Brasileira cria plataforma SafeSpace para solucionar casos de abuso no trabalho

Plataforma digital irá criar uma ponte entre RH, compliance e funcionários para facilitar denúncias em casos de assédio e má conduta no ambiente corporativo

0
shares

Casos de abuso de poder e assédio no ambiente de trabalho são recorrentes, mas apenas uma pequena parte deles é denunciada ao setor responsável – e uma porção ainda menor é, de fato, investigada e solucionada. Segundo pesquisa realizada via plataforma da MindMiners, 93% das pessoas que já sofreram assédio sexual, moral ou discriminação no ambiente de trabalho não relataram o problema ao RH, e 66% dos casos que foram denunciados não chegaram a um desfecho (dados do Brasil). Neste cenário, Rafaela Frankenthal idealizou a plataforma digital SafeSpace, que usa a tecnologia para facilitar o processo de denúncia e resolução destes casos.

A plataforma, em fase de desenvolvimento, é o primeiro projeto empreendedor de Rafaela, que tem mestrado em estudos sobre gênero em Londres.  Em entrevista exclusiva à StartSe, a fundadora revela que, desde junho, identifica crescente demanda no mercado. “O problema é latente. As pessoas querem uma maneira segura para denunciar. Além disso, as empresas estão querendo se tornar mais transparentes, seja para atrair talentos, para reforçar a cultura ou para se proteger de algum processo maior no futuro”, explica.

O site do SafeSpace foi lançado em novembro com o objetivo de encontrar early adopters e identificar a principal necessidade do mercado. “Tenho várias ideias para o produto, mas preciso começar por aquilo que seja mais necessário hoje”, diz Rafaela. A previsão é que a plataforma digital esteja no ar no primeiro semestre de 2020. Em relação ao modelo de negócio, a ideia inicial é vender um plano de assinatura do serviço para as empresas interessadas, no formato SaaS.

O que está claro para a empreendedora é que a plataforma vai contemplar todos os casos de má conduta no ambiente profissional. Em grande parte, essas situações estão ligadas a abuso de poder. “As más condutas mais recorrentes no ambiente de trabalho são assédio moral e sexual, mas a tecnologia pode ajudar a resolver todos os tipos de caso de abuso de poder”, diz.

Conectando funcionários, RH e compliance

O SafeSpace busca tanto tratar de casos individuais graves por meio da área de compliance – e conseguir uma resolução concreta – quanto informar o RH de forma constante e anônima, gerando uma visão ampla sobre o problema. Dessa forma, o setor pode fomentar ações de educação e prevenção contra abusos dentro das empresas. “People Analytics é algo que está muito difundido fora do Brasil e aqui está crescendo. Todas as áreas usam análise de dados para aprimorar processos e o RH não pode ser diferente”, avalia a empreendedora.

Na prática, todos os funcionários da empresa assinante terão acesso a um diário pessoal em que podem registrar casos de má conduta. Os relatos são privados, marcados com data e local e, depois de salvos, não podem ser alterados. “Relatos depois de muito tempo perdem a credibilidade, o que é natural, principalmente em casos traumáticos. Então, o diário serve também para manter os registros confiáveis para quando a pessoa decidir tomar uma ação concreta”, explica Rafaela Frankenthal.

Esta ação concreta pode ser uma denúncia pessoal ou anônima ao setor responsável. Há, também, a opção de realizar uma denúncia condicional, que usa a tecnologia para dar maior segurança às vítimas – e é, na visão da fundadora, o grande diferencial do SafeSpace.

Quando um funcionário definir que deseja realizar a denúncia condicional, o relato só é enviado à área responsável se outra pessoa também registrar uma denúncia de um caso semelhante, ou contra o mesmo colega de trabalho. “Em qualquer tipo de má conduta, casos individuais são raros. Com a denúncia condicional, as pessoas se protegem no guarda-chuva das outras”, diz Rafaela Frankenthal. A empreendedora revela que a inspiração para esta solução foi o movimento “Me Too”, em que mulheres denunciaram casos de assédio no mundo todo impulsionadas e protegidas por outras que fizeram o mesmo.

Para as empresas, receber denúncia com relatos seguros e que comprovem recorrência facilita o processo de investigação, diminui custos e auxilia na promoção de ações práticas que tornem o ambiente de trabalho mais protegido. “Além de ser a coisa certa a se fazer, estudos mostram que um ambiente seguro de trabalho pode aumentar a receita e a produtividade”, conclui a empreendedora.

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários