A saída da China para a desaceleração econômica: corporate venture

Dois dos cinco fundos de investimentos de empresas que mais investiram em startups são chineses — e um dos focos é em inteligência artificial

0
shares

No ranking dos cinco corporate venture que investiram na maior quantidade de startups em 2018, dois são chineses. Segundo a CB Insights, as chinesas Baidu Ventures e Legend Capital figuraram no pódio junto ao Google Ventures, Salesforce Ventures e Intel Capital.

Essa foi a primeira vez que a Baidu Ventures foi classificado como um dos fundos mais ativos de investimentos de empresas. A mudança reflete algo que segue em curso na China: a desaceleração econômica.

Ao passo que o momento econômico da China tem afetado até mesmo empresas que não são do país, como a Apple, ela tem motivado o investimento chinês em empresas estrangeiras. Atualmente, 41% dos aportes de corporate venture são destinados a startups norte americanas. No entanto, isso também está mudando — o interesse por empresas asiáticas cresceu 7% de 2017 para o ano passado.

Ao todo, segundo a pesquisa, 2.740 negócios foram fechados por fundos de investimentos de empresas com startups. Em 2017, esse número era 2.068. O valor dos negócios também aumentou consideravelmente: de US$ 36,1 milhões para US$ 53 milhões em 2018.

Foco em inteligência artificial

Além do número de aportes realizados, o Baidu também se destacou por investir em inteligência artificial. Segundo a pesquisa, seu corporate venture investiu em 13 startups focadas na tecnologia no ano passado.

O interesse chinês em inteligência artificial não é novo – e é, inclusive, estatal. Em setembro de 2018, a inteligência artificial foi destacada pelo governo da China como um fator de mudança econômico. Para tal, foi realizada uma reunião com os líderes das maiores empresas do país – como o próprio Baidu, Tencent, Alibaba e Xiaomi.

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários