Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Fundraising: o que considerar ao buscar investimento

Conhecimento sobre fundraising está relacionado a facilidade ou dificuldade dos empreendedores em captar recursos. Listamos 7 boas práticas de fundraising.

Fundraising: o que considerar ao buscar investimento

, Head de Conteúdo na Captable

8 min

13 out 2022

Atualizado: 11 jan 2023

Por Juliana Irala, da Captable Brasil

A busca por investimentos faz parte da rotina de qualquer empreendedor, especialmente daqueles de empresas em estágios mais iniciais, e a facilidade ou dificuldade em conseguir o cheque está diretamente relacionado com o conhecimento sobre a principal parte desse processo: o fundraising.

Em bom português, o fundraising é levantamento (raise) de fundos (fund). Ainda que possua uma metodologia, com processos e ferramentas, não é uma fórmula mágica. E, por isso, selecionamos algumas dicas e boas práticas, baseadas no artigo de Renan Metim, Gestor de Venture Capital da Prana Capital, para empreendedores levarem em consideração ao estruturarem uma estratégia de fundraising:

1. Se relacione

Investidores de venture capital são de longo prazo – e, por isso, geralmente não estão apenas à procura de um investimento, mas sim de empreendedores com quem possam criar relacionamentos, trocar ideias e dividir os mesmos valores e visões de mundo.

E se essas relações foram bem construídas, o empreendedor tem maior chance de conseguir investimentos em uma segunda empreitada, por exemplo, porque além da experiência vivenciada, já terá relacionamentos estabelecidos e um networking acessível querendo trabalhar em conjunto novamente.

 

2. Contrate um advogado com experiência

Por já existirem termos, condições, estruturas societárias e instrumentos jurídicos específicos do venture capital no Brasil, a orientação de um profissional com experiência é essencial. Principalmente nos estágios iniciais, com investidores anjos e family & friends, é importante evitar pessoas sem conhecimento do ecossistema, pois, dependendo, os termos podem atrasar ou inviabilizar investimentos futuros vindos de investidores profissionais.

3. Mapeie investidores 

Algo muito característico no venture capital é o financiamento por estágio. Para cada rodada de captação, diferentes players analisam se a startup possui a estrutura esperada para aquele estágio. Além disso, existem fundos especializados em determinados setores e outros fundos ainda que só investem em determinados modelos de negócio. Ter conhecimento das teses dos fundos antes de sair em busca de investimento pode cortar horas de todo o processo, que já costuma ser demorado.

4. Construa um CRM

Antes de mais nada, fundraising é um processo de vendas. O empreendedor está, nada mais, nada menos, tentando “vender” a sua ideia para outras pessoas. Assim, existem leads que vão avançando nas etapas dos funis e existe uma inteligência por trás deste processo. 

5. Não dispare mensagens em massa

O fundraising é um processo de vendas, mas é um processo de vendas pessoal. Os investidores diariamente recebem diversas oportunidades para analisar, e as startups que chegam sem nenhuma referência tem poucas chances de serem analisadas.

6. Não terceirize o fundraising

Como colocado no primeiro e quinto item, o venture capital é relacionamento. Assim, o investidor quer sentir que o empreendedor fez a sua lição de casa (pesquisou sobre a sua tese e conversou com os outros empreendedores do portfólio, por exemplo), e não apenas terceirizou à um “agente de captação”. 

7. Construa um data room

Essa é uma etapa mais simples e objetiva, mas que eleva o nível do jogo e demonstra profissionalismo do empreendedor. O data room é um ambiente digital, por exemplo um Google Docs, onde ficarão as principais informações que o investidor precisa para avaliar o investimento. Assim, em vez de enviar os documentos separadamente, o empreendedor pode compartilhar o acesso ao data room e poderá saber quem acessou, quais arquivos olhou, tempo de permanência, entre outras informações importantes.

POR QUE IMPORTA?

Entender como funciona o processo de fundraising de uma startup não é importante apenas para empreendedores, mas também investidores. Pensando nisso, a Captable criou o Startup Investor Club, um clube de investidores, que dá aos participantes acesso a uma jornada completa com os maiores investidores e profissionais do mercado de inovação e investimento em startups. O clube inicia com uma imersão presencial de dois dias na sede da StartSe em São Paulo.

Os painéis serão conduzidos pelo time da Captable e alguns dos maiores nomes do mercado de inovação. Entre eles, estão Matheus Schettini, VC na Upload Ventures; Julia de Luca, tech manager no Itaú BBA; Gustavo Cavenaghi, Head de Investimentos da Kortex Ventures, Vanessa Rossini, Gerente de Relação com Investidores na Magalu; e Pedro Englert, presidente do conselho da StartSe.

As vendas para a próxima edição do Startup Investor Club, que acontecerá nos dias 25 e 26 de novembro, já estão abertas. Para conferir em mais detalhes todas as informações, clique aqui.


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Victor Marques é Head de Conteúdo na Captable, maior hub de investimentos em startups do Brasil, que conecta seus mais de 7000 investidores a empreendedores com negócios inovadores. Escreve há mais de dois anos sobre inovação. Formado em Letras e Mestre em Linguística pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo