Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


CFO As a Service: entenda como empresas estão adotando a estratégia

O Chief Financial Officer tem como uma das principais funções a gestão e o planejamento financeiro de um negócio

CFO As a Service: entenda como empresas estão adotando a estratégia

Homem líder de equipe durante reunião (foto: Getty)

Um oferecimento

Por Daniel Navas

Cuidar das finanças de uma empresa é mais do que manter os negócios em pé. É mirar no crescimento, ajustar os recursos e estar sempre de olho na melhor estratégia. E para equilibrar tudo isso, entra em cena um profissional primordial: o Chief Financial Officer (CFO).

Também identificado como Diretor Financeiro, esse cargo é responsável por toda gestão e planejamento das finanças de um negócio. Isso quer dizer que ele fica à frente de entender onde o business está indo e, ao mesmo tempo, traduzir essas informações em números que serão utilizados por stakeholders internos e externos.

“Desta forma, essas informações vão ajudar no entendimento da estratégia futura, como por exemplo, qual linha de negócio é rentável, quando é necessário tomar um empréstimo ou em qual projeto investir. E também refletir a saúde financeira da empresa em dado espaço de tempo”, esclarece Fernando Ricco, CFO da BHub, empresa de gestão de startups. 

O papel de um CFO nas empresas

número-de-investidoras-mulheres-cresce (Foto: GettyImages).

Diante disso, o CFO é responsável por liderar diversas frentes dentro da empresa. Desde operações do dia a dia, passando por dados financeiros atuais e estimativas e projeções futuras.

No que diz respeito às atividades diárias, Ricco conta que o Chief Financial Officer e seu time são responsáveis pela gestão do caixa, contas a pagar, a receber e toda a parte de tesouraria do negócio.

“Quando falamos de dados atuais, ou realizados, o time liderado pelo CFO é responsável pelo preparo das demonstrações financeiras. Inclusive, essas informações virão de diferentes times, incluindo o contábil, fiscal, financeiro etc. Esses dados serão enviados para stakeholders internos e externos de forma a dar transparência da saúde financeira da empresa em um intervalo de tempo”, afirma.

Tendência do CFO As a Service

É inegável a importância desse profissional para o dia a dia de uma companhia. Diante disso, atualmente, vem ganhando força o chamado CFO As a Service, que nada mais é do que a terceirização das funções de um CFO tradicional. 

“Esse profissional irá auxiliar não só em uma, mas várias outras empresas em sua gestão financeira. Semelhantemente a um CFO tradicional, o CFO as a Service trabalhará trazendo insights estratégicos para o management, baseado em dados históricos e de mercado. Mais uma vez auxiliando na tomada de decisão”, explica Ricco.

O interessante desse tipo de serviço é que ele conta com profissionais extremamente qualificados e por um custo benefício muito mais acessível quando comparado com o CFO tradicional in-house.

Sem esquecer que esses profissionais trazem uma bagagem diversa, principalmente em finanças corporativas, já que atuam em vários setores e empresas diferentes. “Por isso, levam à mesa diferentes perspectivas e análises que são extremamente valiosas para empresas que não possuem uma estrutura robusta na parte financeira”, argumenta o CFO.

Qualquer empresa pode contratar o CFO As a Service?

Homem em reunião no escritório (foto: Tom Werner/Getty)

Companhias de diversos portes e setores podem contratar esse serviço. Porém, para que o trabalho seja executado de forma eficiente e o cliente consiga extrair valor dessa parceria, um nível mínimo de controle e organização das finanças é necessário.

Isso quer dizer que inicialmente, empresas que já possuem controles internos, processos e procedimentos diários para gerir as movimentações financeiras começam com uma grande vantagem. “Caso contrário, o time e o CFO externo terão a tarefa de revisar extratos bancários, livros contábeis e outras fontes de informação para certificar que os dados estão corretos. E a partir deste momento, trabalhar em análises mais relevantes para tomada de decisão”, aponta Ricco.

Então, se o seu negócio está precisando de uma ajuda profissional envolvendo as tarefas financeiras, o CFO As a Service pode ser uma ótima opção.

Para conhecer mais sobre as vantagens de contar com o CFO as a Service, clique aqui e converse com os especialistas da BHub. 


Assuntos relacionados

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo