Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Meta anuncia supercomputador mais rápido do mundo; entenda

A máquina, chamada de AI Research SuperCluster (RSC), deve ficar pronta até o final deste ano

Meta anuncia supercomputador mais rápido do mundo; entenda

, jornalista

4 min

31 jan 2022

Atualizado: 13 dez 2022

Por Sabrina Bezerra

A Meta - dona do Facebook, Instagram e WhatsApp - contou que está construindo um supercomputador de inteligência artificial. A máquina, chamada de AI Research SuperCluster (RSC), promete ser a mais rápida do mundo e deve ficar pronta até o final deste ano.

Na prática, vai funcionar com sistema de machine learning - aprendizado de máquina - em que poderá aprender trilhões de dados e tomar decisões sem a necessidade do ser humano. 

“O RSC ajudará os pesquisadores da Meta a construir novos e melhores modelos de inteligência artificial que podem trabalhar em centenas de idiomas diferentes; análise de texto, imagens e vídeo [para identificar conteúdos nocivos] e desenvolver novas ferramentas de realidade aumentada”, diz a empresa.

 

Meta anuncia computador mais rápido do mundo (Crédito: divulgação blog Facebook)

COMO FUNCIONA O AI RESEARCH SUPERCLUSTER (RSC)

A conexão será feita diretamente dos servidores de dados da Meta e todos os dados serão criptografados de ponta a ponta antes de serem treinados pelo RSC - o que pode aumentar a segurança do supercomputador.

Outro detalhe técnico é que a fase atual do RSC tem 760 sistemas Nvidia GGX A100 contendo 6.080 GPUs conectadas. Mas até o final deste ano, o objetivo é contar com 16.000 GPUs capazes de processar mais de “1 trilhão de parâmetros em conjuntos de dados tão grandes quanto um exabyte”, diz em comunicado.

Como será usada? A máquina será usada para treinar muitos sistemas: desde algoritmos de moderação de conteúdo usados ​​para detectar discurso de ódio no Facebook e Instagram até recursos de realidade aumentada (já que o foco da empresa é o metaverso).

“Esperamos que o RSC nos ajude a construir sistemas de IA inteiramente novos que possam, por exemplo, fornecer traduções de voz em tempo real para grandes grupos de pessoas, cada uma falando um idioma diferente, para que possam colaborar em um projeto de pesquisa ou jogar um jogo de realidade aumentada juntos.”

Meta anuncia computador mais rápido do mundo (Crédito: divulgação blog Facebook)

QUAL É O OBJETIVO DO AI RESEARCH SUPERCLUSTER (RSC)

Segurança, privacidade e metaverso. O objetivo é que o RSC seja tão seguro a ponto de não ter vazamento de dados. 

Metaverso? Sim. Como era de se imaginar, a Meta tem construído a máquina também de olho no metaverso - plataforma de união entre o mundo físico e online - do qual quer marcar território.

“Esperamos que a próxima etapa na capacidade de computação nos permita não apenas criar modelos de IA mais precisos, mas também permitir experiências de usuário completamente novas, especialmente no metaverso”, diz a empresa.

POR QUE IMPORTA?

De um lado, a confiança do Facebook tem caído nos últimos anos - com uma série de denúncias de privacidade e segurança de dados dos usuários -, logo, a criação de um supercomputador de IA pode oferecer uma nova chance à empresa de mudar a imagem. Outro ponto a observar, é que com a inovação, pode estar um passo à frente de rivais como Apple, Google e Microsoft. Seguimos acompanhando os próximos capítulos desta história.

+ Quer aprender mais sobre tecnologias disruptivas? Clique aqui.

Banner newsletter StartSe


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Jornalista especializada em carreira, empreendedorismo e inovação. Formada em jornalismo pela FMU e pós-graduada em marketing pelo Senac, atua na área de negócios há quatro anos. Passou por veículos como Pequenas Empresas e Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS.

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo