Sobre NósPara Você
Para EmpresasConteúdos
Eventos
Game Changers

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Eventos

Jornadas de conhecimento fomentando o aprendizado dinâmico e inovador em diversos formatos e intensidades

Ver todos

Ainda não temos eventos programados. Mas estamos preparando encontros repletos de inovação para você!

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Artigos
Inovação

Futuro da mobilidade? B2W, dona dos sites Americanas e Submarino, investe em tuk-tuks elétricos paras fazer entregas

Dona das marcas Americanas, Shoptime, Sou Barato e Submarino investiu em uma frota de 90 tuk-tuks para entrega de encomendas feitas nas plataformas digitais. Saiba como o veículo reduz o impacto ambiental e quais são as estratégias da companhia por trás do investimento.

Futuro da mobilidade? B2W, dona dos sites Americanas e Submarino, investe em tuk-tuks elétricos paras fazer entregas

B2W investe em frota de tuk-tuks elétricos para entregas em capitais (Foto: Divulgação B2W)

6 min

30 mar 2021

Atualizado: 30 nov 2022

Por Sabrina Bezerra

Uma espécie de triciclo elétrico com cabine para guardar mercadorias. Esse é o tuk-tuk (foto abaixo), meio de transporte comum em países asiáticos, sobretudo na Índia. O veículo mistura características de bicicleta e moto com a conveniência de um carro. E será responsável em entregar os produtos vendidos nas plataformas digitais da B2W Digital — dona das marcas Americanas, Submarino, Shoptime e Sou Barato — no Brasil. 

Isso porque a empresa investiu (valor não divulgado) em uma frota de 90 tuk-tuks elétricos para entrega de encomendas feitas nas plataformas digitais. Inicialmente o foco será a entrega nas principais capitais do Sudeste, Sul e Nordeste do país. 

O veículo, desenvolvido em parceria com a Cicloway, companhia de mobilidade elétrica, tem a capacidade de transportar 240 quilos a 600 quilos de mercadorias — a depender do modelo. 

Os testes começaram nos últimos meses no município de São Paulo, com nove veículos elétricos (de diferentes capacidades de carga). O deslocamento, no entanto, não é longo. Segundo a empresa, as entregas são feitas “em deslocamentos de curta distância, o chamado “last mile”, a última milha da logística de entrega.” 

Os parceiros, por sua vez, recebem treinamento para a utilização dos veículos. Pois, “diferentemente das bicicletas, demandam habilitação, além das regulares capacitações de excelência para atendimento ao cliente”, disse a empresa em comunicado à imprensa.

B2W investe em frota de tuk-tuks elétricos para entregas em capitais (Foto: Divulgação B2W)

DE OLHO NA SUSTENTABILIDADE

A iniciativa surge de olho na Agenda 2030, da ONU (Organização das Nações Unidas) em que governos, empresas e cidadãos de todo o mundo se comprometem a desenvolver os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) — que inclui acabar com a pobreza, atingir o ensino básico fundamental, promover a igualdade de gênero, reduzir a mortalidade infantil, melhorar a saúde materna, combater doenças, garantir a sustentabilidade ambiental e estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento. 

Segundo a empresa, “em 2020, através do estudo de materialidade realizado para a nossa estratégia ESG, mapeamos os principais ODS que norteiam nossas ações, são eles: 4 – Educação de Qualidade, 5 – Igualdade de Gênero, 8 – Trabalho Decente e Crescimento Econômico, 10 – Redução das Desigualdades e 13 – Ação Contra a Mudança Global do Clima.”

“O tuc-tuc elétrico é um meio eficiente de deslocamento nos centros urbanos e tem a vantagem, em relação às bicicletas, de oferecer maior capacidade de carga. O serviço permite entregarmos mais rapidamente e itens de maior volume, ao mesmo tempo em que reduz a emissão de CO2 no meio ambiente”, escreveu em nota Welington Souza, diretor geral da LET’S - plataforma de gestão compartilhada dos ativos de logística e distribuição da Americanas e B2W.

Quer saber mais sobre o mundo em transformação e novos modelos de mercado? Assista a essa aula gratuita.


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Jornalista especializada em carreira, empreendedorismo e inovação. Formada em jornalismo pela FMU e pós-graduada em marketing pelo Senac, atua na área de negócios há quatro anos. Passou por veículos como Pequenas Empresas e Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS.

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo