O que podemos aprender ao lançar uma empresa? Quais ensinamentos?

A partir do desenvolvimento do conceito até o lançamento aprendemos muitas lições, colocadas em prática na hora de começar uma empresa

Avatar

Por Da Redação

14 de dezembro de 2016 às 15:29 - Atualizado há 3 anos

*Por Orkut Buyukkokten, cofundador e CEO, e John Murphy, cofundador e CTO

Quando eu e meu sócio, John Murphy, fundamos a Hello Network, em 2014, tínhamos como principal proposta criar uma nova rede social, a hello, primeiramente desenhada para mobile. A plataforma nasceu para ajudar as pessoas a formarem conexões reais, baseadas em seus interesses. A missão da hello é colaborar para que as pessoas construam relacionamentos a partir das suas paixões, criando comunidades vibrantes e ativas formadas por pessoas que amam as mesmas coisas.

O app para os sistemas operacionais Android e iOS foi lançado em julho de 2016 no Brasil, e agora está disponível em 11 países até o momento, sendo 13 previstos até o final do ano. Durante esta jornada a partir do desenvolvimento do conceito até o lançamento aprendemos muitas lições, colocadas em prática na hora de começar uma empresa. Eu e John listamos algumas lições e dicas do que consideramos mais importantes na excitante aventura de construir uma grande empresa:

Cultura e diversão

Defina sua cultura no início e não oscile. Tenha certeza daquilo que acredita e lidere pelo exemplo. O melhor ambiente de trabalho vai muito além de corrigir as coisas se elas não vão bem até que se acomodem. Não importa apenas o que você está construindo, mas quem você é. Divirta-se, porque se você e seu time não estiverem se divertindo no trabalho e na loucura de começar uma start-up, algo está errado.

Tudo faz parte da marca

Construir uma marca começa no primeiro dia. Tudo faz parte da marca – toda decisão de produto que for tomada, toda comunicação que for enviada, como é o tratamento a seus funcionários e clientes, como são as comunicações visuais. Reserve tempo para estabelecer sua missão e visão da companhia e, principalmente, suas metas. É um grande guia recordar essas decisões quando surgem escolhas difíceis no caminho.

Contrate a pessoa certa na hora certa

Não contrate apenas iniciantes para economizar. O seu time é o maior investimento que deve ser feito, então escolha líderes para áreas críticas para conduzirem o time e que possam agir e resolver as questões. Só contrate pessoas que acreditam no produto e na missão da companhia. Se alguém não se encaixa, deixem que saibam logo.

Seja flexível

Não se prenda tanto a sua visão inicial. Se você estiver errado, pode rever acordos. Uma vez que o produto está pronto, é preciso estar preparado para fazer adaptações, construindo o produto que os clientes querem e não tentando forcá-los a usar o produto que você deseja. Porém, é preciso sim se ater a sua visão, é ela que o mantém diferente de todos os outros.

Continue desenvolvendo o produto

Não espere o produto perfeito antes de realmente lançá-lo. E nunca termine de incrementar. É sempre melhor ter um produto estável e pronto para lançar do que tentar colocar muitos recursos de uma vez. Mas quando for preciso se mover mais rapidamente, certifique-se que seus usuários se sentem atendidos e considerados. Eles serão os primeiros a te dizer o que está errado, e se sentirem ouvidos, vão perdoar os erros.

Prepare-se para o melhor

Até que você ganhe usuários para seu produto, você ainda não está no mercado. Foque no design das ferramentas e da infraestrutura necessária para dar todo suporte aos usuários, porque nunca se sabe se o produto vai viralizar então é preciso estar preparado para os melhores cenários. Não ter clientes é um problema, mas ter mais clientes do que a companhia suporta pode ser ainda pior. É muito mais difícil recuperar a reputação se ela for lesada.

Trabalhe e delegue

Só porque você é um fundador não significa que não possa arregaçar as mangas e colocar a mão na massa. Mas lembre-se que você não precisa ter todas as melhores ideias e fazer todo o trabalho. Você não pode fazer tudo e tomar todas as decisões, por isso é tão importante contratar as pessoas que confia e que acreditam em sua visão. Certifique-se de que todos do time estão a par das suas expectativas e prioridades e mantenha o foco no que interessa, evitando especulações. É tão fácil perder o foco e desperdiçar tempo, mas tempo é um luxo que as start-ups não tem.

Não sofra por problemas pequenos

Não deixe que as dificuldades te abalem. A rotina nas start-ups é tão intensa que em um mês você nem vai se lembrar destes aborrecimentos.

*Orkut Buyukkokten é engenheiro, foi criador do Orkut.com e é cofundador da Hello Network; John Murphy é engenheiro de Software e cofundador da Hello Network

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]