Fast Shop compra participação na Zissou, startup que vende colchão em caixa

Fast Shop venderá os produtos da Zissou, uma DNVB brasileira, nas 100 lojas que possui espalhadas pelo Brasil

0
shares

A Fast Shop se tornou sócia da Zissou, uma startup brasileira especializada em sono — e que vende colchões em caixas de 1,15 de altura e 45 centímetros de comprimento e largura. Com a sociedade, os produtos da Zissou estarão disponíveis nas 100 lojas físicas da Fast Shop no Brasil.

Para a Zissou, que é uma DNVB – ou seja, marca vertical nativa digital -, a exposição nas lojas físicas espalhadas pelo Brasil permite a expansão da marca para um maior público. Já para a Fast Shop, é uma oportunidade de trazer uma nova vertical para o seu portfólio: especializada em sono. O valor da aquisição não foi revelado. Com o aporte, a Zissou foi avaliada em R$ 48 milhões.

“Essa é a primeira transação entre uma DNVB e um grande varejista no Brasil, seguindo um movimento que está acontecendo nos Estados Unidos”, disse Amit Eisler, cofundador da startup, em entrevista à StartSe.

Recentemente, a Target adquiriu uma participação societária na Casper, startup dos Estados Unidos precursora do conceito de venda de colchões em caixa; o Walmart adquiriu a Bonobos, Unilever comprou a Dollar Shave Club, entre outros transações.

O impacto das DNVBs no varejo

A expectativa é que os produtos da Zissou cheguem às lojas da Fast Shop ainda neste ano. Além do colchão, que os clientes poderão comprar na loja online da Zissou ou na própria Fast Shop, estarão disponíveis todos os produtos da startup – o travesseiro, cama para pets e o mais novo lançamento, o lençol.

“Não enxergamos a Fast Shop como um intermediário, mas alguém que irá levar a ‘experiência Zissou’ para mais pessoas. Nós conseguimos ter o controle de preço e experiência como seria em nossos próprios canais de venda, até porque a Fast Shop é uma sócia”, conta Amit Eisler.

Com a nova parceria, a Zissou espera atingir o faturamento de R$ 1 bilhão em cinco anos. Com os novos pontos de venda, a expectativa é que a demanda pelos produtos aumente, e a empresa estuda começar a fabricar, no futuro, os colchões no Brasil. Atualmente, eles são fabricados nos Estados Unidos. Já o travesseiro e lençol são feitos em terras tupiniquins.

Quer saber mais sobre a trajetória da Zissou e o impacto das DNVBs no varejo? Ouça o novo episódio MVP, um podcast da StartSe. O entrevistado da semana é o próprio Amit Eisler, contando toda a trajetória das DNVBs no Brasil e no mundo e como foi fundar uma companhia do tipo no Brasil. O episódio está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts e Google Podcasts.

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários