Sou Aluno
Formações
Imersões
Eventos
Tools
Artigos
Sobre Nós
Para Empresas

Americanas agora tem loja autônoma

Entenda como funciona o modelo de negócio e por que tem se tornado uma tendência mundial

Americanas agora tem loja autônoma

Ame Go, loja autônoma(Foto: Renata Mello/divulgação Americanas)

, jornalista

4 min

2 jul 2021

Atualizado: 21 ago 2023

newsletter

Start Seu dia:
A Newsletter do AGORA!

Os mercados autônomos sem atendentes e sem caixa estão ganhando cada vez mais espaço no Brasil e no mundo. O que parecia ser uma realidade distante, empresas como Amazon, Carrefour, Carrinho Cheio e Zaitt mostram que não é bem assim. Ao contrário, o futuro chegou. E é agora.

O QUE É LOJA AUTÔNOMA?

Basicamente, o modelo de negócio não tem — ou tem parcialmente — funcionários. Com isso, toda a jornada de compra, da escolha dos produtos até o pagamento, é feita pelo próprio consumidor. Como? Com o uso de tecnologias.

COMO FUNCIONA LOJA AUTÔNOMA?

Em alguns casos, basta colocar o produto no carrinho, que as câmeras instaladas no local com tecnologia de machine learning identificam o item, o preço e, no final da compra, debita automaticamente o valor total no cartão do cliente. Em outros, são feitas e pagas diretamente pelo aplicativo.

AMAZON GO

A pioneira a entrar no mercado de lojas autônomas foi a Amazon, com a Amazon Go. Nos Estados Unidos, já são mais de 26 unidades neste estilo. Recentemente, ampliou o leque para uma unidade de supermercado do Amazon Fresh — maior que as lojas da Amazon Go. E a expectativa é expandir para outras regiões. Aqui no Brasil, empresas oferecem experiência semelhante para trazer mais conveniência ao cliente.

AME GO AMERICANAS

A mais nova a apostar nesta inovação  é a Americanas. A varejista inaugurou a Ame Go, localizada no Aeroporto Internacional Tom Jobim. 

O que é Ame Go? Trata-se de um espaço sem vendedores, filas e checkout. É baseado em inteligência artificial, computer vision, câmeras e sensores. Na prática, o acesso das pessoas é liberado na loja por meio de QRCode. Depois, as câmeras instaladas no ambiente fazem reconhecimento biométrico corporal e, com a ajuda de sensores, identificam quando o consumidor retira os itens da prateleira. Esses produtos, por sua vez, são debitados diretamente no superapp da companhia após o cliente sair da loja. É isso mesmo. Não precisa de checkout. 
 

No vídeo abaixo, as jornalistas Sabrina Bezerra e Tainá Freitas explicam sobre as diferentes tecnologias usadas nesta inovação:

Ame Go, loja autônoma(Foto: Renata Mello/divulgação Americanas)

Thumbnail do vídeo

Ame Go, loja autônoma(Foto: Renata Mello/divulgação Americanas)

Loja da Amazon Go

Quer aprender a inovar também? Conheça o programa S4D - Strategy for Disruption e veja o inédito Planejamento Estratégico 4D StartSe, único no mundo e capaz de gerar Poder Competitivo e Adaptativo Real para seu negócio.

Gostou deste conteúdo? Deixa que a gente te avisa quando surgirem assuntos relacionados!


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Sabrina Bezerra é jornalista especializada em carreira e empreendedorismo. Tem experiência há mais de cinco anos em Nova Economia. Passou por veículos como Pequenas Empresas e Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS.

Leia o próximo artigo

newsletter

Start Seu dia:
A Newsletter do AGORA!