Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Depois de uma rodada milionária, Betterfly faz nova onda de cortes; entenda o que aconteceu

Número de funcionários dispensados pela HRTech em toda a América Latina pode passar dos 150

Depois de uma rodada milionária, Betterfly faz nova onda de cortes; entenda o que aconteceu

(Betterfly/Divulgação)

, conteúdo exclusivo

5 min

23 jan 2023

Atualizado: 23 jan 2023

No começo de 2022 a HRtech chilena Betterfly parecia pronta para alçar voos altos, depois de receber uma rodada unicórnio de US$ 125 milhões liderada pela Glade Brook Capital. Entretanto, com a mudança de rumo no mercado a partir do segundo semestre, nem ela conseguiu escapar da onda de demissões que assolou principalmente as grandes startups. Em agosto do ano passado, ela demitiu 30 de seus 100 funcionários no Brasil, e agora no começo de 2023 ela anunciou um novo passaralho: contudo, agora os cortes são gerais, e representam 30% da força de trabalho.

A informação sobre o número de demitidos foi divulgada pela Forbes Chile, destacando que os cortes estariam espalhados sobre todas as operações da companhia na América Latina (Chile, Brasil, Peru, México, Colômbia, Equador e Argentina). A empresa também tem operação na Espanha, resultado da aquisição da HRtech Flexoh. Em novembro, a HRtech anunciou investimentos no Brasil, comprando a startup SeuVale.

Segundo informações divulgadas pela companhia no ano passado, a Betterfly tinha expandido sua força de trabalho mais mais de 500 colaboradores, o que coloca a estimativa de demissões para mais de 150 pessoas. A reportagem do Startups entrou em contato com a Betterfly Brasil para saber como a operação brasileira foi afetada pela nova onda de demissões, mas a empresa não abre essas informações.

COMPLEXO ENTORNO ECONÔMICO

A empresa confirmou a decisão no seu blog oficial, em nota assinada pelo próprio fundador e CEO da empresa, Eduardo della Maggiora, contudo o comunicado não dá detalhes sobre áreas ou países afetados pelos cortes. Segundo ele, a medida foi necessária para responder ao “complexo entorno econômico” que a companhia enfrenta a nível mundial.

“Apesar de nossas receitas terem crescido mais de vinte vezes nos últimos dois anos, nossos custos cresceram na mesma velocidade, pois nos preparávamos para mais um período de crescimento acelerado, o que dificilmente se repetirá neste cenário”, avaliou o CEO.

De acordo com o executivo, a Betterfly “foi construída para um modelo de rápido crescimento”, em que a contratação de funções, áreas de suporte e infra-estruturas foi acelerada, tanto a nível corporativo como em cada um dos países onde opera.

“Uma evolução recente na oferta de produtos e serviços permitiram à empresa funcionar de forma mais ágil e eficiente, deu origem à necessidade de fazer uma nova revisão mais aprofundada da nossa estrutura attual, detectando, entre outras coisas, cargos que deixarão de existir e eles não serão substituídos”, explicou Della Maggiora.


A última frase faz referência à mais recente mudança anunciada pela companhia, ao lançar uma nova identidade de marca e se posicionar como uma empresa de soluções de SaaS para recursos humanos, colocando seu apelo de sustentabilidade e impacto social como um complemento de seus serviços e não tanto o seu carro-chefe, como era antes.

Para compensar os funcionários dispensados, O CEO afirmou que a Betterfly vai dar pelo menos três meses de salário, independentemente da compensação legal correspondente a cada país, bônus por tempo de trabalho, seguro de saúde por seis meses e os colaboradores poderão manter os computadores da empresa, entre outros benefícios.

(Por Leandro Miguel Souza, publicado originalmente em Startups.com.br)

LEITURA RECOMENDADA

Fique por dentro de tudo o que importa na Nova Economia e ainda aprenda o que você precisa para transformar sua carreira e sua empresa para melhor! Baixe gratuitamente o novo app StartSe e tenha acesso a conteúdos exclusivos: Android | iPhone


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

O mais conceituado portal sobre startups do Brasil. Veja mais em www.startups.com.br.

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo

Mapa do site

Sobre Nós

CaptableDigitaliza.aiMorseSnaqStartSe UniversityStartups

Eventos

A StartSe é a plataforma de conhecimento do AGORA. Nossa missão é educar, informar e transformar lideranças e empresas do Brasil através do acesso às experiências mais bem sucedidas de negócios dos principais polos de inovação do mundo.

BAIXE O APP STARTSE!

Google Play BadgeApp Store Badge
Baixe o App Startse!

Cadastre-se e receba diariamente o resumo do que importa AGORA com a análise do time StartSe!


SIGA A STARTSE NAS REDES!

Fale Conosco

Horário de atendimento:
De segunda a sexta, das 10h às 18h

Atendimento exclusivo telefônico

+55 (11) 5039-5602


Atendimento exclusivo WhatsApp
Compras:

+55 (11) 97558-6880


Alunos e Ex-alunos:

+55 (11) 97244-8378

E-mails:
atendimento@startse.com
comercial@startse.com
dpo@startse.com

É um veículo de comunicação e quer receber nossos releases ou agendar uma entrevista conosco?
assessoria@startse.com

STARTSE TURISMO DE NEGOCIOS LTDA CPNJ: 32.291.526/0001-64 | STARTSE INFORMACOES E SISTEMAS S/A CNPJ: 24.554.736/0002-50

Política de Privacidade e Termos
Política Geral de Cancelamento e Remarcação

Todos os direitos reservados © startse.com
São Paulo, Brasil | Palo Alto, EUA | Shanghai, China