Sou Aluno
Formações
Imersões
Eventos
Tools
Artigos
Sobre Nós
Para Empresas

Destaxa planeja crescer com tecnologia para adquirentes

Destaxa planeja crescer com tecnologia para adquirentes

Destaxa planeja crescer com tecnologia para adquirentes

, conteúdo exclusivo

4 min

25 jun 2024

Atualizado: 25 jun 2024

newsletter

Start Seu dia:
A Newsletter do AGORA!

Com uma plataforma para gestão de vendas por meio de maquininhas de cartão que processa cerca de R$ 4 bilhões por ano, a Destaxa agora busca crescer como infraestrutura para as credenciadoras (adquirentes). Neste momento, a fintech está realizando testes com uma empresa do segmento e negocia com uma segunda, diz Felipe Ayres, CEO e cofundador da Destaxa, em conversa com o Finsiders Brasil

Na visão do empreendedor, existe um potencial “gigantesco” para avançar nessa estratégia. “Não muda em nada nosso produto. O que damos para as adquirentes é um software as a service (SaaS), que elas conseguem entregar uma solução inteligente com software de gestão para potenciais parceiros, como um produto white-label [com a marca da empresa parceira]”, explica o CEO.

O objetivo da Destaxa desde o início da companhia, em 2021, é fornecer uma plataforma tecnológica multiadquirente para pequenos e médios comerciantes em todo o Brasil, seguindo um modelo de orquestração de pagamentos. “Sempre nos propusemos a ser agnóstico, e sempre seremos. Nunca seremos um processador de pagamento, mas sim uma infraestrutura”, diz Felipe. 

Para chegar aos pontos de venda (PDVs), a fintech se conecta a sistemas de frente de caixa. “Atualmente estamos conectados com 130 automações comerciais que, juntos, têm perto de 150 mil clientes PDVs. Esse é nosso potencial, já que menos de 5 mil desses são clientes Destaxa”, conta o CEO. 

Tecnologia e capital

De acordo com Felipe, em 2022, a fintech crescia de 5 a 20 novos clientes por mês. No ano seguinte, a adição de clientes passou a ser de 50 a 100 por mês. Já em 2024, a empresa nota a chegada de 300 a 500 clientes novos mensalmente. “Estamos investindo muito nos últimos nove meses para automatizar os processos operacionais. Daqui a um ano, queremos ter 5 mil novos clientes por mês.”

A Destaxa vem testando algoritmos de inteligência artificial (IA) em partes de seus processos. A ideia é que o onboarding dos clientes ocorra cada vez mais sem fricção, de forma automatizada e segura. “Nosso foco é ser uma empresa de tecnologia enxuta e altamente eficiente e resiliente”, afirma o CEO.

Com um aporte de R$ 30 milhões, anunciado em novembro de 2023, a Destaxa está capitalizada, garante o fundador. Além dessa captação liderada pela Astella, a fintech havia recebido, em 2022, um seed money de US$ 5 milhões com fundos como Quona Capital, Caravela Capital e Norte Capital. “Nosso plano é fazer uma rodada Série A no primeiro trimestre do ano que vem. Agora o foco mesmo é crescer a base”, diz Felipe. 

Contexto

Felipe é alguém que podemos chamar de empreendedor de terceira viagem. Antes de fundar a Destaxa, ele havia montado a gestora F3 Capital e a subadquirente Nexu. Com essa segunda iniciativa, Felipe percebeu à época (meados de 2015) que a concorrência era muito grande, em meio ao avanço de players como Stone, PagSeguro (atual PagBank), Mercado Pago e outras. 

Anos mais tarde, numa viagem à Índia para conhecer o sistema de pagamento instantâneo local, o UPI, Felipe conheceu um empresário que também tivera uma subadquirente, mas desistiu do negócio em meio à dificuldade de convencer os lojistas que a sua taxa era menor do que a praticada pelos concorrentes, e passou a trabalhar com a orquestração de pagamentos. 

De volta ao Brasil, Felipe decidiu colocar em prática esse modelo, criando a Destaxa, em 2021. Hoje, a empresa não é a única a apostar na orquestração de pagamentos. Entre as fintechs que oferecem soluções do gênero no ambiente online estão nomes como Yuno, Malga e PoolPay. No comércio físico, um exemplo é a Shipay.

Gostou deste conteúdo? Deixa que a gente te avisa quando surgirem assuntos relacionados!


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

O mais conceituado portal sobre startups do Brasil. Veja mais em www.startups.com.br.

Leia o próximo artigo

newsletter

Start Seu dia:
A Newsletter do AGORA!