Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Com capital bem aplicado, startup cresce 75% em 9 meses

Capital sozinho não faz uma empresa crescer. Para as startups, saber aplicar os recursos – principalmente no momento atual – é regra. Conheça a startup que cresceu 75% em 9 meses.

Com capital bem aplicado, startup cresce 75% em 9 meses

capital-bem-aplicado-startup-cresce-75-em-9-meses (Foto: GettyImages).

, Head de Conteúdo na Captable

8 min

13 set 2022

Atualizado: 11 jan 2023

Por Victor Marques, da Captable Brasil.

Embora não seja o caminho correto para todos os negócios, a maioria das startups irá precisar, em algum momento do seu crescimento, captar recursos para potencializar seu crescimento. 

Mas, no momento atual, a startup precisará comprovar que seus números fazem sentido, que já possui um plano claro e testado para o uso do capital e, principalmente, que já encontrou seu product-market fit.

Caso esteja em uma segunda rodada, um follow-on, a startup terá que comprovar que utilizou bem o capital investido na rodada anterior. Já que os investidores olharão para as promessas da rodada anterior – para entender a capacidade de execução da equipe da startup.

DEPOIS DE DOIS ANOS, O FATURAMENTO

Um dos exemplos de startup que soube aplicar os recursos captados para crescer foi a Lecupon. De 2018 a 2020, a startup operou sem faturar. Ainda em 2018, captou R$ 600 mil do investidor anjo Biz Invest. Em agosto de 2021, já faturando, buscou a Captable e levantou R$ 1,7 milhão.

O faturamento mensal saiu de cerca de R$ 400 mil no início de 2022, para R$ 700 mil. O segredo do crescimento foi ter começado a operar como B2B, oferecendo sua solução para outras empresas: criando clubes de desconto personalizados para membros de instituições e varejistas.

Antes da captação com a Captable, a empresa possuía 3 mil varejistas, 130 clientes e 700 mil usuários finais.

Agora, a empresa já possui parceria com 25 mil varejistas, 350 clientes e 2,5 milhões de usuários finais dos seus aplicativos. Ou seja, quando entra em contato para criar uma nova parceria com varejista, pode oferecer uma cartela de 2,5 milhões de usuários e ganhar, em contrapartida, uma comissão das vendas. Parte da comissão vira cashback para os usuários e parte fica com a Lecupon.

O faturamento da startup é composto por essa comissão recebida dos varejistas e da mensalidade que as empresas e instituições clientes pagam.

POR QUE IMPORTA?

Em 2021, captar recursos para uma startup era motivo de orgulho. 2022 chegou com outro cenário e fez parecer que negócios estão buscando rodadas por não saberem gerar seu próprio caixa. Não é verdade. Houve excessos, mas quem soube gerir os investimentos recebidos, teve uma aceleração importante no crescimento do negócio – que dificilmente seria atingida somente com capital próprio.

A Lecupon cresceu tanto com os recursos que atraiu clientes como OAB, Botafogo, Unimed, Jeep e Fiat. Deu tão certo que os empresários já pensam em buscar uma nova rodada em 2023, agora podendo comprovar que encontraram uma maneira de transformar o investimento em crescimento, de maneira eficiente.

Se você quer ser sócio de empresas inovadoras, conheça a Captable, plataforma de investimento em startups da StartSe. Se quer ficar sabendo em primeira mão de novas oportunidades e entrar na Nova Economia em 2022, participe do grupo exclusivo do Telegram para avisos de novas captações! Se você quer captar conosco, saiba mais e se inscreva no nosso processo de seleção.


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Victor Marques é Head de Conteúdo na Captable, maior hub de investimentos em startups do Brasil, que conecta seus mais de 7000 investidores a empreendedores com negócios inovadores. Escreve há mais de dois anos sobre inovação. Formado em Letras e Mestre em Linguística pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo