Sobre NósPara Você
Para EmpresasConteúdos
Eventos
Game Changers

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Eventos

Jornadas de conhecimento fomentando o aprendizado dinâmico e inovador em diversos formatos e intensidades

Ver todos

Ainda não temos eventos programados. Mas estamos preparando encontros repletos de inovação para você!

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Artigos
Inovação

Tchau! Após polêmicas, Didi Chuxing deixará a bolsa de valores dos EUA

Embora tenha sigo o segundo maior IPO de uma empresa chinesa nos EUA, o movimento não foi bem recebido pela China e Estados Unidos. Entenda

Tchau! Após polêmicas, Didi Chuxing deixará a bolsa de valores dos EUA

4 min

25 mai 2022

Atualizado: 24 nov 2022

Por Tainá Freitas

Chegou ao fim: a Didi Chuxing, a maior empresa de mobilidade da China, está deixando a NYSE, bolsa de valores de Nova York. 96,26% dos investidores aprovaram a movimentação da companhia, que toma a decisão quase um ano depois da listagem.

Em junho de 2021, a Didi Chuxing levantou US$ 4,4 bilhões. Embora esse tenha sido o segundo maior IPO de uma empresa chinesa nos Estados Unidos, toda a trajetória após a abertura de capital foi polêmica. A companhia sofreu represálias dos EUA e da China.

EFEITO DOMINÓ

O impacto na China…

A Cyberspace Administration of China, agência reguladora da internet do país, passou a investigar a Didi após a abertura de capital. A justificativa foi uma preocupação com a segurança dos dados, visto que tratam-se de clientes chineses (e outras nacionalidades).

No meio da investigação, 25 dos aplicativos da Didi foram retirados das lojas de aplicativos da China, o que passou a impossibilitar o download e o cadastro de novos usuários.

…E nos Estados Unidos

(Foto: Tomohiro Ohsumi Colaborador via Getty Images)

A Didi anunciou em seu relatório anual que foi contatada pela SEC, órgão regulador do mercado financeiro dos EUA, após abrir capital. De acordo com a companhia, o interesse era sobre o IPO e ela estava colaborando.

Assim como na China, nos Estados Unidos havia uma preocupação com dados e a auditoria deles. Em 5 dezembro do ano passado, a SEC anunciou novas regras sobre a listagem de empresas estrangeiras: aquelas que não compartilhassem suas auditorias com o órgão poderiam ser removidas das bolsas de valores do país.

A Didi anunciou o desejo de fazer a “deslistagem” logo após o anúncio da SEC. Na época, ela comentou que iria se preparar para fazer uma nova listagem, agora em Hong Kong. No entanto, atualmente a companhia não revelou os planos para o futuro. Ela afirmou que irá sair da NYSE antes de anunciar os próximos passos.

DECISÃO EM ASSEMBLEIA

A decisão para a saída da Didi da bolsa de valores aconteceu em uma assembleia com os investidores. Não foi difícil conquistar a porcentagem de 96,26% por conta do que já estava acontecendo com a companhia. Além (e também por conta) das represálias, a empresa chegou a perder mais de US$ 60 bilhões de valor de mercado.

Atualmente, a Didi possui 500 milhões de clientes e 15 milhões de motoristas ao redor do mundo. Ela adquiriu, em 2018, a 99, empresa de corridas por aplicativo fundada no Brasil. 

A mobilidade urbana é o principal setor de atuação da Didi, fundada em 2012 por Cheng Wei, ex-diretor do Alibaba.

Banner newsletter StartSe


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo