Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Como marcas e produtos digitais podem engajar clientes offline?

Entenda como a Petlove deixou de ser apenas digital e está investindo em lojas físicas -- e como produtos digitais estão chegando às ruas

Como marcas e produtos digitais podem engajar clientes offline?

, jornalista da StartSe

5 min

23 dez 2022

Atualizado: 23 jan 2023

Quando uma marca digital deve deixar a internet e encontrar os clientes offline, nas ruas? Essa não é uma resposta fácil e depende da maturidade de cada negócio. No entanto, o movimento vale a pena, segundo Marcio Waldman, fundador da Petlove.

A Petlove é uma marca nativa digital que está cada vez mais presente nas ruas. Neste ano, o e-commerce especializado em pets abriu seis lojas físicas em São Paulo – nos bairros de Moema, Tatuapé, Santana e Ibirapuera, em São Paulo – e escolheu oferecer um serviço diferente dos varejistas.

“São lojas conceito, tipo boutique, com atendimento diferenciado. As lojas não possuem fila e caixa; os vendedores fazem o fechamento da compra do cliente em qualquer local da loja”, explicou Waldman em entrevista à StartSe.

Além da venda de produtos, a empresa oferece um ecossistema de serviços com parceiros – entre banho e tosa, venda de planos de saúde para pets, entre outros. As lojas físicas também se tornaram um ponto de encontro para os donos dos pets. “Recentemente, fizemos a ‘invasão dos Chihuahuas’, um encontro entre tutores de chihuahua, em que tivemos dinâmicas, sorteio de produtos, orientações gerais de saúde e bem estar”, contou.

A ativação mais recente da companhia é o “Quintal da Petlove”, um espaço de 9 mil metros quadrados no Parque do Ibirapuera. Na inauguração, a empresa instalou alguns acessórios pet de tamanho gigante – como comedouros, mordedores, osso de plástico, entre outros, com a premissa de “A Petlove encolheu os cachorros?”.

Quando levar sua marca para o offline?

Para Waldman, é interessante levar a marca para o offline quando é possível criar novas interações de contato com o consumidor, diferente das que estão disponíveis online.

Esse é um exemplo que está sendo realizado por séries de TV, por exemplo. No lançamento de “A Casa do Dragão”, série que deriva do universo de Game of Thrones, a HBO criou ativações diferenciadas com a Eletromidia e agência Fbiz nas ruas de São Paulo.

Na Avenida Paulista, os transeuntes podiam encontrar um painel “derretido”, com direito a fumaça e rugido de dragão, animal mitológico que faz parte da história da série.

Uma ativação ainda maior foi feita pela Netflix com a série Wandinha. Alguns vagões do metrô de São Paulo (foto em destaque) foram completamente repaginados com a temática de Wandinha, adaptação da série inspirada no universo da Família Addams.

Marcio Waldman é um aluno da StartSe University e Game Changer. Game Changers é a nossa Comunidade Global de Negócios para Empresários, Executivos e Decisores que fazem a diferença.  Venha fazer parte de um network criado para aqueles que, de fato, querem mudar o jogo! 


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero. Apresenta o podcast Agora em 10 na StartSe e também atua na área de Comunidades na empresa. É especialista em inovação, tecnologia e negócios.

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo