Xiaomi

Imagem do último artigo número 1

Alibaba, Tencent, Baidu, JD.com, Xiaomi, ByteDance, Meituan e Didi realizaram aportes em 419 empresas chinesas e do exterior no ano passado

Imagem do último artigo número 1

Gigante chinesa de tecnologia entra para o universo das fintechs na Índia, país utilizado por várias empresas como mercado de teste para novos produtos globais

Imagem do último artigo número 1

Desde que Lei Jun assumiu a presidência da Xiaomi China, em maio, a fatia de mercado da fabricante chinesa de smartphones no país asiático diminuiu de 12% para 9%

Imagem do último artigo número 1

China já conta com 86 mil estações de distribuição do 5G no país, e demanda por smartphones com acesso à rede está crescendo

Imagem do último artigo número 1

A jaqueta inteligente conta com aquecedor interno recarregável com autonomia de 7 horas de funcionamento

Imagem do último artigo número 1

Segundo a empresa, o dispositivo será lançado no final do ano na China e em pequenas quantidades

Imagem do último artigo número 1

O documento mostra um celular com tela cheia, câmera dupla e um módulo de energia solar, que ocupa a maior parte da traseira do aparelho

Imagem do último artigo número 1

A segunda maior fabricante de smartphones do mundo abriu quiosques nos shoppings Morumbi e Eldorado, em São Paulo

Imagem do último artigo número 1

Juntamente com os produtos, a empresa vai inaugurar sua primeira loja oficial no Brasil, no dia 1/6, no Shopping Ibirapuera

Imagem do último artigo número 1

Segundo levantamento do Instituto de Pesquisa Hurun, o país asiático tem um total de 202 unicórnios