurídicas, é um nicho promissor. Segundo pesquisa CX Trends 2021, realizada pela Zendesk, 84% dos entrevistados passaram a usar aplicativos de mensagem como o WhatsApp e o chat para interagir com empresas; e 65% buscam comprar de companhias que ofereçam transações digitais de forma rápida.

Quer conhecer a estratégia que levou as fintechs de brasileiros Warren, Brex e Fitbank a alcançarem o sucesso no mercado mais disputado do mundo? Inscreva-se gratuitamente no Follow The Money, nosso evento exclusivo, ao vivo e online com os fundadores dessas startups bilionárias!

Follow The Money

Gostou deste conteúdo? Deixa que a gente te avisa quando surgirem assuntos relacionados!


Imagem de perfil do redator

Sabrina Bezerra é jornalista especializada em carreira e empreendedorismo. Tem experiência há mais de cinco anos em Nova Economia. Passou por veículos como Pequenas Empresas e Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS.

Leia o próximo artigo

Receba conteúdos exclusivos do AGORA

Fique por dentro das últimas novidades e tendências do mercado com nossos conteúdos exclusivos!