Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Como ser sócio do Nubank?

É isso mesmo que você leu: o Nubank vai inovar novamente e planeja uma maneira de seus clientes se tornarem sócios da fintech. Como funciona? Por que o Nubank aposta tanto em comunidade? Entenda mais.

Como ser sócio do Nubank?

como-ser-socio-do-nubank (Foto: Nubank/Divulgação).

, Head de Conteúdo na Captable

6 min

1 nov 2021

Atualizado: 11 jan 2023

Por Victor Marques, da CapTable Brasil.

Em linha com seu posicionamento de permitir o acesso ao sistema bancário para mais pessoas, o Nubank também planeja que seu IPO não seja tão excludente, como a Bolsa de Valores em geral é percebida. Para que todos os clientes possam participar, o Nubank vai dar BDRs (Brazilian Depositary Receipts) aos clientes através de seu aplicativo: ou seja, todos terão a chance de dizer que são sócios da fintech – ou, como o roxinho divulgou, NuSócios.

COMO FUNCIONA O NUSÓCIOS?

O programa faz parte da estratégia montada para o IPO do Nubank, depois de começar o processo, a fintech anunciou por e-mail que o NuSócios será a maneira de permitir que milhões de seus clientes se tornem sócios do negócio. A partir de 9 de novembro, os clientes elegíveis poderão solicitar seu "pedacinho" do Nubank, o BDR, através do app – sem nenhum custo.

Cristina Junqueira, Adam Edward Wible e David Vélez apresentam o programa NuSócios do Nubank (foto: divulgação)

Os BDRs representam uma fração de uma ação negociada em outro país, no caso do Nubank, nos EUA. A estimativa é que cada BDR equivalerá a 1/6 do valor da ação ordinária classe A da Nu Holdings, empresa líder do grupo – essa equivalência deverá ser confirmada ao final do processo de IPO.

A ideia é que o NuSócios seja a porta de entrada de muitos dos clientes do Nubank ao mundo dos investimentos na Bolsa de Valores. Assim como a fintech fez com cartões de crédito e conta corrente, a ideia é que esse seja um pontapé inicial para uma jornada de conhecimento – e adesão – de milhões de brasileiros sobre o funcionamento do mercado de ações.

QUAL A INTENÇÃO?

Além do objetivo de ser a porta de entrada dos seus milhões de clientes na Bolsa de Valores, a atitude do Nubank planeja reforçar ainda mais a ideia de comunidade. Incluindo seus clientes, como sócios, a fintech dá mais um passo para se afastar de vez do conceito de banco tradicional: ou você já viu o Banco do Brasil distribuindo ações para seus correntistas gratuitamente, por exemplo?

O senso de comunidade criado por permitir que seus clientes se tornem sócios é também mais uma demonstração do poder e da vontade de inovar do Nubank. Com isso, a fintech também reforça seu posicionamento como uma marca admirada, amada e recomendada pelos clientes.

nubank-planeja-dar-pedacinho-da-fintech-para-seus-clientes-na-forma-de-bdrs. (Foto: Nubank/Divulgação).

Para quem está acostumado a investir na Bolsa de Valores, pode parecer pouco ganhar 1/6 (estimativa atual) do valor de uma ação. Mas, para milhões dos clientes da fintech é uma forma de se sentirem valorizados e parte importante da construção da história da empresa.

A força da comunidade do Nubank deve se intensificar com a iniciativa e deve trazer o poder de divulgação dos seus clientes para dentro da startup: transformando-os em sócios. Na CapTable sempre observamos o poder que os sócios de uma startup tem para ajudar em seu crescimento. Todas as startups registram crescimento em sua base de usuários depois de passar pela CapTable – e seus primeiros investidores quase sempre são os seus clientes.

POR QUE IMPORTA?

A comunidade construída através do investimento é muito poderosa dentro de uma empresa. O Nubank agora planeja levar esse conceito além: dando um pedaço da empresa para seus clientes, transformando-os em sócios. A movimentação do Nubank reforça dois conceitos que a CapTable sempre defendeu: seus clientes serão seus primeiros sócios e seus sócios serão seus melhores embaixadores de marca.

Unir o poder de comunidade com uma marca e serviços incríveis é a melhor maneira de garantir a satisfação e multiplicação dos clientes. Em um efeito composto, os sócios se tornam divulgadores, clientes e defendem a marca. Ao mesmo tempo, os clientes satisfeitos se tornam novos potenciais sócios, em um ciclo virtuoso que só traz benefícios ao negócio – especialmente para startups, que precisam ganhar novos clientes de forma acelerada.

Conheça a CapTable e cadastre-se para saber de novas oportunidades de fazer parte da comunidade de sócios de uma startup. Tem uma startup e quer aproveitar os efeitos de rede proporcionados pela comunidade de investidores CapTable? Inscreva-se aqui.


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Victor Marques é Head de Conteúdo na Captable, maior hub de investimentos em startups do Brasil, que conecta seus mais de 7000 investidores a empreendedores com negócios inovadores. Escreve há mais de dois anos sobre inovação. Formado em Letras e Mestre em Linguística pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo