Sobre NósPara Você
Para EmpresasConteúdos
Eventos
Game Changers

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Eventos

Jornadas de conhecimento fomentando o aprendizado dinâmico e inovador em diversos formatos e intensidades

Ver todos

Ainda não temos eventos programados. Mas estamos preparando encontros repletos de inovação para você!

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Artigos
Empreendedorismo

Loft: conheça a estratégia de sucesso por trás da startup de imóveis

Proptech se tornou referência mundial e ganhou status de duplo unicórnio em 2021. Entenda como isso aconteceu e como seu modelo de gestão pode inspirar você.

Loft: conheça a estratégia de sucesso por trás da startup de imóveis

Mate Pencz e Florian Hagenbuch, fundadores da Loft

Por Belisa Frangione

A história da Loft

Mate Pencz é um empreendedor húngaro formado em Economia pela Harvard University. Florian Hagenbuch nasceu na Alemanha e foi criado no Brasil. Estudou negócios nos Estados Unidos e trabalhou em empresas de private equity sediadas em Londres. 

Os fundadores da Loft se conheceram em 2008 nos Estados Unidos, durante um summer internship — quando faziam estágio no grupo financeiro Goldman-Sachs — e são amigos há mais de 10 anos. 

Em 2012, fundaram no Brasil a Printi, com a ajuda de redes profissionais e investidores anjos e de risco. A Printi foi a primeira gráfica online do país a oferecer produtos de alta qualidade com preços competitivos e, em dois anos de atuação, ultrapassou a marca de 30 mil clientes atendidos, e Mate e Florian entraram para a lista dos 30 under 30 da Forbes.

Em 2014, Mate e Florian venderam uma participação na Printi para a americana Visaprint e usaram a liquidez para investir em startups. Dois anos depois, fundaram o Canary, um fundo de VC especializado na primeira rodada das novas empresas brasileiras, seja ela seed ou série A. A Printi foi vendida para a empresa irlandesa Cimpress em 2020. 

Em agosto de 2018, fundaram a Loft, que começou a operação em bairros com demanda reprimida da capital de São Paulo, como Jardins, Moema e Itaim Bibi. À época, a estratégia da proptech foi se estabelecer como uma marca nesta única região de alta demanda para comprovar que a operação funcionava de uma ponta a outra no mercado imobiliário. 

Em 2020, após um aporte de US$ 175 milhões liderado pelos fundos Andreessen Horowitz, Fifth Wall Ventures e Vulcan Capital, atingiu US$ 1 bilhão em valor de mercado, tornando-se um unicórnio.

Mate Pencz e Florian Hagenbuch, fundadores da Loft

O que a Loft faz?

A Loft é uma startup que facilita a compra de apartamentos por meio de uma experiência digital, com preços e informações verificados. 

Atualmente, a startup possui a precisão de identificar a diferença de preços de apartamentos do mesmo prédio de acordo com o andar — algo que antes era predominantemente analisado pelo achismo.

Como a Loft inovou?

A Loft inova na precificação. A plataforma é a única que fornece os preços dos apartamentos de São Paulo e Rio de Janeiro com base no histórico de compra e venda, a partir do levantamento destas transações em escrituras registradas em cartórios e em informações tributárias. Seu algoritmo de precificação junta a essas informações públicas, dados das transações realizadas pela própria plataforma, como quantidade de vaga de garagens, altura, vista e outros. 

Outro ponto de inovação é a digitalização. Hoje mais de 95% das transações realizadas por meio da plataforma são realizadas de forma digital, desde a visita ao apartamento até a assinatura do contrato (CCV). E desde o ano passado já é possível também assinar a escritura desta forma. A Loft foi a primeira empresa do mercado imobiliário a oferecer a escritura digital em São Paulo. 

Também se destaca pela tecnologia que permite que anúncios dos imóveis não sejam duplicados. Cada imóvel tem uma identificação única, tipo um CPF. Quando um imóvel é cadastrado na plataforma da Loft, o sistema identifica automaticamente de qual “CPF” são aqueles dados. Se houver nova tentativa de cadastrar o mesmo imóvel, o sistema também identifica e bloqueia a tentativa de cadastro.

Escritório da Loft (foto: divulgação/Loft)

Por que a Loft é case de sucesso?

Em três anos de existência, a Loft recebeu o maior aporte da história do ecossistema brasileiro de startups e entrou para o top 10 de startups do mercado imobiliário residencial mais bem avaliadas do mundo - tirando as empresas da China e Estados Unidos, a Loft é a maior do mundo. 

Alguns fatores que levaram ao sucesso da proptech foram: a capacidade de digitalização do processo de compra e venda de imóveis; a intensificação da cultura do e-commerce impulsionada pela pandemia, que também acelerou o home office e faz com que as pessoas valorizem mais seus lares; mais e mais millennials estão entrando na vida adulta e no mercado imobiliário. Por fim, os juros em patamares mais baixos da história, ampliando o acesso ao financiamento e trazendo mais liquidez ao mercado.

Rooftop da Loft em São Paulo (foto: divulgação/Loft)

Como é a gestão na Loft?

A gestão é feita pela dupla de fundadores Mate Pencz e Florian Hagenbuch, que também são co-CEOs da Loft. Eles têm o apoio de executivos reunidos na gestão. As decisões e novidades da empresa são comunicadas para todos os funcionários. 

Semanalmente, ocorre o evento virtual “Rooftop”, apresentado pela diretoria da Loft, com temas de interesse geral, e aberto para qualquer tipo de pergunta - todas respondidas ao vivo. 

A visão de negócios da Loft é trazer a experiência de compra de imóveis para o mundo do e-commerce. A missão é facilitar a compra de imóveis, oferecendo preços e informações verificados para que as pessoas encontrem seu lar ideal com segurança e sem surpresa. 

A cultura da Loft é pautada pelos seguintes valores: “somos customer-driven (orientados/as por clientes), colocamos clientes no centro de nossas decisões; Proud to build (temos orgulho de construir), construímos diariamente para o longo prazo; Win together (vencemos juntos/as), jogamos em time para vencer o jogo da vida; Be adaptable (somos adaptáveis), nos adaptamos para evoluir; Be yourself (somos nós mesmos/as), sermos nós mesmos nos leva ainda mais longe”.

Escritório da Loft em São Paulo (foto: divulgação/Loft)

O que a Loft pode te ensinar?

Apostar na transparência de dados. A Loft busca atuar para que todos saibam o quanto vale de fato todos os apartamentos, como ocorre em outros países como nos EUA.

Inovar sempre. A tecnologia e as startups podem jogar luz a setores que apresentam muitas dores para os consumidores. 

A jornada de compra e venda de um imóvel no Brasil apresenta diversas oportunidades de aperfeiçoamento.

 Isso vai permitir que as pessoas possam escolher com mais liberdade onde e como morar. Dinamiza a economia, gerando novas oportunidades de trabalho e renda, e também deixa o país menos vulnerável à especulação imobiliária e mesmo a fraudes como a lavagem de dinheiro por meio desses ativos.

Ficha

Nome: Loft

Ano de fundação: 2018

Origem: Em São Paulo, com o propósito de se estabelecer como uma marca nas regiões dos Jardins, Moema e Itaim Bibi

Valor de mercado: US$ 2,2 bilhões

CEOs: Mate Pencz e Florian Hagenbuch


Assuntos relacionados

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo