Vodafone é a oitava empresa a deixar o Libra, projeto de criptomoeda do Facebook

Em um comunicado, a companhia afirmou que planeja dedicar seus recursos a outra iniciativa; empresas como PayPal, Mastercard e Visa também abandonaram a iniciativa

Isabella Carvalho

Por Isabella Carvalho

23 de janeiro de 2020 às 18:00 - Atualizado há 1 mês

A Vodafone, empresa britânica de telecomunicações, anunciou que está abandonando o projeto de criptomoeda do Facebook, o Libra. Em um comunicado, a companhia afirmou que planeja dedicar seus recursos, que anteriormente estavam direcionados ao Libra, na expansão do M-Pesa, serviço de pagamento digital da empresa na África.

“Dissemos desde o início que o desejo da Vodafone é dar uma contribuição genuína para ampliar a inclusão financeira”, disse um porta-voz da empresa. “Continuamos totalmente comprometidos com esse objetivo”. Hoje, o M-Pesa opera em sete países: República Democrática do Congo, Egito, Gana, Quênia, Lesoto, Moçambique e Tanzânia.

Dante Disparte, chefe de políticas e comunicações da Colibra (associação de empresas ligadas à moeda digital), pronunciou-se sobre a saída da Vodafone. “Embora a composição dos membros da associação possa mudar com o tempo, o design da governança e da tecnologia da Libra garante que o sistema de pagamento permaneça resiliente”, afirmou.

A Vodafone é a oitava empresa a abandonar o projeto. Em outubro de 2019, o Paypal anunciou que deixaria o Libra para “continuar focando no avanço de sua missão e em prioridades de negócios”. Depois, foi a vez da Mastercard, da Visa e do eBay declararem que não fazem mais parte da Colibra, que inicialmente era composta por 28 empresas investidoras. Além disso, Mercado Pago, Stripe e Booking Holding também desistiram da iniciativa. 

A expectativa é de que o projeto seja lançado ainda este ano. Entenda como funcionará a criptomoeda: