O que você precisa saber sobre inovação hoje – 04/02/2020

João Ortega

Por João Ortega

4 de fevereiro de 2020 às 19:29 - Atualizado há 8 meses

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Reunimos, a seguir, as principais notícias relacionadas a inovação, tecnologia e empreendedorismo no Brasil e no mundo. O que você precisa saber para se manter informado nesta terça-feira (4) é:

Softbank lança curso de inteligência artificial no Brasil

O Softbank, um dos principais fundos de investimento do mundo, está ampliando a presença no Brasil – mas não por meio de aporte em alguma startup. O conglomerado japonês lançou um programa de capacitação visando treinar empreendedores para o ecossistema de inovação. Chamado de Data Science for All (DS4A), o curso focará em técnicas de inteligência artificial e ciência de dados.

Google divulga receita do YouTube pela primeira vez

A Alphabet, holding que controla o Google, divulgou, pela primeira vez, receitas com publicidade no YouTube. Em 2019, a companhia faturou US$ 15 bilhões com anúncios na plataforma de vídeo. No entanto, a empresa afirma que “a maior parte” do montante é repassada aos criadores de conteúdo. Os anúncios do Youtube representam cerca de 9% da receita geral da Alphabet, que somou US$ 161,8 bilhões no ano passado.

Seleção da Tesla não requer ensino médio completo

A Tesla, fabricante de automóveis elétricos, está contratando profissionais para o departamento de inteligência artificial. De acordo com Elon Musk, CEO da companhia, os candidatos não precisam ter acabado o ensino médio e muito menos “ter um PhD” na área. Para o empreendedor, o principal requisito na seleção é um “conhecimento profundo em IA”. A única pergunta a primeira fase do processo seletivo é: “Qual trabalho excepcional você já fez?”.

Nvidia lança plataforma de games na nuvem

A Nvidia, empresa norte-americana de tecnologia, lançou nesta terça-feira sua própria plataforma de games na nuvem. Batizado de GeForce Now, o serviço tem custo de assinatura de US$ 5 nos EUA. Embora seja possível concorrente do Google Stadia, o GeForce Now permite integração com outras plataformas semelhantes. O lançamento é mais um indicador de que o futuro dos games, assim como da computação, tende a estar cada vez mais na nuvem.

Huawei vai fabricar equipamentos do 5G na Europa

A Huawei recebeu permissão para fornecer infraestrutura para a distribuição do 5G em diversas regiões da Europa – restrita, no entanto, a partes “não-sensíveis” da rede. Ainda assim, autoridades locais tem preocupações em relação a segurança da empresa chinesa. Neste sentido, a companhia divulgou que a fabricação dos equipamentos para o 5G será realizada na própria Europa, com supervisão dos reguladores locais.