Sobre NósPara Você
Para EmpresasConteúdos
Eventos
Game Changers

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Eventos

Jornadas de conhecimento fomentando o aprendizado dinâmico e inovador em diversos formatos e intensidades

Ver todos

Ainda não temos eventos programados. Mas estamos preparando encontros repletos de inovação para você!

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


Artigos
Inovação

Novo unicórnio, Betterfly aposta em bem estar financeiro

Startup chilena alcançou o valuation de US$ 1 bilhão após receber um aporte série C de US$ 125 milhões

Novo unicórnio, Betterfly aposta em bem estar financeiro

App da Betterfly (foto: reprodução)

7 min

14 fev 2022

Atualizado: 24 nov 2022

Por Tainá Freitas

A Betterfly é o primeiro unicórnio social da América Latina. A startup chilena alcançou o valuation de US$ 1 bilhão após receber um aporte série C de US$ 125 milhões.

Quando fundaram a startup, no entanto, Eduardo e Cristóbal Della Maggiora tiveram receio de não levantar investimentos. Isso porque a companhia é uma social startup – ou empresa B, certificado dos negócios que equilibram lucro e propósito.

“Nós viemos do mercado financeiro, trabalhamos no JP Morgan. Queríamos colocar o propósito na frente de tudo e tínhamos medo de como os investidores iam olhar para isso. Mas fizemos de qualquer jeito”, conta Cristóbal, presidente e cofundador da Betterfly, em entrevista à StartSe. “Ter um impacto econômico para os nossos investidores é bom, é essencial, mas é tão importante quanto ter um impacto positivo no mundo, no lado social e no meio ambiente”.

BETTERCOINS

Luciano Snel Correa, CEO da Icatu Seguros, e Eduardo della Maggiora, fundador e CEO de Betterfly (foto: divulgação)

Pode parecer um desafio, mas o modelo de negócios da Betterfly combina o lucro e o propósito. A companhia é uma plataforma de benefícios B2B – ou seja, as empresas contratam os serviços para oferecer aos seus funcionários. Há uma cartela variada de assistência: psicológica, financeira e exercícios físicos (da corrida à meditação).

À medida que o funcionário investe no próprio bem-estar, ele ganha Bettercoins – a moeda da gamificação da Betterfly. As moedas podem ser trocadas por doações em instituições sociais. Além disso, a cobertura do seguro também aumenta na mesma proporção que cada colaborador tem um hábito saudável.

“Descobrimos na Burn to Give [empresa que tiveram antes da Betterfly, mas que serviu de base para o negócio] que ao discursar para dez pessoas, uma pode fazer o exercício. Mas se você falar para as mesmas dez pessoas que irá doar para a caridade se elas fizerem esportes, você tem nove das dez pessoas fazendo esportes”, afirma Della Maggiora.

CRESCIMENTO ACELERADO

Anúncio da Série B da Betterfly na Nasdaq, em NY (foto: divulgação)

A Betterfly foi criada oficialmente há um ano e quatro meses. Neste último ano, a empresa apertou o acelerador: foi de 50 funcionários para 500 funcionários. A companhia chilena deseja construir uma sede no Brasil – e planeja contratar um time local para construir a Betterfly local.

“Criar uma unidade no Brasil apenas com chilenos não funcionaria, pois os desafios são diferentes. Vamos contratar em vários setores: tecnologia, produto, marketing, operações, vendas”, afirma o presidente.

O crescimento também aconteceu através da aquisição de seis negócios com foco em finanças. Há uma brasileira na lista: a Xerpa, uma startup que facilita o adiantamento de salários.

CUIDADO FINANCEIRO

A aquisição de empresas com foco em serviços financeiros não é por acaso. Esta é uma questão que a Betterfly pretende solucionar na América Latina.

“Nós já temos a parte física e mental. Mas em qualquer momento que você pergunta o que as pessoas precisam, elas dizem que precisam dormir mais, fazer mais exercícios; elas nunca dizem que estão preocupadas com as finanças. No entanto, muitas não sabem como vão chegar ao final do mês. As finanças são uma ameaça silenciosa na América Latina e queremos prover esse cuidado financeiro”, explica Della Maggiora.

Banner newsletter StartSe


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo