Sou Aluno
Formações
Imersões
Eventos
Tools
Artigos
Sobre Nós
Para Empresas

3 startups de construção e mercado imobiliário para conhecer

As construtechs e as proptechs estão chamando a atenção dos mais diversos perfis de investidores. Isso porque, os negócios chegam para trazer inovação e tecnologia nos mercados que, por muito tempo, usavam métodos tradicionais.

3 startups de construção e mercado imobiliário para conhecer

Divulgação Yuca

, jornalista

4 min

30 set 2021

Atualizado: 19 mai 2023

newsletter

Start Seu dia:
A Newsletter do AGORA!

Por Sabrina Bezerra.

Recentemente, a June Homes — proptech sediada em Nova York — recebeu o aporte de US$ 27 milhões numa rodada série B. A injeção de capital foi liderada pelo Softbank, mas contou com a participação da cantora Demi Lovato e outros investidores.

O movimento mostra que os negócios de construção civil e imobiliário estão chamando a atenção dos mais diversos perfis de investidores. Não à toa essas startups estão crescendo. No Brasil, avançou 23% no ano passado em comparação com 2019, de acordo com a Terracotta Ventures.

Por quê? Lembra que o diferencial das startups é atacar um problema? Pois bem, elas chegam para trazer inovação e tecnologia nos mercados que, por muito tempo, usavam métodos tradicionais.

Até as grandes empresas estão interessadas nas construtechs e proptechs. E faz sentido. “As parcerias com essas startups são mais do que necessárias para evoluir para uma indústria 4.0 e 5.0”, disse Diozyzio Klavdianos, presidente da comissão de materiais, tecnologia, qualidade e produtividade da CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção).

De olho nesta agitação (e apetite do mercado), selecionamos 3 startups para você conhecer e se inspirar. Confira:

1 - ConstruCode

A startup oferece uma plataforma de inteligência integrada para obras. Na prática, o time do escritório pode controlar projetos via QR Code, tomar decisões por meio do mapeamento de algoritmos e visualizar diariamente as informações sobre o andamento da obra. Tudo por meio da tecnologia.

Painel de visualização da ConstruCode (Foto: divulgação ConstruCode)

2 - Loft

Fundada em 2018, a empresa atua como construtech e proptech. De um lado, oferece serviços de compra e venda de apartamentos em sua plataforma online, com uma série de facilidades, como contratos assinados digitalmente e precificação dos imóveis feita por meio de algoritmos. Do outro, compra e reforma os imóveis. O negócio tem se tornado um sucesso: em março deste ano se tornou a maior proptech da América Latina. 

Quer saber como? Aprenda com Florian Hagenbuch, fundador e Co-CEO da Loft. Ele vai participar do SVWC, evento online e gratuito, no dia 28 de outubro. Assista!

Escritório da Loft (foto: divulgação/Loft)

3 - Yuca

A startup compra e aluga apartamentos em regiões nobres de São Paulo. O objetivo é descomplicar o modelo tradicional de aluguel — que normalmente envolve um contrato de locação de meses ou anos. Como? A Yuca trabalha com o tipo de moradia por assinatura. “Você paga uma mensalidade para morar, mas não é a mesma coisa que um aluguel tradicional. Isso porque você não precisa se preocupar com móveis, contas, manutenções e serviços. Tá tudo incluso na mensalidade”, diz a empresa.

Se eu fosse você, não perderia a palestra de Rafael Steinbruch, co-fundador da Yuca. Ele vai participar do SVWC, evento online e gratuito, no dia 28 de outubro. Faça a sua inscrição!

Imóvel da Yuca (Foto: divulgação Facebook @Yuca)

Para ficar por dentro das inovações de construtech e proptech, participe do SVWC no dia 28 de outubro. O evento online e gratuito vai contar com empreendedores, investidores e especialistas do setor. Faça a sua inscrição!

Banner SVWC Construtech & Proptech Day

Gostou deste conteúdo? Deixa que a gente te avisa quando surgirem assuntos relacionados!


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Sabrina Bezerra é jornalista especializada em carreira e empreendedorismo. Tem experiência há mais de cinco anos em Nova Economia. Passou por veículos como Pequenas Empresas e Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS.

Leia o próximo artigo

newsletter

Start Seu dia:
A Newsletter do AGORA!