Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Por que a Oracle está de olho nas startups brasileiras

Gigante da tecnologia traz ao país uma metodologia voltada à pequenas e médias empresas. Chamada de SuiteSuccess, centraliza todos os processos de gestão de negócios em um único lugar de acordo com o segmento. Entenda a estratégia!

Por que a Oracle está de olho nas startups brasileiras

Oracle (Foto: divulgação)

, jornalista

6 min

3 out 2022

Atualizado: 13 dez 2022

Por Sabrina Bezerra

*De Las Vegas, Estados Unidos

Ficar de olho nos mais diversos mercados, é quase uma regra — e a Oracle sabe disso. Não à toa a gigante da tecnologia quer automatizar e customizar o gerenciamento dos negócios das pequenas e médias empresas, incluindo as startups brasileiras. Para isso, vai trazer ao país, em novembro, a plataforma SuiteSuccess.

COMO FUNCIONA?

A metodologia centraliza todos os processos de gestão de negócios (como ERP, CRM e inteligência empresarial) em um único sistema na nuvem.

Além disso, ao invés de implementar todos os programas de uma vez, começa com os mais importantes para o negócio escalar e vai implementando os outros aos poucos — o que para startups é uma mão na roda, principalmente em tempos de Mundo BANI (frágil, ansioso, não-linear e incompreensível). Entenda sobre a estratégia mais adiante.

“As startups são o nosso DNA”, diz à StartSe em coletiva de imprensa do evento SuiteWorld 2022 Gustavo Moussalli, líder da Oracle NetSuite na América Latina.

A metodologia chega ao país por meio da NetSuite, braço de ERP (sistema integrado de gestão empresarial) da Oracle voltado para pequenos e médios negócios.

Foto: divulgação Oracle

QUAL É A ESTRATÉGIA?

O objetivo é agilizar o processo de implementação de software nas empresas sem a necessidade de recorrer a diferentes modelos, metodologias e códigos personalizados — o que reduz, por exemplo, o tempo gasto na criação de relatórios, gestão de faturamento, entre outros; e ganho de tempo para analisar e criar estratégias inteligentes para o negócio.

Esse tipo de tecnologia vai ao encontro da digitalização das empresas — tema que tornou-se importantíssimo com a chegada da pandemia de coronavírus, principalmente para as pequenas e médias empresas, e também as startups, que tiveram de acelerar a digitalização e os processos para manter a sobrevivência da companhia.

A Kavak, por exemplo, teve de mudar o modelo de negócio para se adaptar à nova realidade. Eles falaram para os clientes: ‘agora eu compro o seu carro, refinancio e você me paga o financiamento'. Mas para criar uma estratégia como essa, é preciso ter um sistema ágil", diz Moussalli.

Por que apostar no Brasil?

A Oracle NetSuite vê no país uma forma de aumentar a fonte de receita, já que o Brasil tem cerca de 2.500 startups, segundo a Abstartups, e cerca de 5 milhões são micro, pequenas e médias empresas, de acordo com a PwC. “É um mercado muito grande que hoje a gente ainda não ataca”, afirma Moussalli.

Além disso, outros fatores levaram a gigante a expandir a aposta no país. De um lado, algumas regiões da América Latina, como o México, têm trazido bons resultados. Para você ter uma ideia, o tempo gasto na criação de relatórios, segundo dados divulgados durante o evento, reduziu cerca de 75%.

Com essa validação da região, “faz sentido trazer o SuiteSuccess para o Brasil, porque é o país que tem a maior economia da América Latina”, diz Moussalli. 

A expectativa inicial é ter os setores de manufatura e serviços como carro-chefe, seguido de distribuidores e varejistas.


QUAIS SÃO OS DESAFIOS?

“Um é o regulatório, que é o ambiente tributário que existe no Brasil. O segundo é a dimensão do país. Como é muito grande, o nosso desafio, sem dúvida, será ter uma cadeia de distribuição que consigamos cobrir todo o país”, conta Moussalli.

POR QUE IMPORTA?

De um lado, é importante ficar de olho no mercado e enxergar possibilidades ainda pouco exploradas. Do outro, você precisa ficar por dentro das tendências para encontrar modelos de negócios capazes de atacar essa frente ainda rasa. Desta forma, a chance do seu negócio ter sucesso aumenta.

No caso da Oracle Netsuite, a empresa encontrou na tendência de automação e customização, uma forma de atender as startups — das quais precisam ser cada vez mais ágeis.

Para fechar, um dado interessante: de acordo com a mais recente pesquisa do Gartner, líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, 80% dos executivos acreditam que a automação pode ser aplicada a qualquer decisão. E você, está de olho nas tendências?

 

 

Quer ficar por dentro de mais tecnologias que você pode usar na sua empresa? Veja aqui quais delas você ainda não domina, e como usá-las a seu favor.

* Jornalista viajou a convite da Oracle


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Jornalista especializada em carreira, empreendedorismo e inovação. Formada em jornalismo pela FMU e pós-graduada em marketing pelo Senac, atua na área de negócios há quatro anos. Passou por veículos como Pequenas Empresas e Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS.

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo