Sobre NósPara Você
Para EmpresasConteúdos
Eventos
Game Changers

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Eventos

Jornadas de conhecimento fomentando o aprendizado dinâmico e inovador em diversos formatos e intensidades

Ver todos

Ainda não temos eventos programados. Mas estamos preparando encontros repletos de inovação para você!

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Artigos
Empreendedorismo

Novo CEO da Amazon é o próximo Steve Jobs?

Andy Jassy é o novo CEO da Amazon, ocupando o lugar que era de Jeff Bezos. Conheça mais sobre o executivo, seus feitos e semelhanças com outros grandes líderes do Vale do Silício.

Novo CEO da Amazon é o próximo Steve Jobs?

novo-ceo-da-amazon-proximo-steve-jobs. (Foto: GettyImages)

7 min

5 jul 2021

Atualizado: 11 mai 2022

Por Victor Marques

No dia 5 de julho, o novo CEO da Amazon começa a ocupar sua nova posição. Andy Jassy foi o escolhido pela gigante para ocupar o lugar que era de Jeff Bezos. Bezos continuará direcionando os rumos da companhia mas deve focar sua atenção na Blue Origin, empresa aeroespacial, Jeff inclusive irá ao espaço.

Andy Jassy possui um grande desafio pela frente, Bezos fundou a Amazon em 1994 e, hoje, deixa a cargo de Andy uma empresa com valor de mercado trilionário - a Amazon vale US$ 1,7 trilhão -, com faturamento anual de US$ 386 bilhões e quase 1,3 milhão de funcionários.

Andy Jassy, no entanto, não é novo na casa. Andy ajudou a criar a AWS - divisão de computação em nuvem da Amazon -, área que foi responsável por quase  60% do lucro operacional da Amazon em 2020, um lucro de US$ 13,5 bilhões. Mas além do seu histórico, quem é Andy Jassy? Entenda mais sobre seu estilo de liderança e as semelhanças com outro grande líder do Vale do Silício: Steve Jobs.

QUEM É ANDY JASSY?

Andy Jassy está há 24 anos na Amazon. Seu maior feito foi a construção de uma das verticais de maior sucesso da Amazon, a AWS. O negócio de computação em nuvem se tornou um dos carros chefes da gigante, responsável por trazer receita de US$ 45 bilhões em 2020 e um dos negócios mais lucrativos da gigante.

A Amazon, no entanto, é uma empresa gigante, com múltiplas verticais de negócio, do marketplace online, à rede de supermercados Whole Food's, ao serviço de streaming Prime Video. Jassy será o responsável por comandar todas essas peças em sincronia, sem deixar haver qualquer tipo de fricção entre as áreas, além de pensar em novas verticais que façam sentido para a operação.

Na Amazon desde 1997, Andy Jassy passou a comandar a Amazon Web Services (AWS) em 2003, tendo gerenciado esse segmento desde sua criação até, agora, se tornar CEO da empresa. Jassy era vice-presidente sênior da AWS até se tornar CEO da AWS em 2016. Em fevereiro de 2021 foi anunciado como sucessor de Bezos na posição de CEO, o que foi efetivado em 5 de julho de 2021.

andy-jassy-comandou-a-aws-por-18-anos-hoje-a-vertical-e-responsavel-por-quase-60-por-cento-dos-lucros-da-amazon

TRAÇOS DE STEVE JOBS

O estilo de gestão de Bezos ficou conhecido como cruel, apesar de incentivar os colaboradores a darem o melhor de si. Andy Jassy, por outro lado, parece ter um estilo de gestão mais humano e descontraído. O lado cruel de Bezos lembrava bastante o estilo de liderança de Steve Jobs, mas Andy Jassy também traz alguns elementos da abordagem de Jobs.

Steve Jobs era conhecido por seu detalhismo e perfeccionismo. Quase todas as áreas da empresa eram do seu interesse e ele tinha opiniões fortes sobre quase todas as decisões, do marketing ao design de produtos. Andy Jassy é visto como um detalhista do calibre de Jobs: há histórias sobre a intromissão do executivo na escolha da playlist de um evento da AWS, até a edição de comunicados que seriam enviados à imprensa.

Embora menos cruel, Jassy também costuma pegar de surpresa os colaboradores e fazê-los apresentar seu negócio em uma reunião sem qualquer aviso. Jobs também era conhecido por esse tipo de intimidação, os relatos mencionam o terror dos funcionários em entrar em um elevador com o ex-CEO da Apple: era seu costume utilizar o tempo para questionar o funcionário que em minutos precisava apresentar sua relevância para a empresa e defender seus projetos.

Jassy costuma fazer isso em reuniões de time, ouvindo atentamente a apresentação do colaborador, apontando erros e fazendo uma longa sequência de perguntas sobre o que foi apresentado. Mesmo com essa intensidade pontual de Jassy, o clima na Amazon deve ficar mais tranquilo, quando comparado ao estilo de gestão de Bezos. 

Ainda assim, Jassy ocupa um lugar na empresa que carrega altas expectativas, apesar de seu grande conhecimento da empresa, terá que provar que pode comandar a gigante tão bem quanto comandou um segmento dela. 

Os paralelos com o estilo de gestão de Bezos e Jobs dão indícios de que a escolha foi muito acertada, mas o estilo de gestão - em especial a atenção aos detalhes -, precisará ser aliado à capacidade de prever as novas áreas que serão chave para que a Amazon permaneça relevante no futuro.

Outra batalha que terá de lutar é a crescente tendência de judicialização de práticas monopolistas pelas grandes empresas de tecnologia dos EUA. Apple, Facebook, Google, Twitter e Amazon devem se tornar cada vez mais questionadas sobre seu tamanho e influência sobre a sociedade como um todo.

Um exemplo dessa batalha é a investigação do Federal Trade Comission (FTC) sobre as práticas anticompetitivas da Amazon. A agência busca questionar estratégias de conquista de mercado da Amazon que podem ter sido injustas com as concorrentes.

POR QUE IMPORTA?

Enquanto Jeff Bezos vai ao espaço, Andy Jassy comandará - aqui na Terra - um dos maiores conglomerados tech. A sucessão dos CEOs das grandes empresas é acompanhada de perto por acionistas e admiradores desses negócios trilionários. Um dos elementos mais destrinchados do sucesso das gigantes é o estilo de liderança dos seus CEOs.

Observar os paralelos dos modelos de gestão dos grandes líderes do Vale do Silício é um exercício válido para entender quais elementos do comportamento dos executivos se repetem em diversas empresas. A atenção aos detalhes e o questionamento frequente aos funcionários, já podem ser destacados como temas que são recorrentes nos estilos de liderança de sucesso.

O lado mais humano e tranquilo de Andy Jassy pode ser comparado ao estilo de Tim Cook - CEO atual da Apple. Cook também é considerado como um líder mais humano e tranquilo em relação aos funcionários. O que pode ser um indicativo de mudança na cultura das grandes empresas ou um sinal de que Bezos e Jobs - em comparação com os novos CEOs - eram incomparavelmente cruéis. Só o tempo dirá se a humanidade e o perfeccionismo de Andy Jassy serão suficientes para ter sucesso na cadeira que era ocupada por Bezos.


Assuntos relacionados

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo