Viviane Senna: lições para os novos tempos, a partir da Covid-19

Avatar

Por Júnior Borneli

6 de abril de 2020 às 08:49 - Atualizado há 6 meses

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Viviane Senna, presidente do Instituto Ayrton Senna, e Junior Borneli, fundador da StartSe, empresa de Educação Executiva com operações no Brasil, Estados Unidos e China, estarão juntos num debate sobre Educação e as Lições para o Século XXI, deixadas pela pandemia provocada pelo novo coronavírus.

O encontro será transmitido ao vivo pelas redes sociais da StartSe e através do projeto Re.StartSe, que desde as duas últimas semanas está ministrando 100 horas de aulas gratuitas para empresários, empreendedores e profissionais. São mais de 55 mil alunos, acompanhando aulas sobre os mais diversos temas.

Viviane Senna fundou o Instituto Ayrton Senna há 25 anos, um dos precursores, no Brasil, a propor uma educação integral que olha para todas as dimensões do estudante: dimensões cognitiva e socioemocional, que possam prepará-los para os desafios do século XXI. Defensora assídua da base científica para apoiar as práticas pedagógicas vem advogando e propondo caminhos inovadores para a educação brasileira.

Assim como o Instituto Ayrton Senna, a StartSe acredita que a educação é uma das armas mais poderosas para superarmos essa e as futuras crises. Nesses momentos é que se percebe a potência do desenvolvimento humano como o único elemento para preparar as crianças e jovens para o mundo “VUCA” (uma sigla utilizada para descrever a volatilidade (volatility), a incerteza (uncertainty), a complexidade (complexity) e a ambiguidade (ambiguity) nos ambientes e situações).

O encontro acontece na próxima terça-feira, dia 7 de abril, às 21 horas e pode ser acompanhado em todas as redes sociais da StartSe (@startseoficial) e através do projeto Re.StartSe – https://www.startse.com/restartse/.