Sobre Nós
Para Você

NOVO

Para Empresas
Conteúdos
Eventos
Game Changers
Tools
NOVO

Para Você

Avance na carreira e renove seus conhecimentos na mesma velocidade que o mundo muda: na do AGORA

Ver todos

Cursos

Certificações internacionais inovadoras que trazem o que há de mais atual em gestão para um mundo em transformação

Imersões

Imersões executivas presenciais nos mais avançados polos de inovação e empreendedorismo do mundo

Tools

NOVO

As ferramentas de inteligência artificial desenhadas para o seu negócio

Conteúdos

Conteúdo diário sobre inovação, empreendedorismo e os temas mais relevantes do AGORA para que você não perca nada


5 dicas para manter a saúde mental ao empreender

Cuide de quem cuida do seu negócio: você

5 dicas para manter a saúde mental ao empreender

Dono de comércio em frente a sua lojinha (Fonte: Getty Images)

, Redator

6 min

12 out 2022

Atualizado: 4 jan 2023

Conteúdo exclusivo Startups 

É comum que empreendedores dediquem-se de corpo e alma para fazer seus negócios darem certo. Afinal, construir uma empresa do zero exige grandes responsabilidades para cumprir metas, atrair e reter funcionários, impactar clientes e gerar retornos financeiros.

No entanto, a dedicação extrema para manter uma empresa de pé pode fazer com que os empreendedores esqueçam de cuidar de si mesmos. As poucas horas de sono, estresse excessivo e a pressão por resultados pode trazer prejuízos à saúde mental (e física também) de quem está empreendendo.

Uma pesquisa feita pela Harvard Business Review com 326 empreendedores norte-americanos revelou que pelo menos 25% deles sofrem com um início da síndrome de burnout, ou esgotamento motivado pelo trabalho. No Brasil, uma pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Troposlab mostrou que a pandemia da Covid-19 provocou uma série de problemas na saúde mental de empreendedores. 76% deles sentiram que tiveram a vida afetada ou muito afetada; 15% iniciaram uso de medicamentos (ansiolíticos, antidepressivos ou ambos); e 20% apresentaram sintomas médios e severos de sofrimento psicológico.

Nós separamos 5 dicas para te ajudar a cuidar da saúde mental ao criar e manter um negócio. Veja, a seguir:

Durma bem

Esqueça aquela ideia de trabalhar enquanto eles dormem. Descanse também. Até os maiores e mais famosos empreendedores do mundo já falaram sobre a importância de uma boa noite de sono.

Elon Musk, o megabilionário fundador da Tesla, não esconde que trabalha muito. “Normalmente, estarei em reuniões no trabalho até 1 ou 2 da manhã. Sábado [e] domingo, geralmente não, mas às vezes”, disse durante uma entrevista no podcast The Joe Rogan Experience, conforme relembrou a CNBC. Mas depois de trabalhar “centenas de horas” por semana, o executivo fez algumas mudanças em seus hábitos diários. “Tentei dormir menos, mas a produtividade total diminuiu”, disse. Hoje, Musk afirma ter cerca de 6 horas de sono.

Agora peguemos o artigo “Warren Buffett diz que você será um desastre se não cuidar da sua saúde mental. Aqui estão 8 maneiras comprovadas de fazer isso”, do consultor de negócios Marcel Schwante. Nele, o autor cita estudos que mostram que após 17-19 horas sem dormir, o cérebro começa a “experimentar níveis de comprometimento cognitivo equivalentes a ter 0,05% de álcool no sangue, um pouco abaixo do limite de estar legalmente bêbado”.

Respire profundamente

Marcel Schwante sugere também que durante os picos de estresse e ansiedade os empreendedores tentem acalmar o sistema nervoso usando a respiração profunda, ou diafragmática. “Fazer isso por alguns minutos envia ao cérebro a mensagem de que você não está realmente em perigo e, em troca, chuta seu corpo para o modo de relaxamento em vez de luta ou fuga”, explica Schwante. Outra dica é afastar o medo gentilmente falando consigo mesmo. “Convença essa parte do seu cérebro que o envia para o modo de luta de que você está bem”, pontua.

Mantenha seus vínculos sociais

Isso não é sinônimo de network. Segundo Tatiana Pimenta, cofundadora e CEO da healthtech Vittude, manter contato com pessoas para além dos assuntos do trabalho é fundamental para alimentar sensações de bem-estar.

“As suas conexões com pessoas queridas aumenta a felicidade e afasta os sentimentos de solidão, além de diminuir significativamente as possibilidades de ser afetado pela depressão. Dessa forma, a dica é sempre cultivar as amizades e vínculos, sem esquecer, é claro, dos relacionamentos românticos”, escreveu Tatiana em uma publicação no blog da Vittude.

Embora muita gente ache que relacionamentos façam as pessoas se distraírem e desviarem o foco de questões importantes como o trabalho, Tatiana afirma que relacionamentos saudáveis tendem a contribuir ainda mais para o bom andamento dos negócios. E mais: podem ser um estímulo para que o empreendedor alcance seus objetivos. Visite amigos, a família, construa vínculos e converse sobre temas


Faça exercícios

Essa dica não é nova, e você provavelmente já ouviu alguém dizer que praticar exercícios físicos ajuda a promover um estilo de vida mais saudável – física e psicologicamente. Primeiro porque a atividade física regular melhora a capacidade cognitiva, fornece mais energia e aumenta a autoestima.

Mas os benefícios vão além disso. De acordo com a Vittude, a prática de exercícios físicos libera endorfinas no cérebro, o que melhora a memória, eleva o humor, aumenta a disposição física e mental, melhora a concentração, fortalece o sistema imunológico, alivia dores e tensões musculares e melhora a qualidade do sono.

“Acredita-se que as atividades físicas combatam aspectos específicos dos transtornos mentais, podendo, dessa forma, catalisar o tratamento psicológico”, diz Tatiana Pimenta no blog da healthtech. E não precisa ser fã de academia para movimentar o corpo (embora caso você goste essa também seja uma opção). Outras práticas como caminhada, natação, pilates e yoga podem fazer uma enorme diferença tanto física quanto mentalmente.

Busque ajuda

Praticar o autoconhecimento e procurar uma ajuda profissional pode ser a dica de ouro para dar conta das responsabilidades empreendedoras e manter a saúde mental. Afinal, eles permitem que o empreendedor desenvolva a capacidade de administrar crises, solucionar problemas com mais facilidade e tenha maior controle das emoções.

“A psicologia foca no indivíduo e tem como principal objetivo o bem-estar. É o espaço ideal para colocarmos à mesa os nossos dilemas que não saem da nossa cabeça e compartilhar com um profissional que está pronto para te ouvir e acolher. Além de, claro, te auxiliar a refletir sobre seus próximos desafios. Você pode se perguntar o que um psicólogo pode saber sobre um planejamento da sua empresa. E a resposta é, provavelmente, nada. Mas é o psicólogo que vai ajudar você a refletir e decidir suas melhores alternativas e te trazer para a lógica, buscando dentro de si as respostas para suas questões”, explica a healthtech Sami Saúde, em um post no blog da companhia.


Assuntos relacionados

Imagem de perfil do redator

Abra sua cabeça para as novas oportunidades!

Cadastra-se e receba diariamente o resumo do que importa com a análise do time StartSe!

Leia o próximo artigo