Sou Aluno
Formações
Imersões
Eventos
Tools
Artigos
Sobre Nós
Para Empresas

Podcast MVP: Empreendedores também devem ser comunicadores?

Podcast MVP: Empreendedores também devem ser comunicadores?

Podcast MVP: Empreendedores também devem ser comunicadores?

, conteúdo exclusivo

4 min

10 jul 2024

Atualizado: 10 jul 2024

newsletter

Start Seu dia:
A Newsletter do AGORA!

Foi-se o tempo em que empreender era basicamente montar um negócio e conduzí-lo rumo ao crescimento. Hoje em dia, cada vez mais fundadores e executivos de empresas se tornaram comunicadores, influenciadores, aproveitando o potencial das redes sociais para construir o capital pessoal para, como consequência impulsionar seus negócios. Para Érico Borgo, porém, esse caminho já era uma realidade há cerca de duas décadas.

Jornalista de formação, Erico se tornou um empreendedor ao, na virada do milênio, ser um dos fundadores do Omelete, site que se tornou referência em cultura geek no país, e que depois virou a Omelete Company, trazendo ao país marcas como a CCXP. No caso de Erico, a combinação de empreendedor e comunicador veio naturalmente, mesmo que com muito custo, mas hoje se tornou um caminho sem volta para a maioria do mercado, até mesmo para quem não é do ramo da comunicação.

"Se você tem uma ideia, se você tem uma paixão, se você acredita nela, se você acredita naquilo que você tá fazendo e você não sabe como transmitir aquilo, você não vai passar a verdade em nada, sabe? Tem gente com ideia boa que não consegue, mas é isso, é necessário sim você conseguir transmitir aquilo que você acredita", pontua Erico, que saiu do Omelete em 2020 e hoje atua mais ligado ao mercado de tecnologia.

Durante a Gramado Summit, onde foi gravado o papo para este episódio do MVP, Erico Borgo falou sobre sua nova empreitada como produtor de games com o jogo Blackthorne Keep Chronicles, ao lado da produtora brasileira Limiar Studios, e também deu suas opiniões sobre o uso da inteligência artificial pelos criadores de conteúdo, o que segundo ele, pode ser de grande ajuda, se feita da forma correta.

"Claro que tem perigo, né? A IA é um um negócio absolutamente disruptivo, que tá mudando tudo, a gente não via algo assim talvez desde a Revolução Industrial. Tem tanto a capacidade de acabar com empregos, como também de abrir outros. Vai mudar muita coisa, só que as pessoas precisam estar preparadas pro que vem por aí, porque a inteligência artificial generativa, ela é absolutamente técnica, ela é algo que é capaz de fazer bastante trabalho técnico", pontua.

Para conferir na íntegra a conversa com Érico Borgo, confira o novo episódio do podcast MVP, disponível no Spotify e no YouTube do Startups.

Gostou deste conteúdo? Deixa que a gente te avisa quando surgirem assuntos relacionados!


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

O mais conceituado portal sobre startups do Brasil. Veja mais em www.startups.com.br.

Leia o próximo artigo

newsletter

Start Seu dia:
A Newsletter do AGORA!